Crie os seus próprios filhotes de peixes

Se voce deseja criar peixes, você vai precisar de um suprimento de peixes novos. Você pode criar os seus próprios peixinhos ao invés de comprá-los ou apanhá-los de viveiros ou represas.

Quando estes peixinhos miúdos atingem o tamanho de um dedo, eles se tornam mais facilmente reconhecidos. Com um pouquinho mais de tempo e cuidado, você poderá ter filhotes de peixe para colocar em seus viveiros e para vendê-los a outros agricultores.

Eis uma maneira de se produzirem carpas comuns. Você precisará de dois viveiros – um viveiro de reprodução e um viveiro para abrigar os peixinhos novos. A desova é quando peixes adultos se reproduzem e libertam os seus ovos. Um viveiro de desova é um viveiro onde os ovos se transformarão em peixinhos miúdos.

O viveiro de desova

Em um viveiro de desova separado mais peixinhos irão nascer e sobreviver pois há menos predadores e menos doenças.

Ao escolher um local para o viveiro de desova, procure um solo que retenha a água. Cave um viveiro com cerca de 2m x 3m e com 1m de profundidade. Deixe o viveiro vazio até o sol ter secado o solo completamente para matar quaisquer insetos que possam comer os peixinhos miudos recém nascidos. Uma vez que a superfície do solo esteja cheia de ranhuras, coloque a água fresca dentro do viveiro. Quando a água tiver pelo menos 50cm de profundidade, o viveiro de desova estará pronto para a criação do estoque. Uma camada de plantas pequenas de viveiros como o jacinto aquático, cobrindo não mais do que um quarto da área do viveiro, ajuda a desova pois os ovos são depositados entre as raízes.

Escolha da carpa para reprodução

Ao escolher carpas para formar um estoque reprodutivo, escolha carpas grandes, sadias e adultas que estejam prontas para desovar. As fêmeas que estão prontas para desovar têm barrigas inchadas e macias. Os machos que estão prontos para reproduzir segregam uma substância branca leitosa quando apertados levemente. Escolha cerca de dez das maiores e mais saudáveis fêmeas e dez dos maiores e mais saudáveis machos.

Os peixes desovam em apenas um dia. Um dia depois, remova os adultos do viveiro de desova e coloque-os de volta no viveiro normal.

Os ovos de carpas nascem em cerca de dois dias. Em poucos dias estes peixinhos miúdos atingem o tamanho de um cílio – 0,5cm de comprimento e bem finos. Quando os filhotes tiverem pelo menos 1cm de comprimento, coloque-os no viveiro para peixes pequenos. Você pode apanhálos usando uma rede bem fina ou uma rede feita com um tecido de pontos grossos. Trate os filhotes com muito cuidado.

Viveiro para peixes pequenos

O viveiro para peixes pequenos é um pouco mais raso do que o viveiro de desova, mas é preparado do mesmo jeito. Cave um viveiro com cerca de 6m x 6m e 70cm de profundidade. Deixe o solo exposto ao sol. Quando o solo estiver cheio de ranhuras, espalhe adubo ou estrume bem decomposto e encha lentamente o viveiro. O viveiro para peixes pequenos deve ter um tubo de entrada para que a água fresca entre no viveiro e um tubo de escoamento para a água sair. O tubo de saída evitará que o viveiro transborde e leve embora os filhotes de carpas. Não se esqueça de cobrir os tubos de entrada e saída com um filtro fino para conter os filhotes e manter os predadores do lado de fora.

Se possível, alimente os filhotes primeiro com um pouco de gema de ovo em pó e, mais tarde, bolo de óleo e farelo de arroz em pó bem fino. Os filhotes de carpas gostam de comer plantas e animais pequenos que vivem na água e ficam do tamanho de um dedo em seis ou oito semanas. Quando as suas carpas chegarem a este estágio, você pode colocá-las em seus viveiros com outros peixes ou pode vendê-las a outros agricultores.

Conheça os seus peixes!

 

Carpa comum (Cyprinus carpio)

Criação de tilápias

A tilápia atinge a idade adulta entre os 3 e 4 meses de idade. Quando a reprodução começa, o macho faz um ninho redondo no fundo do viveiro movendo a sua cauda para a frente e para trás. Ele atrai então uma fêmea para colocar ovos no ninho. O macho fertiliza os ovos, a fêmea recolhe os ovos e os mantém em sua boca para protegê-los. Após várias semanas, os ovos se desenvolvem em ‘peixinhos miudos’. Eles começam a nadar um pouco mas ficam por perto da boca da mãe em caso de perigo. Eles deixam a mãe duas semanas mais tarde.

Uma tilápia fêmea pode reproduzir 3 ou 4 vezes por ano, produzindo até 1.000 ovos de cada vez. É fácil entender como um viveiro para a criação de peixes pode ficar rapidamente superlotado com tilápias pequenas! Os filhotes pequenos podem ser removidos dos cantos do viveiro e vendidos a outros agricultores. Quando você vir muitos peixes pequenos em seu viveiro, significa que é hora de se preparar para retirar todos os peixes pois esta lotação não permitirá que os peixes cresçam bem.

D & M Murnyak