R17 O relacionamento do casamento

O relacionamento do casamento na visão bíblica deveria ser algo que acontece entre duas pessoas e Deus. Entretanto, ele está sujeito à muitas influências e pressões – da família, da igreja, da cultura e do que é esperado dele na sociedade. Estas pressões podem ser particularmente fortes se os noivos são de culturas, religiões ou países diferentes. A Declaração Universal de Direitos Humanos das Nações Unidas afirma de modo claro que as pessoas podem escolher casar-se independentemente de raça, país de origem ou religião.

Tradicionalmente em algumas culturas, os pais escolhem e arranjam parceiros para os seus filhos. Isto pode trazer vantagens ao assegurar que seus filhos estejam colocados em estruturas sociais, culturais e educacionais similares. Entretanto esta prática pode também resultar em casamentos forçados, onde pressões imensas podem ser colocadas sobre os jovens envolvidos, principalmente moças, para se casarem contra a sua vontade.

Em muitos países as mulheres são consideradas propriedades de seus maridos. Isto faz com que seja difícil para elas compartilharem seus pontos de vista de uma forma aberta, como também para trabalharem, ou tomarem qualquer iniciativa sem a permissão de seus maridos. Isto também significa que estão mais vulneráveis à violência doméstica.

Dentro do casamento cada cônjuge é igual, devendo amar e respeitar o outro, aceitando as suas diferenças. Casamentos estáveis são vitais para o bem-estar das nossas comunidades.

Discussão
  • Leia 1 Coríntios 7:1-7. Qual é a sua reação ao comentário de Paulo nos versículos 1 e 2 sobre o casamento?
  • No versículo 4 o ensinamento de Paulo é bastante radical. Na época em que o texto foi escrito esta declaração deve ter sido considerada extraordinária! A visão comum da época seria a da autoridade do marido sobre sua mulher. Mas Paulo não fala isto! O que é incomum sobre o seu ensinamento? O que podemos aprender dele? Como isto beneficiaria um casamento?
  • A nossa igreja ajuda a preparar casais para o matrimônio? Isto seria útil? Se afirmativo, como isso poderia ser feito?
  • A quem os casais de nossa comunidade com problemas de relacionamento poderiam procurar a fim de receberem apoio e aconselhamento sábio?
  • Em nossa cultura, a quem uma esposa poderia procurar para receber aconselhamento, no caso dela estar sofrendo de violência doméstica e estar temendo por sua própria vida e pela vida de seus filhos?
  • Que leis a respeito do divórcio existem em nosso país? Qual é o ensinamento bíblico a respeito do divórcio? Como podemos oferecer apoio às pessoas que estão lidando com a dor do divórcio?
  • De que forma nosso governo apóia o casamento cristão? Do nosso ponto de vista, existem leis que poderiam ser mudadas para fortalecer o relacionamento do casamento?

Artigos 12, 16, 19 A Declaração Universal dos Direitos Humanos das Nações Unidas