Contato direto: crianças aprendem sobre a natureza

Angela McKay e Camille Allan

A Rocha é uma organização cristã de conservação da vida selvagem que trabalha em 20 países.

No Peru, as crianças estão aprendendo com A Rocha como cultivar mudas de plantas. Foto: Ramón Casana Araujo/A Rocha Peru

A Rocha Peru acredita que ajudar as crianças a se envolverem com o mundo natural ao seu redor é vital para a conservação do meio ambiente. Todos os projetos de conservação de A Rocha Peru incluem Clubes Ambientais, que incentivam os jovens a se envolverem com a natureza de uma forma prática. Os clubes ajudam os jovens a aprender como cuidar do seu meio ambiente, ao mesmo tempo em que desenvolvem sua independência e autoestima.

A Rocha Índia trabalha com um grupo de jovens cegos e com perda parcial de visão que vivem perto do Parque Nacional Bannerghatta. Uma equipe levou-os para a floresta. Lá, eles tiveram a oportunidade de ouvir o canto dos pássaros; tocar e cheirar diferentes plantas, solos e pedras; e cheirar pilhas frescas de esterco de elefante! Depois, foi dado a cada um dos jovens um modelo de elefante para explorar através do toque. Eles, então, fizeram os seus próprios modelos, criando uma manada maravilhosamente variada.


As crianças com que A Rocha Uganda e A Rocha Gana trabalham coletam sementes de árvores nativas e preparam sementeiras. Elas, então, plantam as sementes e cuidam delas até que as mudas tenham crescido o suficiente para serem plantadas do lado de fora, ao redor de sua escola ou casas. As mudas são transplantadas para vasos feitos com recipientes de água de plástico reciclados, o que ajuda a reduzir o lixo. As crianças veem as mudas transformarem-se em árvores, as quais têm muitas utilidades: fornecem abrigo e alimento, melhoram o solo e ajudam a mantê-lo úmido e são usadas como madeira para fazer móveis ou para a construção.


Angela McKay é a Coordenadora de Educação Ambiental de A Rocha International (angela.mckay@arocha.org) e Camille Allan é a Diretora Nacional de A Rocha Peru (camille.allan@arocha.org)

Acesse www.arocha.org para saber mais sobre o trabalho de A Rocha.


Como podemos incentivar a próxima geração a crescer e se preocupar profundamente com esta preciosa criação?

Em La Libertad, ao longo do litoral deserto do norte do Peru, A Rocha está restaurando matas secas. Esse é um dos ecossistemas mais ameaçados do mundo. Lá, A Rocha iniciou dois clubes ambientais. Os membros participam ativamente das atividades do projeto, tais como a produção e plantio de algarobos, uma árvore nativa da região.

Outras atividades e projetos são:

  • visita a locais de interesse ambiental;
  • criação de áreas verdes nos centros de suas cidades;
  • cultivo de hortaliças no seu clube;
  • reciclagem e reutilização de lixo plástico;
  • realização de eventos comunitários informativos.

Os sócios do clube desenvolvem uma apreciação e responsabilidade profundas por seu meio ambiente. Eles aumentam a consciência ambiental das pessoas, especialmente no que diz respeito ao compromisso da comunidade de conservar a mata seca.

Melanie Atocha Gamarra é uma sócia de 14 anos do clube. Ela explica: “Através do clube, aprendi não só a cultivar plantas e cuidar do meio ambiente, mas também a relaxar, me descontrair e crescer como pessoa. Gosto de fazer parte do clube, porque posso estar em contato com a natureza, ter um meio ambiente mais limpo e contribuir para a minha comunidade.”


Mais ideias de atividades
David Melville

AMEAÇAS ÀS MATAS E FLORESTAS

Mostre fotografias ou desenhos de ameaças aos jovens. Estimule-os a tentarem descobrir o que está acontecendo em cada imagem. Alguns exemplos podem ser:

  • construção de casas ou estradas;
  • caça furtiva;
  • matança de animais para obtenção de carne de animais selvagens (os quais podem ser espécies raras);
  • incêndios resultantes da fumigação de abelhas;
  • mineração;
  • exploração de bambu e madeira.

Esta atividade pode ser usada para todos os tipos de problemas, como erosão do solo, desmatamento ou poluição. Use dramatizações para tornar os problemas mais reais.

APRENDIZAGEM DE NOMES

Prepare fotografias ou desenhos de aves e animais locais com cartões separados com seus nomes no idioma nacional e local. Faça jogos que incentivem as crianças a aprender os nomes de todas as criaturas.

VISITA DE CAMPO LOCAL

Leve jovens para visitar um local próximo e peça-lhes para andarem em duplas, enquanto um deles observa e o outro anota no papel tudo o que perceberem. Mais tarde, peça-lhes para contarem uns ao outro o que viram.

David Melville trabalha como Coordenador Ambiental para A Rocha Reino Unido. Ele está escrevendo sobre sua experiência em uma escola de Ruanda através da sua ligação com a Trinity Church, em Southover, Lewes.
E-mail: djmelville77@btinternet.com