Cartas

Passo a Passo em suaíli

Obrigado pelo incentivo em meu objetivo de traduzir a revista Passo a Passo e outras publicações da Tearfund para o suaíli, nosso idioma nacional, para que muitas outras pessoas possam entender seu conteúdo. Li cuidadosamente e compreendi as diretrizes para tradução e prometo segui-las quando começar esse trabalho. 

Israel Saghware 

ELCT Mbulu Diocese 
PO Box 16
Mbulu
Tanzânia

NOTA DA EDITORA: Você atualmente traduz a Passo a Passo para o suaíli? Você já traduziu alguma das nossas edições passadas ou outras publicações da Tearfund? Se a resposta for sim, por favor, entre em contato com Israel Saghware pelo endereço acima. Se tiver traduzido alguma das nossas publicações para qualquer outro idioma, adoraríamos saber! Isso significa que podemos compartilhar o seu trabalho com outras pessoas e, se tivermos uma cópia eletrônica, podemos colocá-la no nosso site TILZ.

Formas tradicionais de prever o tempo 

O alerta precoce de desastres ou condições meteorológicas extremas pode permitir que as comunidades tomem medidas antecipadas, salvando vidas e protegendo meios de vida. A ciência climática e a meteorologia (ciência do tempo) podem fornecer informações úteis, porém, muitas comunidades já possuem formas existentes ou tradicionais de prever o tempo ou os eventos extremos através da observação do comportamento dos animais, dos pássaros, dos insetos, do vento e das nuvens. Por exemplo, devido aos seus conhecimentos locais sobre o mar, uma comunidade da Indonésia salvou a vida de mais de 80.000 pessoas durante o tsunami de 2004 incentivando-as a se mudarem para terras mais elevadas.

Gostaria de saber que métodos ou sistemas tradicionais vocês usam na sua comunidade. Vocês têm maneiras de prever condições meteorológicas extremas ou desastres? Eu gostaria de coletar esses conhecimentos e compartilhá-los com outros leitores.

Obrigada!

Claire Hancock
Responsável de Segurança Alimentar, Tearfund
claire.hancock@tearfund.org