Passo a Passo on-line

Georgina Orchard.

Em 2002, fizemos uma pesquisa com os leitores da Passo a Passo e obtivemos informações valiosas sobre quem está lendo a revista e em que ela está sendo utilizada. Descobrimos que cada exemplar causa um amplo impacto. A maioria dos exemplares é compartilhada com pelo menos mais uma pessoa, e um terço deles é usado regularmente para treinar grupos de até 100 pessoas. A edição 50 da Passo a Passo (maio de 2002) traz um artigo completo sobre a pesquisa.

Compartilhar a Passo a Passo também ajuda a reduzir a sua pegada ambiental e o seu custo. Como a Tearfund está comprometida com esta tarefa, em 2009, demos uma examinada nos leitores novamente.

Lendo a Passo a Passo on-line em Honduras. Photo: Patricia Amador
Lendo a Passo a Passo on-line em Honduras. Photo: Patricia Amador

Muitos leitores sabem que, no Reino Unido, a Passo a Passo é impressa em papel reciclado. Outra forma de reduzir sua pegada ambiental é incentivar as pessoas com e-mail e acesso à internet a lerem a revista on-line. Embora muitas partes do mundo ainda tenham um acesso limitado e incerto ou nenhum acesso à internet, nossa pesquisa mostrou que, em outras áreas, o acesso à internet está melhorando e crescendo.

Aqui estão alguns dos fatos que descobrimos na nossa pesquisa de 2009 sobre os leitores de hoje da Passo a Passo:

  • Os leitores da Passo a Passo representam dois terços do número de leitores das publicações internacionais da Tearfund.
  • Na Índia, há 10.000 assinantes da edição inglesa da Passo a Passo e mais de 500 assinantes da edição em híndi.
  • As edições passadas da Passo a Passo são freqüentemente lidas na internet.
  • A língua em que a Passo a Passo é lida com maior freqüência é o espanhol.
  • Dois terços da leitura da Passo a Passo é feita através da internet ou por e-mail (Passo a Passo eletrônica).
  • Em 2009, no hemisfério Norte, estavam sendo lidos menos exemplares impressos (7 por cento) do que em 2003 (10 por cento).

As constatações sugerem que o acesso à internet está aumentando. As estatísticas nos quadros mostram que isso se deve principalmente ao maior acesso na América do Sul, onde o espanhol e o português são as principais línguas faladas. É possível que a alta demanda contínua por exemplares impressos da Passo a Passo em francês e inglês esteja ligada ao menor acesso à internet na África, onde estas línguas são amplamente faladas. 

Devido à crescente preocupação com o impacto da mudança climática, incentivamos os leitores com acesso à internet a começarem a ler a Passo a Passo on-line sempre que possível. Se puder acessá-la pela internet, por favor, avise-nos escrevendo um e-mail para footsteps@tearfund.org ou visite diretamente o site tilz (Espaço de Aprendizagem Internacional da Tearfund), em www.tearfund.org/tilz, e assine a Passo a Passo eletrônica. Ao fazer isso, por favor, diga que deseja que a sua assinatura dos exemplares impressos seja interrompida.

Além das informações sobre as línguas apresentadas, temos registros de traduções da Passo a Passo em até 47 línguas locais. Este é um grande incentivo, pois essas traduções ampliam o acesso às informações da Passo a Passo para as pessoas que não falam nenhuma língua européia. A pesquisa com os leitores de 2002 mostrou que até 45 por cento dos leitores traduzem a Passo a Passo para pelo menos outra língua. Se você souber qualquer coisa sobre a disponibilidade e a distribuição de exemplares da Passo a Passo em línguas locais, por favor, escreva-nos contando.

Estamos sempre interessados em ficar sabendo mais sobre os leitores da Passo a Passo, portanto, por favor, continuem enviando o seu feedback.

Georgina Orchard é a Coordenadora de Publicações Internacionais da Tearfund.


Páginas populares

As duas páginas mais populares da Passo a Passo são:

  • Dinámicas grupales útiles, Paso a Paso 60 (Energizadores úteis, edição em espanhol da Passo a Passo 60)
  • Fantoches – Como Fazer e Usar, Passo a Passo 23

Ambas as páginas foram visualizadas em tilz mais de 130.000 vezes cada.