Objetivos e resultados esperados

Objetivos

  • Aumentar a conscientização quanto à importância de uma boa alimentação para se manter a saúde e se resistir às doenças.
  • Criar uma compreensão sobre as necessidades nutricionais das mulheres grávidas e das que estão amamentando, das crianças pequenas e das pessoas idosas.
  • Aumentar a conscientização quanto aos alimentos essenciais para se criar uma alimentação equilibrada.
  • Aumentar a conscientização quanto aos riscos da transmissão do HIV (VIH) através da amamentação, para que as mulheres estejam informadas na hora de tomarem decisões.
  • Aumentar a variedade dos alimentos consumidos pela família através de hortas do tamanho de uma porta, da conservação de alimentos e do incentivo ao uso de alimentos tradicionais valiosos.
  • Incentivar a discussão sobre certas tradições e tabus alimentares, que se opõem à boa prática nutricional.

Resultados esperados

  • Mulheres grávidas ou que estão amamentando e crianças pequenas recebem maior prioridade na hora de se compartilharem as refeições na família.
  • Uma saúde melhor para as mulheres grávidas, resultando em níveis menores de mortalidade infantil.
  • Queda na mortalidade infantil devido à melhor alimentação e à maior resistência às doenças e à infecção.
  • Menor número de consultas nas clínicas devido à melhoria geral na saúde e na resistência às doenças.
  • Índice de sobrevivência maior entre bebês nascidos de mulheres com HIV/AIDS (VIH/SIDA), por se incentivar apenas a amamentação por seis meses e, então, pará-la o mais rápido possível.
  • Abandono gradual dos tabus e costumes alimentares inúteis.