Gestão do Lixo e Resíduos

Pesquisas sugerem que 40% do lixo e dos resíduos do mundo podem estar sujeitos à queima a céu aberto, onde materiais indesejados encontrados no lixo, tais como papel, árvores, arbustos, folhas, grama e outros detritos são queimados em espaços abertos, liberando fumaça e toxinas diretamente no ar. Essas emissões de toxinas no ar podem ser inaladas ou ingeridas depois de se depositarem em cultivos ou serem consumidas por animais de criação domésticos. Os dejetos irregularmente despejados são a maior causa de doenças diarreicas.

Estima-se que essas toxinas sejam responsáveis por 270.000 mortes prematuras em todo o globo anualmente.

Avaliação custo-benefício da reciclagem e da gestão de resíduos comunitárias – Tearfund, 2018

Entretanto, uma abordagem holística de gestão do lixo e resíduos poderia interromper o uso dessa prática prejudicial, prevenindo mais danos à saúde das populações e ao nosso clima.

Centros Integrados de Recuperação de Recursos (CIRR)

Esse é um exemplo de um programa comunitário de reciclagem. O modelo surgiu em 2007, em Bangladesh, graças ao pioneirismo da ONG Waste Concern. Desde então, esse programa tem sido replicado em outros países do Leste Asiático. Os CIRR oferecem uma abordagem inclusiva e mercadológica para a gestão de lixo e resíduos, concedendo aos catadores de lixo uma condição de empregabilidade mais segura e lucrativa, bem como benefícios sanitários e ambientais para a comunidade. A abordagem é ideal para assentamentos informais de cidades em rápido crescimento, bem como para cidades menores. Os CIRR fazem intervenções ao longo de três eixos: com os domicílios na comunidade, para introduzir a coleta regular de lixo (quase que diariamente) e incentivar a separação do lixo na fonte; com os catadores de lixo, para gerenciar a coleta de porta em porta e operar uma usina de processamento comunitária e, por fim, com os consumidores e as empresas de produtos manufaturados, para vender compostos orgânicos e materiais recicláveis.

Recursos

A economia restauradoraA economia restauradora
Esse documento se destina a ajudar a fomentar um debate extremamente necessário sobre como estamos moldando o futuro da nossa sociedade e do nosso mundo, bem como as ações dos nossos governos. Dessa forma, esse documento conclama os cristãos a pensarem diferente, viverem de maneira mais simples e a se manifestarem.  
Relatório completo em inglês (PDF 5.9 MB)
Resumo em portuguêse (PDF 482 KB).

Bending the curve front coverBending the curve (PDF 458 KB) (em inglês) 
Esse relatório explora quais intervenções da economia circular funcionam na prática a fim de gerar renda, e benefícios à saúde e ao meio ambiente nos países em desenvolvimento. Fundamentado em análises aprofundadas da literatura existente, o relatório identifica uma gama de intervenções de desenvolvimento que são comprovadas e replicáveis em diversos contextos de baixa ou média renda.

Fechando o ciclo 
Esse relatório, realizado no Brasil, apresenta as evidências dos benefícios da economia circular para os países em desenvolvimento e economias emergentes. Quando implementada corretamente, a economia circular pode possibilitar a manutenção do mundo natural ao mesmo tempo em que beneficia os grupos mais pobres da sociedade.
Relatório completo (PDF 726 KB), resumo (PDF 385 KB)
Esse relatório também está disponível em inglês, relatório completo (PDF 721 KB) e como resumo (PDF 655 KB).

Cost-benefit assessment front coverCost-benefit assessment of community-based recycling and waste management in Pakistan (PDF 866 KB) (em inglês)
Esse documento feito em conjunto com o Instituto de Estudos sobre o Desenvolvimento avalia uma abordagem comunitária e replicável para a gestão do lixo e resíduos no Paquistão. A abordagem gera US$ 10,00 em benefícios para cada US$ 1,00 investido, o que resulta em novos empregos, menos mortes prematuras, menos doenças diarreicas e menos emissões de carbono. O centro, que estabeleceu esse projeto-piloto, tornou-se autofinanciado em seu terceiro ano de atuação, reduzindo em até 90% a necessidade de instalações centralizadas e mais caras para gestão de lixo e resíduos.

CEDRA

CEDRA (PDF 2.2 MB)
O processo CEDRA consiste na avaliação do risco ambiental em âmbito estratégico para as agências que atuam em países em desenvolvimento. O CEDRA ajuda as agências humanitárias e de desenvolvimento locais a tornar seus projetos existentes mais fortes face à mudança climática e ambiental. É projetado para ser usado ao longo de todo o trabalho de uma organização.
Também disponível em francês (PDF 2.4 MB), espanhol (PDF 2.1 MB), inglês (PDF 2.5 MB), birmanês/de Myanmar (PDF 1.1 MB) e nepalês (PDF 4.1 MB).

Avaliação ambiental Avaliação ambiental (PDF 663 KB)
Essa é uma ferramenta no âmbito de projetos usada para avaliar o impacto de um projeto no meio ambiente e do meio ambiente local num projeto. Os usuários decidem se vão modificar o desenho do projeto para que tenha um impacto negativo reduzido e/ou um impacto positivo aumentado. A Avaliação Ambiental (AA) também ajuda a comparar vários projetos potenciais a fim de selecionar o menos danoso ou o mais benéfico.
Também disponível em francês (PDF 660 KB), espanhol (PDF 637 KB) e inglês (PDF 1 MB) 

Roots 13 – Sustentabilidade AmbientalRoots 13 – Sustentabilidade Ambiental (PDF 1.3 MB)
Esse manual tem o objetivo de gerar conscientização sobre questões ambientais e preparar organizações de desenvolvimento para responderem de maneira mais eficaz.
Também disponível em francês (PDF 825 KB), espanhol (PDF 565 KB), inglês (PDF 800 KB) e idioma birmanês/de Myanmar (PDF 1.1 MB)

Passo a Passo 107 - ResíduosPasso a Passo sobre Lixo e Resíduos
Uma edição da revista do Tearfund Aprendizagem repleta de orientações práticas e histórias inspiradoras de diversas partes do mundo sobre como lidar com o lixo e os resíduos em nossas comunidades.