Hortas do tamanho de uma porta

Muitos lares, especialmente nas áreas urbanas, possuem pouco espaço para o plantio de culturas ou legumes. Entretanto, fora de quase todas as casas há uma área de solo exposto. O solo pode ser duro ou estéril, e as pessoas freqüentemente não consideram a possibilidade de usá-lo para plantar legumes. Porém, aqui está uma forma de usar esta espaço não utilizado para uma horta minúscula.

Este sistema funciona melhor, se várias famílias concordarem em trabalhar juntas, construindo uma horta a cada semana. Esta idéia também pode ser útil em campos de refugiados.

  • Marque uma área do tamanho de uma porta (mais ou menos 1m x 2m). Cave a terra até chegar à profundidade da altura do joelho. Se a terra for muito dura, não será fácil! Ajuda ter várias pessoas trabalhando juntas. Tenha cuidado para manter a camada superior da terra (de cor mais escura) num monte separado do subsolo (de cor mais clara e com mais pedras).
  • Forre o buraco com grama e outros materiais orgânicos. Peça às famílias para trazerem o lixo doméstico orgânico daquele dia e colocarem-no no buraco – cascas de legumes, papel velho e cascas de ovos. Se puder obter estrume animal, coloque-o também.

  • Quando a vala estiver cheia até a metade, derrame água para encharcar o lixo. Depois coloque o subsolo e, a seguir, a camada superior da terra.
  • Plante fileiras de sementes de legumes e ervas. Algumas plantas úteis, que proporcionam sabor e vitaminas para a alimentação familiar, são os tomates, espinafre, hortaliças de folhas tradicionais, pimentões, feijões, cenouras, cebolas e todos os tipos de ervas. Procure cultivar as plantas mais altas, tais como os tomates e as trepadeiras de feijões, no meio. Cubra com matéria vegetal – uma camada fina de grama, palha, debulho de arroz e coisas semelhantes – e regue bem. A água doméstica servida é ideal, desde que não contenha sabão demais. 
  • Se possível, obtenha uma cesta velha quebrada e enfie-a no meio do canteiro. Ao longo de várias semanas, encha-a com resí- duos vegetais e ervas daninhas. Regue principalmente através desta cesta depois que as plantas jovens estiverem estabelecidas. Isto faz com que mais nutrientes vegetais sejam levados com a água para o solo.
  • Agora decida a casa de quem será a próxima horta do tamanho de uma porta. Se houver espaço, talvez você possa construir várias delas. 

A ACAT, na África do Sul, usou esta idéia em KwaZulu-Natal com grande sucesso. Muitas pessoas ficaram admiradas de como é fácil produzir seus próprios legumes. Uma senhora disse que achava que podia cultivar apenas plantas tradicionais, como o milho, mas agora ela pode plantar repolho, espinafre e cebolas. Seu marido ficou muito impressionado! 

A ACAT (Africa Cooperative Action Trust) é uma parceira desde há muito tempo da Tearfund, que trabalha em KwaZulu-Natal. PO Box 943, Howick 3290, África do Sul.