Editorial

Isabel Carter.

Se você der um peixe a uma pessoa, ela terá alimento para um dia. Mas se você ensiná-la a pescar, ela terá alimento para o resto de sua vida. ANTIGO PROVÉRBIO CHINES

Este provérbio é muito conhecido. Em algumas partes do mundo – especialmente em comunidades próximas de lagos e grandes rios – a pesca é parte da maneira tradicional de vida. Em muitas outras partes do mundo, a criação de peixes é uma idéia recente – talvez até mesmo completamente nova. Bob Hansford, de maneira muito útil, compara a criação de peixes com todos os tipos de atividades agrícolas. Nesta edição, abordamos a criação de peixes em pequena escala – de maneira que seja fácil para qualquer pessoa experimentar as idéias apresentadas em uma propriedade pequena. Se a ideia de se criarem peixes (ou aquacultura, como às vezes é chamada) for nova para você, esperamos que esta edição lhe dê suficiente confiança para experimentá-la por si próprio. A página sobre materiais de recursos traz detalhes sobre informações adicionais, centros de recursos e treinamento. Você pode também descobrir que o seu departamento local de agricultura ou de pesca é muito útil.

Se criar peixes não é algo novo para você, talvez esta edição seja útil para o treinamento e incentivo de outros criadores. Em um mundo onde há uma crescente falta de alimentos, especialmente alimentos ricos em proteínas, o peixe fornece não somente uma fonte importante de proteínas e vitaminas mas também beneficia o crescimento de certas culturas quando se combina a criação de peixes com a agricultura – como aprendemos através da experiência da ITAG. Criar peixes ou filhotes de peixe pode também ser uma fonte útil de recursos.

A criação de peixes é adequada para grupos comunitários. A construção do viveiro exige muito trabalho – muito mais fácil quando compartilhado. A colheita de peixes também é divertida se todo um grupo comunitário estiver envolvido.