Cartas

Ferramentas para trabalho artesanal com lã

Em projetos de desenvolvimento rural na Etiópia e no Quênia nós frequentemente vemos pessoas tentando cardar, fiar, feltrar ou tecer a lã usando ferramentas inadequadas. Ás vezes podem existir soluções mais apropriadas a apenas duzentos quilômetros de distância no mesmo país. Ás vezes as respostas podem ser conhecidas em um outro continente.

Algum leitor tem conhecimento sobre documentos, livros ou revistas que mostram como construir equipamentos têxteis usando habilidades locais e materias que possam ser facilmente obtidos? Ou algum outro projeto gostaria de compartilhar a solução encontrada por eles nesta área?

Por exemplo, nas montanhas desprovidas de árvores da Etiópia, os agricultores não têm madeira ou ferramentas para fazer rocas ou dinheiro para comprá-las. As bicicletas, que são usadas em muitos países como peças para rocas, são desconhecidas. Sendo assim, estamos experimentando fazer rocas com grama (relva), usando técnicas tradicionais de produção de cestos e usando as armações de metal de guardachuvas quebrados, que são necessárias. Talvez a Passo a Passo pudesse ter uma edição sobre o tema de desenvolvimento local sustentável de produtos artesanais.

Alan Waller, Skolg 2C-4, S-450 46 Hunnebostrand, Suécia.

Encontro sobre aconselhamento familiar e trabalho pastoral

Eu gostaria de felicita-los pelo conteúdo da Passo a Passo. As edições recentes cobriram um série de assuntos relacionados com a família, tais como o uso de drogas, crianças de rua e questões populacionais. Como instituição, a EIRENE se preocupa com a saúde espiritual e emocional da família e, devido a isto, estamos contentes com o que tem sido publicado.

A EIRENE estará realizando um congresso em Cuzco, no Peru, entre os dias 21 e 26 de julho deste ano sobre o tema A Família no Século 21, o qual terá um programa completo e alguns palestrantes cristãos muito conhecidos. Ficaríamos contentes em dar informações aos leitores interessados.

Carlos Pinto, EIRENE Internacional, Casilla 17-08-8572, Quito, Equador, América do Sul.

O efeito dos dispositivos intrauterinos

Uma carta escrita por Bert Oubre foi publicada na Passo a Passo 29 reclamando que a Passo a Passo tinha incluído os DIUs como métodos anticoncepcionais. Ele pensava que os DIUs evitam a implementação de um ovo fertilizado. Por perceber que muitas pessoas compartilham desta opinião, estou enviando alguns artigos dando detalhes sobre como os DIUs funcionam. Basicamente, eles evitam que os ovos sejam fecundados, principalmente por alterarem a movimentação do esperma.

Não parece haver nenhuma razão para acreditar que os DIUs causem abortos precoces a menos que eles sejam implantados depois de um óvulo ter sido fecundado.

Barbara Kinzie, PO Box 2168, Sanaa, República do Iêmen.

EDITORA: Cópias destes artigos de jornais médicos estão à disposição dos leitores.

Culturas resistentes à seca

Eu trabalhei durante seis anos no distrito de Binga como gerente de um programa de nutrição e saúde. Durante esta época, tivemos duas grandes secas. Mas mesmo nos bons anos, as culturas não foram suficientes para alimentar as pessoas adequadamente. Há poucas oportunidades para se conseguirem empregos remunerados e por isto, a maioria das pessoas dependem de doações de alimentos por vários meses durante o ano. Isto me fez pensar que seria útil tentar culturas diferentes e mais resistentes à seca.

No ano passado eu comecei a dedicar-me ao plantio de árvores de múltiplo uso resistentes à seca, em baixa escala, e recebi muito apoio. Acabamos de formar uma pequena organização com outras quatro pessoas para promover a cultura das árvores Jatropha curcas e Moringa oleifera neste distrito. Também incentivamos a cultura de outras frutas e árvores da região. Até agora plantamos mais de um milhão de sementes de jatropha.

A moringa tem sido cultivada aqui desde os anos 50. As pessoas preparam as suas folhas com um molho para comer com sadza (mingau endurecido) mas as pessoas raramente têm mais do que uma árvore e devido às folhas serem coletadas regularmente, poucas sementes são produzidas. Nós planejamos produzir grandes quantidades de sementes de moringa e também usar enxertos para propagá-la.

Esperamos que o óleo e as nozes possam ser comercializadas para as indústrias nas cidades e também serem usados localmente como óleo de cozinha e como combustível. Alimentos nutrientes de desmame também podem ser preparados.

Obrigado pelo artigos interessantes sobre a moringa, os quais têm sido uma grande ajuda para o nosso programa.

Titia Warndorff, Binga Trees, Private Bag 5715, Binga, Zimbabwe.

Troca de experiências

Estou encantado com a idéia que vocês começaram a desenvolver através da Passo a Passo de colocar organizações semelhantes ao redor do mundo em contato umas com as outras. Apesar de tudo ser difícil no começo, temos que começar algo pois o apetite das pessoas aumenta quando estão comendo!

Ao usar o meu nome na Passo a Passo, recebi contactos úteis de grupos semelhantes em outros países. Há algum grupo que poderia contribuir financeiramente para esta troca internacional de experiências? Os projetos capazes de compartilhar os seus planos e métodos de trabalho podem ser beneficiados ao serem discutidos com outros grupos ao redor do mundo – através de cartas, ou ainda melhor, através de seminários. Talvez às vezes um membro possa passar algum tempo com uma outra organização. Que tipo de função você pensa que a Passo a Passo poderá ter em desenvolver esta troca de experiências?

Eu vejo quatro aspectos muito positivos sobre a Passo a Passo:

  • Ela inclui sessões sobre tecnologia apropriada.
  • Ela compartilha experiências práticas em desenvolvimento.
  • Ela convida os seus associados a escreverem artigos detalhados sobre o seu trabalho.
  • Vocês anunciam os temas de edições futuras e assim os leitores sabem que a Passo a Passo é a sua revista e que ela será o que nós próprios fizermos dela.

Nohoune Lèye, Gerente de Projeto, PO Box 10, Khombole, Senegal.

EDITORA: Em 1997 haverá uma reunião importante para planejar o futuro da Passo a Passo. Dois assuntos importantes a serem discutidos serão o desenvolvimento de redes de contato (networks) e como incentivar a troca de informações.

Oferta na área de educação sanitária

O Christian in Health Education Fellowship tem um centro de recursos que publica uma série de materiais de estudo sobre vários tópicos, tais como cuidados de saúde primários, drogas, higiene, AIDS (SIDA) e saneamento. Eles enviam informações gratuitamente em troca de 20 envelopes (de qualquer tamanho).

Christian in Health Education Fellowship, PO Box 401, Nnewi, Anambra, Nigeria.

Cursos agrícolas por correspondência

Algum leitor conhece algum centro que realiza cursos acessíveis sobre agricultura sustentável em inglês por correspondência? Vários funcionários na Etiópia gostariam de desenvolver mais o seu conhecimento – mas os recursos disponíveis são limitados.

Alan Waller, A/C da Editora da Passo a Passo

Contabilidade para clínicas móveis

Eu gosto dos artigos da Passo a Passo. Eles são práticos e obviamente testados no campo. O artigo sobre contabilidade na Edição 26 tem sido muito útil. Eu, agora, estou usando este formato no meu trabalho diário como administrador de uma pequena clínica médica. Fornecemos cuidados médicos à população Quechua, viajando freqüentemente com clínicas móveis para povoados remotos nas montanhas.

Dr Lawrence Tan, Casilla 575, Sucre, Bolivia.