Saneamento doméstico: mitos e verdades

Por que os programas de saneamento frequentemente fracassam? Aqui estão alguns mitos comuns sobre a melhoria do saneamento doméstico, seguido de explicações sobre por que a realidade é diferente. 

MITO: “Uma saúde melhor (menos doenças) motiva as famílias a querer e pagar pelas latrinas.”

VERDADE: Pesquisas de vários países sugerem, cada vez mais, que a saúde não é o principal motivo para que as pessoas instalem uma latrina doméstica. Ao invés disso, as famílias investem em latrinas como uma melhoria habitacional, e os agregados familiares querem maior conveniência e limpeza, status e orgulho, conforto e segurança (evitando perigos como cobras e o risco de ataques sexuais associados à defecação ao ar livre e às latrinas públicas).

MITO: “Sem assistência financeira, a maioria das pessoas não compra uma latrina, nem melhora a latrina que já possui.”

VERDADE: As pessoas compram latrinas, e, na verdade, a maioria das latrinas é instalada pelo proprietário da casa sem subsídio. Uma minoria extremamente pobre pode não ter condições de comprar uma latrina sem ajuda, mas a maioria, com as escolhas certas, conhecimento e, talvez, apoio comunitário, está disposta a pagar ou construir sua própria latrina.

MITO: “A coisa mais importante quanto à latrina é que o custo seja baixo.”

VERDADE: Há sempre um “trade-off”, isto é, uma compensação de custos, quando se toma uma decisão, e está cada vez mais claro que uma latrina barata, de baixa qualidade e sem nenhuma das características que o consumidor deseja, não vende. Embora as características que as pessoas procuram sejam diferentes de uma cultura para outra, vários atributos parecem ser particularmente importantes, e, para muitos, vale a pena pagar mais por eles:

  • visibilidade mínima e menos odor de resíduos humanos; 
  • forte e duradoura;
  • fácil de limpar;
  • fácil de usar;
  • funciona bem sem a necessidade de manutenção e reparos frequentes;
  • constrangimento mínimo para as mulheres, especialmente para as adolescentes;
  • segura para as crianças, pessoas idosas e pessoas com deficiências. 

MITO: “O que faz com que as pessoas não melhorem suas latrinas é o alto custo.”

VERDADE: O alto custo de muitas tecnologias de latrinas existentes desanima as pessoas, mas não é o único obstáculo para a melhoria das latrinas. As famílias compram latrinas mais caras quando essas são desejáveis e podem ser pagas em prestações. Por exemplo, algumas pessoas podem usar grupos ou planos de crédito e poupança para pagar, ou as latrinas podem ser instaladas por partes, em etapas. O custo total também pode ficar menor se as pessoas: 

  • contribuírem com a própria construção da latrina ou materiais;
  • juntarem-se para comprar bens e serviços em grandes quantidades;
  • obtiverem apoio do governo;
  • adaptarem modelos de latrinas.

Este artigo foi adaptado a partir de Sanitation Marketing for Managers, de Mimi Jenkins e Beth Scott, USAID Hygiene Improvement Project, 2010, p. 2. O recurso em inglês pode ser baixado na íntegra gratuitamente do site abaixo ou comprado em forma de livro da TALC por £15 – consulte a página de Recursos para obter os dados da TALC

www.hip.watsan.net

Essa latrina melhorada tem um tubo de ventilação e um pedestal. As lajes de latrinas, para a pessoa se agachar, também são populares e eficazes.

Se usar um balde e uma jarra para lavar as mãos, como na figura, cubra o balde quando a água não estiver sendo usada. Isso manterá os pássaros e animais longe e evitará a reprodução de mosquitos na água (importante em regiões em que há malária e dengue.

Ilustração: Hesperian Health Guides