Estudo bíblico

O que realmente sabemos?


Reverendo Dr. Michael Beasley.

Leia Lucas 8:42b-48.

Como seres humanos, muitas vezes, sabemos menos sobre os outros do que imaginamos. Reflita sobre a história da mulher com hemorragia. O que as seguintes pessoas sabem sobre a situação descrita e o que elas não sabem?

  • a multidão
  • Jesus
  • a própria mulher

A multidão não tem a menor idéia do que está acontecendo. Se eles soubessem que uma mulher com hemorragia estava entre eles, teriam saído correndo – para longe de uma pessoa que, de acordo com os seus rituais, eles consideravam impura. Os líderes religiosos ensinavam isto como lei (veja Levítico 15:25-27, 31). Por serem judeus da época de Jesus, eles viam a mulher como uma pessoa rejeitada a ser evitada. Seu sangramento teria sido visto como mostra, em seu próprio corpo, do seu pecado e da sua distância de Deus. “Quem tocou em mim?”, diz Jesus. Mesmo o conhecimento de Jesus é incompleto. Embora saiba que tenha saído poder dele, ele não sabe a quem este poder beneficiou. A única pessoa que realmente sabe o que está acontecendo é a mulher. Somente ela sabe da sua situação e necessidade e que havia tocado Jesus com fé para se curar.

Jesus não só a cura fisicamente, mas também seu lado emocional, espiritual e social chamando a atenção da multidão para ela e anunciando que ela está curada.

Freqüentemente podemos presumir que compreendemos uma situação, quando, na realidade, temos muito poucas informações sobre ela. Reflita sobre estas perguntas:

  • O que os outros realmente sabem sobre você? Que pressuposições eles fazem?
  • O que você realmente sabe sobre eles? Que pressuposições você faz?

Leia Salmos 139.

  • O que este salmo diz que Deus sabe sobre você?

Quando refletimos sobre nossa própria vida, nossos pensamentos e sentimentos, nossas esperanças, medos, segredos e defeitos, é impressionante saber que Deus nos ama apesar de tudo o que somos. Contudo, Deus nos ama – tanto que ele se dispôs a nos dar seu único Filho, para que todos que acreditam nele não morram, mas tenham vida eterna. Se Deus se sente assim em relação a você e tudo o que você é, será que ele não sente o mesmo por todas as outras pessoas também?

O Reverendo Dr. Michael Beasley é o Diretor de Missão da Diocese de Oxford. Ele trabalhou amplamente em respostas do setor de educação para o HIV na África, na Ásia e no Caribe.