Nascido pra voar: do medo para à liberdade

O Projeto Nascido pra Voar é um programa de prevenção do tráfico infantil que educa crianças e seus pais sobre os perigos do tráfico de crianças. Uma equipe de educadores, escritores, artistas e especialistas em crianças passou cinco anos desenvolvendo materiais que outras pessoas podem usar para organizar uma campanha comunitária de seis semanas destinada a erradicar o tráfico de crianças. O objetivo é educar crianças e adolescentes sobre as mentiras que os traficantes usam – e ajudá-los a assumir o compromisso de não serem traficados.

O projeto Nascido pra Voar não deseja explorar ainda mais as crianças traficadas mostrando seus rostos. As crianças que você vê aqui não foram traficadas, mas muitas delas correm esse risco.

Na Romênia, as crianças fizeram suas próprias asas de borboleta durante o programa Nascido pra Voar. Foto: Born to Fly International
Na Romênia, as crianças fizeram suas próprias asas de borboleta durante o programa Nascido pra Voar. Foto: Born to Fly International

Crianças de todas as idades correm o risco de serem traficadas – tanto crianças pequenas quanto adolescentes. Para alcançar ambos os grupos, o programa sugere o treinamento de adolescentes como aprendizes de professores, para que eles possam trabalhar com os materiais e ajudar a administrar o programa.

O currículo Nascido pra Voar para crianças pequenas usa a história de uma lagarta chamada Flor, cujo sonho é voar. Os participantes seguem a lagarta em sua busca para encontrar a “Árvore Raio de Luar”  a fim de ajudar as crianças a explorar questões relacionadas com o tráfico.

O currículo Nascido pra Voar para adolescentes chama-se Campanha Sonhe Alto e ajuda os adolescentes a seguirem seus sonhos de forma segura, a salvo dos traficantes. Essa abordagem adequada para a idade causa um grande impacto nas comunidades em que é usada. O índice de tráfico diminui depois que as pessoas são conscientizadas.

Os materiais foram criados de forma que você possa adaptá-los ao seu contexto, como, por exemplo, uma escola, igreja ou clube infantil. Você também pode escolher seções individuais para realizar um programa mais curto (por exemplo, duas semanas ou um dia). Os materiais foram traduzidos para várias línguas e foram baixados em mais de 65 países pelo mundo.


 

Linha tênue entre conscientização e medo

Como professor ou facilitador, você quer que seus alunos estejam cientes dos perigos do tráfico humano, mas não que eles vivam com medo. Essa é uma linha tênue, e, à medida que você ensina, é necessário observar e ouvir o que os alunos estão pensando e sentindo. Aqui estão algumas sugestões para ajudá-lo a não instigar medo nas crianças ao falar sobre tráfico:

  • Separe as crianças por grupos etários e tenha cuidado especial com as crianças menores. Lembre-se de que não precisa mencionar especificamente o tráfico com as crianças pequenas. Ao invés disso, você pode conversar sobre as escolhas que elas têm e as consequências dessas escolhas.
  • Se as crianças estiverem com medo, converse com elas sobre isso. Você pode encontrá-las individualmente ou em grupo – conforme o que deixá-las mais à vontade. Converse sobre os pensamentos específicos que as estão deixando com medo. Anote cada um dos medos e diga-lhes que quer trabalhar com elas para desenvolver um plano que elas possam usar para se sentirem mais seguras. Examine cada medo e peça-lhes sugestões sobre o que as ajudaria a não sentir medo. Algumas sugestões poderiam ser: sempre andar acompanhado de um amigo, sempre avisar a um adulto aonde vai, não sair para brincar sem avisar a um adulto ou ter consigo um apito de segurança ou telefone celular.
  • Quando precisar identificar ou alertar sobre um perigo, diga também algo positivo, como: “Fico tão feliz por ser sua mãe (ou professora) para ajudá-lo nisso. Você está se tornando uma pessoa muito corajosa.” Às vezes, esta abordagem é chamada de “terapia da realidade”. Os objetos, as pessoas e as circunstâncias que criam os medos são reais, não imaginários (mesmo que algumas reações infantis pareçam extremas para os adultos), portanto suas respostas também devem ser reais. Isso ajuda a criar um ambiente de segurança, saúde e liberdade. É por isso que os materiais do Nascido pra Voar ensinam comportamentos específicos para evitar que as crianças sejam traficadas (fazer boas escolhas, saber distinguir quando alguém é um verdadeiro amigo, etc.).
  • Converse com as crianças periodicamente e pergunte como elas estão e se ainda estão com medo. Crie um local seguro para se encontrarem regularmente, onde elas se sintam à vontade para conversar com você sobre seus medos.

