Estudo bíblico: O suficiente é tão bom como um banquete

A palavra de deus tem muito a nos ensinar sobre os alimentos, a sua provisão, armazenagem, benefícios e a nossa responsabilidade em compartilhá-los. Leia o Salmo 65. Ele apresenta um exemplo claro da natureza generosa de Deus. Nesta passagem, vemos que Deus abençoa a terra com chuvas e assim os cultivos crescem abundantemente, provendo mais do que é necessário. Há passagens semelhantes nos Salmos 68, 104 e 107.

José (Gênesis 41) sabiamente armazenou alimentos para os anos de fome que foram previstos. O escritor de Eclesiastes menciona cinco vezes a satisfação de comer, como um presente de Deus. Vemos Deus estar diretamente envolvido na provisão de alimentos quando Ele alimentou os israelitas no deserto com codornizes e maná. Leia Êxodo 16.

Hoje em dia, este mesmo Deus bondoso continua a suprir as nossas necessidades. O fato de cultivarmos os alimentos ou de ganharmos dinheiro para comprá-los pode fazer com que nos esqueçamos do envolvimento de Deus. Pior ainda é o fato de podermos ser tentados a armazenar e acumular demasiados alimentos. A nossa auto-suficiência pode nos levar a excluir Deus e as pessoas necessitadas ao nosso redor. Vemos na história dos israelitas (Deuteronômio 6 e 8) que Moisés adverte o povo com as palavras: ’Quando vocês comerem e estiverem satisfeitos, tomem cuidado para não se esquecerem do Senhor vosso Deus.’ Na parábola do rico insensato (Lucas 12), Jesus fez uma advertência contra a acumulação de riquezas sem a preocupação de ajudar os outros.

É bom que esta edição da Passo a Passo seja sobre a segurança alimentar e a necessidade de planejar com antecedência. Esta atividade, certamente nas regiões do mundo onde o abastecimento de alimentos é limitado e irregular, é uma questão de boa administração. Mas ao seguirmos a sua orientação, devemos lembrar-nos das advertências na palavra de Deus (Mateus 25). Devido ao amor que temos por Ele, devemos assegurar-nos de que os nossos vizinhos necessitados tenham a qualidade de vida que também lhes permita dar graças a Deus.

Para discussão

  • A partir do capítulo 16 de Êxodo, discuta o significado do fato de que o maná de Israel ficava coberto com vermes e cheirava mal se fosse armazenado. Como isto deveria afetar a nossa atitude quanto a armazenar alimentos que não necessitamos?
  • Como a sua fé em Deus afeta o seu relacionamento com os cristãos ao redor do mundo que não têm o suficiente para comer?
  • Leia 2 Coríntios 8:13-15. Considere a distribuição de alimentos na sua própria comunidade e discuta maneiras de melhorar a situação.

Ore para que Deus nos dê maior compaixão por aqueles que apenas sobrevivem de um dia para o outro na nossa comunidade global.

Stan Crees é o Oficial de Ligação da Operation Agri da Sociedade Batista Missionária, 45 Grosvenor Road, Wallington, Surrey, SM6 OEN, Grã-Bretanha.