Como eu uso a Passo a Passo

Tarsis (à direita) com seu exemplar da Passo a Passo 98. Foto: Ayo Indonesia

Tarsis Hurmali, o Diretor da organização de desenvolvimento, Yayasan Ayo Indonésia, recebe a Passo a Passo há mais de seis anos. Tivemos o privilégio de entrevistar Tarsis sobre como ele usa a Passo a Passo.

Por favor, conte aos nossos leitores sobre sua organização e o trabalho que você faz.

Somos uma ONG local com base em Ruteng, Flores, na Indonésia. Nós nos concentramos em questões de desenvolvimento rural, inclusive agricultura orgânica e cuidados básicos de saúde.

Estamos interessados ​​em como os agricultores podem aumentar sua renda. Além de melhorarmos a dieta das famílias através da introdução de legumes variados, também estimulamos nossos agricultores a atender a demanda local por produtos hortícolas. Nós os incentivamos a participar de grupos de poupança locais, onde eles podem obter empréstimos a juros baixos.

Também realizamos projetos para ajudar pessoas com deficiência, especialmente crianças. Quando nossos recursos permitem, construímos estradas de acesso a aldeias remotas e fornecemos água potável. Recentemente, consideramos a produção de café, uma vez que esta mostra um enorme potencial para o desenvolvimento local.

Como você usa Passo a Passo em seu trabalho?

Estou interessado em saber se os temas em torno dos quais trabalhamos também são de interesse para outros agricultores ao redor do mundo. A Passo a Passo sempre confirma que este é o caso. É muito encorajador ver como as coisas são solucionadas em diferentes partes do mundo.

Aprendo muito e fico inspirado com os principais tópicos e os artigos menores. Como apenas alguns de nós sabem ler em inglês, às vezes eu explico o conteúdo de uma ou duas edições a amigos durante os intervalos para o chá. Lembro-me da edição sobre programas de poupança e empréstimos [Passo a Passo 80: Microempresas]. Expliquei aos nossos amigos aqui que, se eles funcionam bem em outras partes do mundo, também deveriam funcionar aqui. E, agora, apoiamos, com sucesso, a Cooperativa de Crédito Ayo Mandiri, que é uma das organizações irmãs da nossa ONG.

Também traduzimos ou adaptamos alguns artigos à nossa situação local. Lembro-me de que um foi sobre o tráfico de seres humanos, outro, sobre o HIV e outro, sobre a gravidez.

Estudei para ser professor de religião. Muitos dos nossos beneficiários são cristãos, e falo com eles como um padre o faria. Algumas das citações bíblicas da Passo a Passo têm realmente ajudado. Em várias reuniões da Cooperativa de Crédito, este ano, expliquei que, na verdade, os programas de poupança e empréstimos seguem os princípios bíblicos: as pessoas se ajudam umas às outras. Os ouvintes pareceram impressionados com isso.

Como você faz para traduzir Passo a Passo?

Achamos que a Passo a Passo é escrita em uma linguagem simples e fácil, e o conteúdo também é explicado de forma simples. Eu e minha secretária fazemos a tradução.

Há alguma edição ou artigo da Passo a Passo que tenha sido particularmente útil?

Usamos muito as informações sobre o tráfico de seres humanos. A maioria dos leitores que vive em áreas remotas disse que era a primeira vez que eles viam essas informações. Esses conhecimentos foram muito importantes, porque muitos jovens saíram de casa e viajaram para a Malásia para se tornarem trabalhadores migrantes. Também ocorreram vários casos de “pessoas desaparecidas”.

Você usou Passo a Passo 98 como parte de uma conferência sobre o HIV, em dezembro de 2015. Que tipo de impacto essa edição teve?

Essa edição da Passo a Passo chegou à minha mesa quando nos estávamos preparando para uma pequena celebração pelo Dia Mundial da AIDS (1º de dezembro), em uma paróquia remota em Mukun.

Fiquei particularmente feliz ao ler sobre o progresso que está sendo feito no combate ao HIV e à AIDS. É tão bom saber que, com o tratamento certo, as pessoas que vivem com o HIV podem ter uma vida mais longa. A mensagem deu-nos uma grande esperança de que o mundo gradualmente supere esta doença.

Eu queria ter certeza de que as histórias compartilhadas durante a celebração não seriam todas sobre um fim sem esperança, como costumava ser dito às pessoas nos anos anteriores. Não, algumas das histórias realmente trazem esperança!

Traduzimos o artigo sobre “HIV: mitos e verdades” para o indonésio e distribuímos o folheto entre muitas pessoas na celebração. A conferência aumentou os conhecimentos das pessoas sobre o HIV. Uma senhora que vive com o HIV compartilhou informações precisas com centenas de participantes. Alguns deles eram jovens estudantes.

Você quer fazer qualquer outro comentário sobre a Passo a Passo?

A maneira como a Passo a Passo explica as coisas é muito interessante para nós. É sempre simples, mas muito clara. Gostaríamos de lhe agradecer por esta revista incrível, e esperamos que Deus abençoe seu grande trabalho.

Com nossos agradecimentos a Tarsis Hurmali.

E-mail: ayo2indonesia@gmail.com
Site: www.ayo-indonesia.org
A Ayo Indonésia contribuiu com um artigo para a
Passo a Passo 85: Árvores