Melhorando a saúde através da água, do saneamento e da higiene

Promoção do saneamento e da higiene. Richard Hanson/Tearfund
Promoção do saneamento e da higiene. Richard Hanson/Tearfund

Saúde - Objetivo 4 Reduzir a mortalidade na infância

Sue Yardley.

Reduzir a mortalidade infantil e materna são os alvos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio 4 e 5. Atualmente, muitos governos doadores e agências internacionais estão se concentrando nestas questões. Houve algum progresso animador em relação a estes objetivos, mas ainda é necessário um esforço maior para alcançá-los. A melhoria do acesso à educação sobre a água, o saneamento e a higiene pode ajudar significativamente a melhorar as chances de sobrevivência das crianças e das mulheres. Existem práticas simples que podemos adotar e promover para que isto ocorra.

A ligação entre a água, o saneamento e a higiene e a mortalidade materna e infantil

A cada ano, milhões de crianças e mulheres morrem de doenças que podem ser prevenidas. As mulheres tornam-se especialmente vulneráveis durante a gestação e o parto. Uma das opções mais seguras para as mulheres é fazer o parto em um centro de saúde. Porém, muitos centros não possuem água limpa adequada, saneamento seguro e manejo eficaz de resíduos médicos. Para que os cuidados médicos sejam eficazes, é necessário que haja acesso à água limpa, boa higiene e boas práticas sanitárias.

As crianças pequenas são muito vulneráveis aos efeitos da água, do saneamento e da higiene precária, principalmente nos primeiros 28 dias de vida, período em que metade das mortes de crianças com menos de cinco anos de idade ocorre. Estima-se que os efeitos da água, do saneamento e da higiene precária sejam responsáveis por 28 por cento de todas as mortes de crianças com menos de cinco anos. Só a diarréia é responsável pela morte de cerca de 1,5 milhão de crianças por ano, mais do que a AIDS, a malária e o sarampo juntos. Na verdade, 88% de todos os casos de diarréia do mundo são causados pela falta de água limpa, saneamento e higiene.

Maneiras simples de melhorar o saneamento e a higiene

  • Os parteiros devem usar técnicas de parto higiênicas, o que pode prevenir metade das infecções contraídas logo após o parto (veja o artigo na página 10).
  • O impacto positivo do hábito de lavar as mãos com sabão não pode ser subestimado. O uso do sabão pode reduzir o número de mortes causadas pela diarréia em quase 40 por cento. Esta é uma solução barata e fácil.
  • Garanta que haja suprimentos adequados de água limpa em casa, nas escolas e nos centros de saúde.
  • Eduque sobre a boa higiene e as boas práticas sanitárias. As crianças são especialmente boas em passar adiante o que aprendem (veja o artigo na página 4).

Ligação entre a saúde e a educação sobre a higiene no Sudão do Sul

Em Motot, no Sudão do Sul, a Equipe de Gestão de Desastres da Tearfund administra um dos poucos centros de saúde existentes na região.

Aqui, muitas mães levam os filhos ao centro para tomar injeções contra o tétano e vacinas contra a difteria, a coqueluche, a tuberculose, a poliomielite e o sarampo. Enquanto as mulheres esperam, Profissionais da Saúde Comunitária oferecem educação vital sobre a higiene e sobre como prevenir a diarréia, por exemplo, lavando as mãos depois de defecar, antes de preparar os alimentos e comer e depois de lidar com as fezes dos bebês.

Conforme a tradição local, os habitantes do povoado defecam nas moitas, mas isto está começando a ser reconhecido como um problema, conforme explica um líder local: “O saneamento é precário aqui, então as pessoas estão sendo ensinadas sobre o assunto nas igrejas e nos encontros da comunidade.” É difícil confrontar a tradição, porém ligar a saúde ao trabalho de saneamento e higiene está fazendo a diferença.

Defesa e promoção de direitos

É importante fazer com que os tomadores de decisões compreendam as ligações vitais entre a água, o saneamento e a higiene e a saúde das mulheres, dos bebês e das crianças. Algumas idéias:

  • Conte aos funcionários do seu governo local sobre os benefícios para a saúde que alguma comunidade tenha tido através do trabalho de promoção do saneamento e da higiene.
  • Peça aos funcionários da saúde do seu governo local para examinarem como o acesso ao saneamento e à saúde pode ser melhorado através de programas de saúde.
  • Celebre com mensagens relacionadas com a água, o saneamento e a higiene no Dia Internacional da Mulher (8 de março), Dia Mundial da Saúde (7 de abril), Dia Mundial de Lavar as Mãos (15 de outubro) ou Dia Mundial da Água (22 de março). O Dia das Mães e o Dia das Crianças também podem ser usados - estes dias caem em datas diferentes, dependendo do país.

Com apenas cinco anos faltando para o ano em que os ODMs devem ser alcançados, é importante mostrar aos governos que a melhoria do acesso à água limpa, ao saneamento e à higiene ajudará a alcançar não apenas os Objetivos 4 e 5, mas a maioria dos outros objetivos também.

Sue Yardley é a Oficial de Políticas Públicas da Tearfund para a Água e o Saneamento.

E-mail: sue.yardley@tearfund.org