Adaptado a partir de materiais do Nascido pra Voar. Usado com permissão.

Hora do Conto

O tráfico é uma questão delicada sobre a qual pode ser difícil conversar diretamente, especialmente com crianças pequenas. O Nascido pra Voar usa a história de uma lagarta chamada Flor que sonha em voar, a qual pode ser lida abaixo. A história introduz questões importantes para esse grupo etário jovem. Você pode usá-la ou até mesmo escrever a sua própria história.

Cada criança recebe um certificado ao concluir o programa. Foto: Born to Fly International
Cada criança recebe um certificado ao concluir o programa. Foto: Born to Fly International

Popi conta a Flor e Max por que só existe uma Árvore Raio de Luar no mundo – escondida bem distante, nas Montanhas Altas, onde ninguém jamais esteve. Flor sonha em encontrar a tal árvore, mas Popi lhe diz que ela ainda não está pronta e que deve terminar seus estudos primeiro. Contra a vontade de Popi, Flor foge da sua vila em busca de seu sonho. Nesse mundo novo e estranho, ela precisa aprender a distinguir os verdadeiros amigos dos malvados Ladrões de Sonhos, que tentam roubar os sonhos de todas as pessoas.

No começo, ela consegue ver a diferença, mas logo ela confia nos Ladrões de Sonhos e acaba sendo sequestrada. Durante seu tempo em cativeiro, ela percebe os erros que cometeu. Ela percebe que:

  1. escolhas têm consequências;
  2. ela precisa saber quem são os seus verdadeiros amigos;
  3. ela é única, valiosa e digna de ser amada;
  4. para alcançar seu sonho, ela deve ser paciente, trabalhar duro e esperar a hora certa;
  5. e ela nasceu para voar e não deve se conformar com menos.

Flor escapa dos Ladrões de Sonhos, mas fica apavorada ao ver asas nascendo nas suas costas. Infeliz, ela volta para sua vila envergonhada e sem as sementes da Árvore Raio de Luar.

Popi diz a ela que pode tentar encontrar a Árvore Raio de Luar novamente, mas somente depois de terminar seus estudos. Dessa vez, Flor escuta-o e, depois de se formar, sai bem preparada para sua segunda viagem. Mais uma vez, ela encontra amigos e inimigos, mas agora ela está pronta. Com suas asas novas para voar, ela derrota os Ladrões de Sonhos, encontra a Árvore Raio de Luar e leva sementes para todos da sua vila. O sonho de Flor torna-se realidade.


Como explorar a história

Aqui está um resumo das sessões usadas pelo Nascido pra Voar para explorar a história de Flor.

SESSÃO 1: Escolhas têm consequências.

  • Por que estar ciente disso pode garantir sua segurança e evitar que você seja traficado?
  • Por que esperar é um elemento importante da escolha?
  • Que escolha ruim Flor fez?

SESSÃO 2: Saiba quem são seus verdadeiros amigos.

  • Por que saber quem eles são pode garantir sua segurança e evitar que você seja traficado?
  • Você conhece alguém que talvez não seja um verdadeiro amigo?
  • O que é amor incondicional? Como os amigos demonstram amor incondicional?

SESSÃO 3: Você é único, valioso e digno de ser amado.

  • O que significa ser único?
  • O que significa ser valioso?
  • O que tem mais valor: você ou uma pedra? Você ou um par de sapatos? Você ou um celular?
  • Por que saber que você tem valor pode evitar que você seja traficado?

SESSÃO 4: Seja paciente, trabalhe duro e espere a hora certa.

  • O que você está esperando?
  • Que sonho você quer se esforçar para alcançar?
  • Você está sendo paciente o suficiente enquanto espera que seu sonho se torne realidade?

SESSÃO 5: Você nasceu para voar. Não se conforme com menos.

  • O que significa “voar”?
  • De que forma Flor se conformou com menos na história? De que forma você já se conformou com menos?
  • Flor tinha um sonho: voar. Qual é o seu sonho?
  • Que boas escolhas você pode fazer para alcançar seu sonho? “

Hora do Conto” e “Como explorar a história” foram tirados diretamente do currículo Nascido pra Voar, © 2010 Born to Fly International. Usados com permissão.

Artigo adaptado a partir dos materiais Nascido pra Voar. Nosso agradecimento a Diana Scimone, Presidente do Born to Fly.

Você encontrará mais informações sobre os recursos Nascido pra Voar na página de Recursos (página 7). Você pode contatar a organização enviando um e-mail para info@born2fly.org ou escrevendo para Born to Fly, PO Box 952949, Lake Mary FL 32795, EUA.

Site: http://born2fly.org