Estudo bíblico: Jejuns e banquetes

Alice Keen 

Deus quer que todas as pessoas do mundo tenham o suficiente para comer e possam decidir se querem fazer jejum ou um banquete para glorificá-lo. 

Fazer jejum significa optar por não comer ou beber por um período específico de tempo. Não é o mesmo que passar fome por falta de comida: é uma opção livre. Por toda a Bíblia, o povo de Deus pratica o jejum para buscar sua face e tornar-se mais dependente dele. 

Leia Mateus 6:16-18

  • A quem os hipócritas estão tentando impressionar através do jejum?
  • De acordo com essa passagem, qual é a atitude certa para jejuar?
  • Você já teve benefícios por jejuar? Conte ao grupo sobre sua experiência.

Leia Isaías 58:1-12

  • Nessa passagem, o que está errado com a forma como os israelitas jejuam?
  • Para Deus, o que é o “verdadeiro jejum”?
  • O que você acha que significa “você beneficiar os famintos”? (versículo 10) 

Fazer um banquete significa celebrar com comida. É um momento em que usufruímos com outras pessoas a abundância da provisão de Deus para nós. Há muitos exemplos de banquetes na Bíblia, desde o banquete de Abraão para celebrar o desmame de Isaac até a ceia das bodas do Cordeiro, quando Jesus retornar. 

Leia Lucas 15:11-31 – A Parábola do Filho Perdido

  • Como o pai celebra o retorno do filho? (versículos 22-24)
  • Como o filho mais velho responde ao convite para participar do banquete?
  • Pense sobre algum momento em que você tenha sentido raiva ou inveja do sucesso de alguém. O que essa passagem mostra sobre como celebrar a bênção de Deus na vida dos outros? 

Leia Isaías 25:6-9 

Nessa passagem, o profeta Isaías anseia pelo dia em que o povo de Deus de todas as nações celebrará um banquete com ele.

  • Quem preparará o banquete e para quem?
  • O que o banquete celebrará?
  • O que você pode celebrar na sua família, comunidade ou país hoje? Agradeça a Deus por essas coisas.