Mais fortes juntos

Passo a Passo 102 - saúde e fé

A Passo a Passo 102 traz dicas de primeiros socorros, histórias de agentes de saúde e um estudo bíblico sobre cura.

Mais fortes juntos

Elizabeth Wainwright

Arukah Network (Rede Arukah) é uma pequena organização, com uma grande visão. Acreditamos que as coisas são melhores quando trabalhamos juntos.

O mobilizador do Cluster da Zâmbia, Mathews, lidera uma discussão em grupo. Foto: Elizabeth Wainwright
O mobilizador do Cluster da Zâmbia, Mathews, lidera uma discussão em grupo. Foto: Elizabeth Wainwright

A Arukah Network reúne pessoas que querem melhorar a saúde e o bem-estar em sua área. Chamamos esses grupos de “Clusters”. Atualmente existem Clusters em Mianmar, Índia, Quênia, Tanzânia, Zâmbia e Serra Leoa.

Os Clusters vêm em diferentes formas e tamanhos. Alguns são urbanos, outros são rurais; alguns são constituídos por funcionários de ONGs e líderes religiosos, outros são compostos por agricultores e agentes de saúde comunitária. Porém, todos eles têm estas mesmas coisas em comum:

  • Os membros do Cluster acreditam que são mais fortes quando trabalham com outros. No Quênia, o conflito entre as tribos mostrou o poder destrutivo da divisão. Assim, o Cluster de Kericho incentiva diferentes organizações e tribos a compartilharem sua aprendizagem e habilidades. Eles se unem para defender e promover direitos, promover a conscientização sobre a deficiência e combater o abuso de substâncias.
  • Todo Cluster possui pontos fortes e dons únicos. O Cluster do Quênia tem talentos para contar histórias e criatividade. No Cluster da Zâmbia, há habilidades maravilhosas de hospitalidade e uma mentalidade naturalmente empreendedora.
  • Os Clusters podem ter um pequeno início e crescer até causarem um grande impacto. Em Uttarakhand, na Índia, o Cluster começou com 13 organizações. Hoje, ele inclui mais de 50 organizações comunitárias. O governo estadual agora envia alguns de seus funcionários para serem treinados pelo Cluster.
  • Os Clusters sabem que existem muitas formas de melhorar a saúde e o bem‑estar. Na Zâmbia, o Cluster do distrito rural de Gwembe concentra-se na geração de renda, água e saneamento, saúde materna e juventude. Em Mianmar, o Cluster da área urbana de Yangon concentra-se em aumentar a confiança entre as organizações religiosas e compartilhar informações através do treinamento conjunto.
  • A palavra hebraica “Arukah” significa cura e restauração física, mental e espiritual completa. Ela engloba perfeitamente o que pensamos sobre a saúde. Se você quiser fazer parte da Arukah Network, entre em contato.

Elizabeth Wainwright é a Diretora Geral da Arukah Network, anteriormente conhecida como Community Health Global Network (CHGN).

Site: www.arukahnetwork.org
E-mail: elizabeth@arukahnetwork.org 


Cuidados para pessoas com deficiência na ÍndiaLawrence Singh

Lawrence Singh é membro do Cluster de Uttarakhand, da Arukah Network, na Índia. Ele trabalha para o Projeto AKS Hope, que oferece uma ampla gama de serviços de cuidados de saúde para pessoas necessitadas.

Muitas pessoas querem compartilhar qualquer alegria ou tristeza em sua vida com a igreja. Isso proporciona uma ótima oportunidade para que a igreja se envolva nos cuidados de saúde. Essa não é uma ideia nova. Lembro-me de que, cerca de 15 anos atrás, quando o HIV era extremamente comum na Índia, a igreja pôs mãos à obra. Agora está havendo uma mudança de foco, e a igreja está começando a se envolver com a deficiência. Precisamos considerar formas de incluir as pessoas com deficiência em nossas igrejas.

Recentemente, o Projeto AKS Hope realizou um retiro para pessoas com deficiência e pais de crianças com deficiência. Fizemos o retiro com igrejas e outras organizações. A igreja pode ser como uma família viajando com crianças com deficiência.

Também incentivamos as igrejas a organizar “Jantares Lucas 14”. Em Lucas 14, ninguém foi ao banquete do homem rico. Então, ele mandou os servos convidar todos os que estavam na rua – os cegos, os coxos, todos. Fizemos um desses jantares em um hotel grande uma vez, e as igrejas pagaram as despesas com o dinheiro de suas ofertas.

Envolver outros grupos religiosos também ajuda. Por exemplo, se formos organizar um acampamento de saúde, pedimos à mesquita, ao templo e à igreja para anunciá-lo alguns dias antes. Assim, mais pessoas ficam sabendo sobre o evento.

Às vezes, existe uma grande distância entre as organizações cristãs e as igrejas. Se essa distância for reduzida, veremos resultados surpreendentes nos cuidados de saúde.

Site: www.akshopeprojectindia.org

E-mail: akshopeproject@gmail.com