Micro-empresas – idéias práticas

Uma série de idéias para pequenos negócios

Barras crocantes de amendoim

Você precisará…

  • 1kg (4 xícaras / chávenas) de amendoim torrado
  • 1kg (4 xícaras) de água
  • 2kg (8 xícaras) de açúcar mascavo (se açúcar mascavo não estiver disponível, use açúcar comum)

Descasque e torre o amendoim até dourar. A castanha- de-cajú e outras castanhas semelhantes também podem ser usadas. Triture-as grosseiramente.

Dissolva o açúcar na água e aqueça até começar a engrossar. Adicione o amendoim e mexa constantemente para evitar que queime. Verifique a consistência colocando pequenas quantidades dentro de uma xícara (chávena) com água fria.

Quando bolas firmes se formarem, tire a massa do fogo e coloque-a em uma forma raza ou sobre uma tábua untada. Abra a massa até chegar a uma espessura de 5mm e corte-a em barras pequenas antes que esfrie e endureça. (Você precisará de um martelo se chegar a endurecer!) Embrulhe com papel celofane ou encerado.

ATENÇÃO: É muito importante que se consiga a consistência certa. As bolas moles que se formam (as quais não ficam no ponto certo), em poucos minutos se tornam bolas firmes e, se você não tomar cuidado, poderá acabar com uma panela de açúcar queimado! Experimente antes com quantidades menores. É MUITO PERIGOSO QUEIMAR AÇÚCAR – MANTENHA AS CRIANÇAS AFASTADAS.

A cozinheira

MARIA NEIDE DA SILVA se levanta às 02:30 hs todos os sábados de manhã para preparar a sua banca no mercado da cidade de Princesa Isabel, no nordeste do Brasil. Ela prepara café da manhã e almoços para as pessoas que visitam o mercado. Ela está sendo ajudada por empréstimos da Ação Evangélica, uma denominação daquela região que opera um programa de micro-empresas para combater a pobreza local. O trabalho é árduo mas faz uma grande diferença na renda familiar. Com o dinheiro extra gerado pelo negócio, ela e o marido foram capazes de construir uma casa para si próprios e para os seus filhos.

A costureira

MARIA DALCIA RIBEIRO DE BRITO tem um emprego de meio período em uma oficina de costura em Imaculada, no nordeste do Brasil. O negócio foi iniciado por João e Jacilene Caetano, que procuravam maneiras de gerar renda em uma área onde existem muito poucos empregos. Eles pediram emprestada uma sala pequena em um anexo e com um empréstimo da Ação Evangélica, eles compraram três máquinas de costura. O negócio deu certo e eles conseguiram pagar o empréstimo, apesar deles terem tido que adaptar-se às mudanças no mercado para poderem manter o negócio.

Maneiras de usar a cera de abelha

Aqui em Aru, no nordeste do Congo, nós temos visto que a apicultura é uma actividade muito prometadora (promissora) para aumentar a renda e também para levantar fundos para apoiar a Igreja. Nós sempre incentivamos o uso de colméias de boa qualidade, que aumentam o lucro e a qualidade do mel. Estas são algumas idéias para os leitores interessados no uso de cera de abelha.

Como separar a cera

Após extrair o mel, as abelhas, a sujeira e os ovos precisam ser removidos antes que a cera possa ser usada. A maneira mais fácil de fazer isto é ferver a cera em água e misturar bem enquanto estiver fervendo. Deixe a panela esfriar (arrefecer) em um lugar onde ninguém irá mexer. Você verá que a cera solidificada em cima da água retém toda a sujeira. Remova o disco de cera e raspe qualquer sujeira que esteja no lado de baixo da cera.

Como fazer velas

1. Corte a haste de uma folha de mamão ou uma haste oca semelhante com o comprimento necessário.

2. Enfie um pedaço de linha grossa ou barbante de linho através do tubo e prenda-o a uma varinha de cada lado do tubo para mantê-lo firme e no centro do tubo. Se você não tiver barbante, um pedaço de linha fina enrolado no formato de um cordão pode ser usado da mesma maneira. Se você puder primeiro embeber o barbante em querosene, a vela será melhorada, mas isto não é essencial.

3. Mantenha o tubo de pé com um pouco de areia ou terra para que não caia.

4. Derreta a cera em fogo brando até que fique líquida.

5. Despeje no tubo preparado e deixe a vela endurecer durante uma ou duas horas antes de movê-la.

6. Faça um corte fino no comprimento e remova a vela cuidadosamente, que agora está pronta para ser usada.

Agora você pode ter luz sem gastos!

Um método alternativo é derreter uma camada fina de cera sobre a água e deixá-la solidificar – mas antes que esfrie(arrefeça) bastante, enrole a cera ao redor de um pedaço de barbante em uma superfície lisa para obter o formato de uma vela.

Cera para móveis

A cera de abelha também é muito útil para fazer acabamentos em móveis de madeira. Amoleça a cera em um pouco de aguarrás ou querosene. Esfregue a cera para dentro da madeira usando muita energia! Com um outro pano limpo, remova a cera, que deixa um brilho muito bonito e também mantém a madeira limpa.

Geléia de petróleo (vaselina)

Você vai precisar…

  • 25 gramas de cera de abelha
  • meia chávena (xícara) de óleo para bebé

Derreta a cera de abelha lentamente em banho-maria (uma panela dentro de outra panela com água). Quando a cera estiver líquida, misture o óleo para bebé. Despeje em recipientes bonitos.

Pomada para lábios secos

Você vai precisar…

  • 1 colher de sopa de cera de abelha em pedaços
  • 1 colher de sopa de geléia de petróleo
  • 1 colher de chá de mel
  • 1 colher de sopa de lanolina
  • algumas gotas de óleo aromático volátil (ex. hortelã-pimenta, eucalipto, gaultéria ou cânfora) para que a pomada tenha um odor agradável.

Derreta a cera, a lanolina e a geléia de petróleo em banho-maria. Adicione o mel e o óleo aromático volátil. Misture até esfriar (arrefecer) e coloque em recipientes bonitos.

Com agradecimentos a David Sharland e Jesse Leeku, da EAC Aru (PO Box 226, Arua, Uganda) e à Food Chain, Intermediate Technology, Grã-Bretanha.