Evangelismo Comunitário de Saúde

Passo a Passo 102 - saúde e fé

A Passo a Passo 102 traz dicas de primeiros socorros, histórias de agentes de saúde e um estudo bíblico sobre cura.

Evangelismo Comunitário de Saúde

O Community Health Evangelism (CHE - Evangelismo Comunitário de Saúde) é um programa de desenvolvimento e saúde comunitária usado por centenas de igrejas e organizações por todo o mundo. O CHE equipa comunidades para identificarem os problemas que enfrentam e mobilizarem seus próprios recursos a fim de alcançar mudanças positivas e sustentáveis.

Os voluntários do Community Health Evangelism compartilham mensagens práticas e espirituais com suas comunidades. Foto: Global CHE Network
Os voluntários do Community Health Evangelism compartilham mensagens práticas e espirituais com suas comunidades. Foto: Global CHE Network

Cada povoado que participa de um programa CHE elege um comitê de desenvolvimento para supervisionar o processo. A comunidade decide primeiro em qual problema se concentrará – por exemplo, água limpa. Ela, então, seleciona pessoas para serem treinadas como voluntários do CHE.

Os funcionários do CHE treinam os voluntários como agentes de saúde comunitária. Esses voluntários visitam casas no povoado e mostram como abordar os problemas identificados pela comunidade. Por exemplo, eles podem ensinar às famílias sobre a importância da água limpa e mostrar-lhes maneiras de tornar sua água segura para beber.

A equipe do CHE também ensina aos voluntários como compartilhar adequadamente sua fé cristã e discipular novos crentes. A ideia de que nossas crenças determinam se nossas práticas são saudáveis ou não é fundamental para o trabalho do CHE.

Como nossas crenças podem influenciar nossa saúde

Terry Dalrymple, coordenador da equipe de serviço da Global CHE Network (Rede Global CHE), diz: 

“Ajudar as pessoas a mudar seu comportamento frequentemente significa oferecer-lhes a oportunidade de mudar suas crenças.

Algumas visões de mundo podem, de certa forma, aprisionar as pessoas em sua pobreza. Por exemplo, muitas pessoas ao redor do mundo são animistas – elas acreditam que o mundo é controlado por espíritos. Assim, seu trabalho passa a ser apaziguar os espíritos. 

Na Tailândia, uma comunidade interrompeu a instalação de tubulações de água, porque, segundo ela, os espíritos ficariam zangados. Em Papua Nova Guiné, durante 30 anos, muitas pessoas não usaram latrinas por acreditarem que os espíritos malignos viviam em espaços pequenos e escuros, como a estrutura das latrinas.

Porém, a Bíblia diz que Deus é quem controla o mundo, e não os espíritos malignos. Somos feitos à imagem de Deus e somos administradores dos seus recursos. Deus criou as árvores, os frutos e os legumes, mas não criou os restaurantes ou as saladas de frutas. Ele colocou pessoas em sua criação para fazerem o que ele faz – criar e desenvolver. Acredito que o evangelho liberta as pessoas para serem o que Deus pretende que elas sejam.”

Atualmente, a Global CHE Network trabalha em 125 países ao redor do mundo. Seus funcionários organizam cursos de treinamento para aqueles que desejam participar. Eles atendem a pedidos de informações e podem colocar os leitores da Passo a Passo em contato com o trabalho que o CHE está realizando em seus países.

Site: www.chenetwork.org
Visite www.chenetwork.org/store.php para baixar manuais de treinamento e planos de aula sobre cuidados de saúde. Alguns materiais estão disponíveis em outros idiomas além do inglês.

Para entrar em contato com a Global CHE Network por correio, você pode escrever para a Passo a Passo, e nós enviaremos sua mensagem a eles. Nossos dados para contato encontram-se na página 19.


Estudo de caso: Saúde e esperança no Haiti
De autoria de uma mulher de Novion, Haiti 

“Estou envolvida com o Community Health Evangelism (CHE) há nove anos. Uma amiga minha trabalhava para o CHE e me convidou para fazer aulas perinatais (aulas antes e depois do nascimento de um bebê). Agora, meu bebê está indo muito bem.

Minha amiga do CHE mostrou-me muitos folhetos com gravuras. O folheto sobre ancilostomíase, uma doença também conhecida como amarelão, explica por que não devemos caminhar com os pés descalços, já que os vermes passam pelas solas dos pés. Quando mostrei os folhetos com gravuras aos meus amigos, eles viram que também precisavam mudar. Aprendi como tratar minha água potável e lavar as mãos para prevenir a diarreia. 

Aprendi a usar a solução de reidratação oral para evitar que meus filhos morram de desidratação quando ficarem doentes.

Também mudei de outras maneiras importantes. Antes de ficar sabendo do CHE, achava que minha vida não valia muito. Mas, agora, aprendi que Deus me ama ao ponto de enviar seu filho, Jesus, para morrer por mim. Agora sirvo a Jesus, trabalhando como voluntária do CHE.”