N10 Costumes e tabus

Todas as culturas possuem várias crenças e costumes tradicionais em relação aos alimentos. Às vezes, as pessoas comem alimentos especiais em festivais. Alguns alimentos podem ser evitados em certos dias. Os alimentos que são evitados numa cultura podem ser valorizados numa outra. Alguns alimentos podem ser totalmente proibidos em certas culturas ou grupos religiosos, mas apreciados em outras.

A maioria destas crenças causam pouco impacto na nutrição, porém o impacto de outras é grande. Por exemplo, em muitas culturas, as mulheres grávidas ou as que estão amamentando não devem comer ovos. Entretanto, os ovos são um alimento muito nutritivo. As crianças também podem ser proibidas de comer alimentos que seriam de grande benefício nutricional.

É difícil mudar os costumes alimentares inúteis e pode levar muito tempo.

Discussão 

  • Que costumes, tradições e tabus da nossa própria cultura limitam a variedade dos alimentos que consumimos?
  • Algum deles é inútil e prejudicial para a boa nutrição?
  • Há algum tipo de alimento considerado ruim para mulheres grávidas ou que estão amamentando? Por quê? Nossas respostas estão baseadas nas nossas tradições ou num bom ensino sobre a nutrição?
  • Alguns destes tabus deveriam ser desafiados, e, se deveriam, como isto poderia ser feito de forma delicada?
  • Os ovos possuem um alto valor nutritivo. Há algum costume que não permita às crianças e mulheres grávidas ou que estão amamentando comê-los? De que forma se poderia permitir a elas comê-los? Como as práticas inúteis podem ser mudadas?
  • Que costumes nós temos que poderiam impedir que as crianças pequenas recebessem uma alimentação nutritiva?