Estudo bíblico: Tradições e costumes relacionados com nossos alimentos

Tradições e costumes relacionados com nossos alimentos

Todas as culturas criam uma variedade de crenças e costumes relacionados com os alimentos. Às vezes, há alimentos que as pessoas comem em festivais especiais. Alguns alimentos podem ser evitados em certos dias. Os alimentos que são evitados numa cultura podem muito bem ser valorizados noutra. A maioria destas crenças possuem pouco impacto na nutrição, mas o impacto de alguns é considerável. Por exemplo, em muitas culturas, as mulheres grávidas ou que estão amamentando não devem comer ovos – que é um alimento muito nutritivo. Da mesma forma, as crianças podem ser impedidas de comer alimentos que seriam de verdadeiro benefício nutricional.

Leia 1 Samuel 21:1-6

  • Por que o sacerdote deu a Davi o pão sagrado?

Davi sabia que, de acordo com o costume religioso, ele não deveria ter comido este pão. Porém, sem ele, Davi e seus homens não teriam tido a força para continuar sua missão.

Leia Atos 10:9-16

  • Por que se recusou Pedro a matar e comer os animais e os pássaros que lhe foram mostrados?
  • Qual foi a resposta de Deus para Pedro?

A tradição judaica não considerava certos alimentos limpos, e, para Paulo, estes tabus eram parte de sua vida. Mas, então, Deus desafiou-o nisto. Deus é capaz de tornar todas as coisas limpas e mudar a maneira de pensar das pessoas.

  • Que costumes, tradições e tabus você tem, em sua própria cultura, em relação aos alimentos?
  • Algum deles é inútil e prejudicial para a boa nutrição?
  • Alguns dos tabus deveriam ser desafiados, e, se deveriam, como poderia isto ser feito de forma delicada?

Deus é nosso pai, e nós somos seus filhos, a quem ele dá boas dádivas. Como lemos em Lucas 11:11-13, Deus dá-nos gratuitamente seu Espírito Santo e suas dádivas. Ele nos incentiva a dar alimentos nutritivos bons a nossos filhos.