Fabricação de sabão

Fazer sabão básico e simples é relativamente fácil e requer um equipamento básico. Porém, há alguns riscos para as pessoas que trabalham com a fabricação de sabão, sobre os quais qualquer fabricante potencial deve estar ciente. Este artigo, baseado num Resumo Técnico da Practical Action, descreve como fazer sabão duro simples para vários usos domésticos, inclusive para lavar as mãos. 

Ingredientes

O sabão básico contém três ingredientes principais: 

  • óleo ou gordura (óleo é simplesmente gordura líquida); 
  • lixívia (ou álcali); e 
  • água.

As receitas de sabão incluem sal, pois ele é necessário para separar a mistura, mas ele não fica no sabão.

Podem ser acrescentados outros ingredientes para dar cor ou um perfume agradável ao sabão, ou para que ele suavize a pele. Quase qualquer gordura ou óleo não tóxico pode ser usado para fazer sabão. Alguns tipos comumente usados são: gordura animal, óleo de abacate e óleo de girassol. As gorduras sólidas e os óleos “saturados”, tais como óleo de coco, azeite de dendê e óleo de palmiste (da amêndoa de dendê), são mais adequados para fazer sabão. Os sabões feitos somente com óleos “insaturados”, tais como o óleo de soja, girassol e cártamo podem ficar moles e não são recomendados. 

A lixívia pode ser comprada em forma de potassa cáustica (hidróxido de potássio) ou soda cáustica (hidróxido de sódio), ou, na falta dessas, ela pode ser feita de cinzas. Para fazer sabão duro, use soda cáustica. 

Alguns sabões ficam melhores se forem feitos com água mole (o tipo de água que faz espuma com o sabão e não deixa sedimento ou resíduos). Para esse tipo de sabão, é necessário usar água da chuva ou acrescentar bórax (borato de sódio, que amolece a água) à água da torneira ou do poço. Todas as substâncias químicas acima geralmente podem ser encontradas em supermercados, farmácias ou ferragens nas cidades maiores.

Fabricação de lixívia: coloque cinzas, acrescente água fervente e mexa.

Como fazer lixívia com cinzas 

Para fazer uma pequena quantidade de lixívia, use uma tigela de porcelana ou um balde de plástico. 

1. Encha o balde com cinzas e acrescente água fervente, mexendo para molhar as cinzas.

2. Acrescente mais cinzas para encher o balde até o topo, acrescente mais água e mexa novamente.

3. Deixe as cinzas em repouso por 12–24 horas, ou até que o líquido esteja límpido, e, então, despeje cuidadosamente a lixívia sem o sedimento noutro recipiente.  

Podem-se usar as cinzas de qualquer material vegetal queimado, mas a lixívia feita com cinzas de folhas ou de engaços de bananeira (suporte que sustenta o cacho de bananas) é mais forte. 

Quanto mais tempo a água ficar parada antes de ser retirada, mais forte será a lixívia. Se você colocar um ovo dentro da lixívia e ele flutuar, a lixívia estará numa boa concentração para fazer sabão. A concentração da lixívia não precisa sempre ser a mesma, pois ela combina com a gordura numa proporção fixa. Se a lixívia estiver fraca, você pode acrescentar mais lixívia durante o processo até que toda a gordura se transforme em sabão.


CUIDADO!

A lixívia é extremamente cáustica. Se respingar na pele, ela queima; se respingar nos olhos, pode cegar; e, se ingerida, pode ser fatal. Tenha cuidado especial ao colocar a potassa ou soda cáustica na água fria, ao misturar a água com a lixívia e ao derramar o sabão líquido nas formas. A lixívia solta gases tóxicos, portanto, mantenha a distância e vire a cabeça para o outro lado enquanto estiver dissolvendo a lixívia. Não respire os gases da lixívia. Se possível, use luvas de borracha e óculos de proteção de plástico (se não tiver luvas de borracha, cubra as mãos com sacos de plástico, mas certifique-se primeiro de que não estejam furados). Use também um avental ou macacão de trabalho para proteger a roupa. Se respingar lixívia na pele ou nos olhos, lave imediatamente com bastante água fria. 

Quando a lixívia é acrescentada à água, a reação química esquenta a água rapidamente. Sempre acrescente lixívia à água aos poucos.

  • Nunca acrescente lixívia à água quente, pois ela pode ferver, transbordar e queimar sua pele.  
  • Nunca acrescente água à lixívia, pois ela pode reagir com violência e respingá-lo por todo o corpo. 

Devido a esses perigos, mantenha as crianças pequenas longe do local de processamento enquanto estiver fazendo sabão. Elimine os resíduos da saponificação com cuidado, fora da casa, mas não os despeje no ralo. 

O sabão endurecido é cáustico, pois a lixívia ainda não reagiu completamente com a gordura e ainda não se neutralizou. Esse processo leva três semanas e é conhecido como cura. Ao manusear o sabão endurecido, mas que ainda não foi curado por, pelo menos, três semanas, use luvas de borracha ou cubra as mãos com sacos de plástico.


1) Gordura e uma pequena quantidade de água/lixívia. 2) Lixívia diluída. 3) Coloque conchas em quantidades iguais de gordura quente e lixívia e continue mexendo.

Como fazer sabão duro

Esse método requer três chaleiras ou panelas: duas chaleiras pequenas para pôr a lixívia e a gordura e uma grande para pôr os dois ingredientes sem transbordar quando ferverem.

1. Coloque a gordura limpa numa chaleira pequena com água ou lixívia fraca o suficiente para não queimar e aqueça até ferver.

2. Coloque a lixívia diluída na outra chaleira pequena e aqueça até ferver.

3. Aqueça a chaleira grande e, com uma concha, coloque mais ou menos um quarto da gordura derretida. Acrescente a mesma medida de lixívia quente, mexendo sempre.

4. Continue fazendo isso: uma pessoa coloca alternadamente as conchas de gordura e lixívia, enquanto outra pessoa mexe, até misturar bem cerca de dois terços da gordura e da lixívia. A essa altura, a mistura deve estar com uma consistência cremosa e aparência uniforme. Coloque algumas gotas num prato de vidro ou cerâmica e deixe esfriar: não devem aparecer glóbulos de gordura separados nem gotículas de água.

5. Continue fervendo e acrescente o restante da gordura e da lixívia alternadamente, cuidando para que não sobre lixívia no final do processo, até a mistura ficar grossa e viscosa e escorregar da colher ou pá.

6. Acrescente sal para quebrar a emulsão (mistura) cremosa de óleos e lixívia. O sabão subirá para a superfície da lixívia em grânulos, semelhante a leite talhado. A lixívia residual contém glicerina, sal e outras impurezas, mas nenhuma gordura ou álcali.

7. Derrame a mistura, que deverá estar grossa como mel, em caixinhas de madeira rasas ou moldes de sabão forrados com pano (o pano evita que o sabão grude nos moldes). Outra opção é derramar o sabão numa tina deixada de molho em água durante a noite para esfriar e solidificar. Não use um recipiente de alumínio, pois o sabão irá corroê-lo. Cubra os moldes ou tina com sacos para manter o calor e deixe o sabão endurecer por 2–3 dias. 

8. Depois que esfriar, o sabão poderá ser cortado em barras menores com um cordão duro e liso ou um arame fino. Pode-se usar uma faca, mas cuidadosamente, pois ela pode estilhaçar o sabão. Empilhe as barras folgadamente em prateleiras feitas de sarrafos de madeira, num local fresco e seco e deixe-as por pelo menos 3 semanas para secarem e endurecerem completamente. 

1) The mixture is poured into a mould lined with cloth. 2) The cold soap can be cut with a wire.

1) Coloque a mistura num molde forrado com pano. 2) O sabão frio pode ser cortado com um arame.

PARA MELHORAR O SABÃO DURO 

Pode-se fazer um sabão de melhor qualidade derretendo novamente o produto da primeira fervura, acrescentando mais gordura ou óleo e lixívia, conforme necessário, e fervendo-o mais uma vez. O tempo necessário para esse último passo dependerá da concentração da lixívia, mas geralmente são necessárias 2–4 horas de fervura. Se usar gordura pura em grânulos e lixívia branca de boa qualidade, o produto resultante será um sabão branco duro, adequado para todos os fins domésticos. Podem-se acrescentar corantes, essências ou óleos essenciais ao sabão no final da fervura para dar cor ou disfarçar o cheiro de “lixívia gordurosa” e dar um perfume agradável.

SABÃO SIMPLES DE COZINHA

Dissolva 1 lata de lixívia comercial (soda cáustica) em 5 xícaras de água fria e deixe esfriar. Enquanto isso, misture 2 colheres de sopa (30 ml) de bórax em pó e a mesma medida de amônia líquida em meia xícara de água. Derreta 3 kg de gordura, filtre e deixe esfriar até a temperatura do corpo. Derrame a gordura morna na água com lixívia e, batendo a mistura, acrescente gradualmente a mistura de bórax e amônia. Mexa por aproximadamente 10–15 minutos, até formar uma emulsão e derrame a mistura num molde forrado com pano para esfriar.  

SABÃO BRANCO DURO FERVIDO

Dissolva 0,5 kg de potassa cáustica em 5 litros de água fria. Deixe a mistura em repouso durante a noite e, então, derrame o líquido sem o sedimento numa panela com mais 5 litros de água quente e ferva. Acrescente lentamente 2 kg de gordura derretida quente, mexendo constantemente até formar uma emulsão. Cozinhe em fogo brando por 4–6 horas, mexendo regularmente, e, então, acrescente 5 litros de água quente contendo 1 xícara de sal dissolvido. Verifique se a mistura está pronta: levante-a com uma faca fria para ver se está viscosa e transparente.  

Outras informações

Há mais informações no Resumo Técnico completo em inglês:

  • Como fazer sabão mole (processo frio) 
  • Como fazer grandes quantidades de lixívia
  • Como fazer sebo (gordura animal preparada para uso na fabricação de sabão e velas) 
  • Outras receitas de sabão
  • Sugestões de soluções para problemas comuns na fabricação de sabão
  • Lista de recursos adicionais

 A atualização mais recente do Resumo Técnico foi feita por Tony Swetman. A Practical Action usa a tecnologia simples para combater a pobreza e transformar vidas. O resumo completo pode se baixado do site.

Acesse http://practicalaction.org/practicalanswers e digite “soap making” (fabricação de sabão) na caixa de pesquisa.