Grupos de Autoajuda

O modelo de GA da Tearfund fundamenta-se na crença de que as pessoas que vivem na pobreza podem ser agentes de mudança ao invés de meros receptores de auxílio. Nossos GAs promovem o empoderamento econômico, social e político e concentram-se no desenvolvimento pessoal, na construção de relacionamentos, na resolução coletiva de problemas, em ações coletivas, na autoconfiança e na autoaprendizagem. Os membros do grupo são incentivados a se tornarem promotores de mudanças em sua própria vida e em sua comunidade. Relacionamentos de apoio mútuo são primordiais; os membros frequentemente veem os grupos como santuários onde eles podem discutir seus problemas e construir relações de confiança que lhes ofereçam apoio ao passarem por crises pessoais.

Os GAs têm entre 15 e 20 membros e destinam-se intencionalmente aos setores mais pobres da comunidade. Muitos dos grupos são formados apenas por mulheres. Os membros poupam uma pequena quantia a cada semana, começando com algo em torno de 10 centavos. Essa poupança regular lhes possibilita formar um capital de grupo, que permite que eles tomem pequenos empréstimos a juros baixos para ajudar nos custos com educação e saúde, necessidades urgentes de consumo de e, em última análise, para o estabelecimento ou ampliação de microempresas. Os grupos são autogeridos, mas intensos na facilitação, e são inteiramente financiados pela poupança dos seus membros.

O modelo de GA resulta em retornos muito altos e está demonstrando mudanças transformacionais na vida das pessoas.

A Tearfund trabalha com GA desde o início do primeiro programa na Etiópia, em 2002. Atualmente, a Tearfund apoia mais de 27.000 GA na África Subsaariana e está ampliando a abordagem pela Ásia e América Latina. Estamos continuamente produzindo evidências do impacto do nosso programa de GA.

A Tearfund acredita que os GA sejam mais eficazes ao abordarem a redução da pobreza quando combinados com treinamento e serviços de consultoria em redução do risco de desastres (RRD), agricultura adaptável e diversificada, desenvolvimento de negócios, saúde e saneamento, advocacy, alfabetização e outras habilidades. As atividades adicionais e o apoio do “GA Plus” maximizam o potencial dos GA para a resiliência nos meios de vida e a redução da pobreza.

Recursos

Saving for a very dry day coverSaving for a very dry day: The contribution of self-help groups to building resilience in East Africa? (PDF 685 KB) (em inglês) 
A Tearfund encomendou seis estudos de pesquisa para avaliar o impacto dos programas de GA sobre as pessoas que vivem na pobreza na região do Corno de África. Aqui está um resumo desses seis relatórios de pesquisas, com foco em temas recorrentes e apresentando os principais pontos de aprendizagem relevantes a todas as organizações que apoiam – ou que estão buscando apoiar – os programas de GA.

Os relatórios completos das pesquisas podem ser encontrados abaixo (em inglês):

Releasing potential front coverReleasing potential: A facilitator’s learning resource for self-help groups (PDF 2.9 MB) (em inglês)
Esse recurso de aprendizagem documenta o processo dos grupos de autoajuda (GA) tal como implementado pelos colaboradores da Tearfund e seus parceiros na Etiópia. Sua função primária é oferecer um recurso de aprendizagem para facilitadores na Etiópia, mas ele também serve como uma introdução ao processo de GA como um todo para outros funcionários da Tearfund e profissionais de desenvolvimento ao redor do mundo. O processo de plantio, produção e apreciação do café, um cultivo de importância econômica e cultural significativa na Etiópia, tem sido usado ao longo do recurso de aprendizagem como um símbolo do estabelecimento, cultivo e colheita dos grupos de GA.

Humanitarian case transfers front coverHumanitarian cash transfers through self-help groups: Making the Most of Local Approaches? (PDF 1.6 MB) (em inglês)
Este relatório contém as conclusões de um estudo de impacto de um projeto-piloto realizado em 2016 na Etiópia. Por meio do projeto-piloto, subvenções humanitárias individuais em dinheiro foram oferecidas aos grupos de autoajuda e através deles, com o fim de ajudá-los a lidar melhor com os efeitos da seca.

Partnerships for change front coverCost Benefit Analysis of SHGs in Ethiopia: Partnerships for change (Relatório completo) (PDF 685 KB) (em inglês)
A Tearfund encomendou um estudo para quantificar os benefícios da transformação na vida das pessoas através dos grupos de autoajuda. Os benefícios incluíram aumento da renda, melhoria da nutrição, da educação e dos cuidados de saúde, além de um maior envolvimento nos processos decisórios locais na Etiópia.
Sumário executivo (8 páginas) (PDF 279 KB) e Documento de resumo (2 páginas) (PDF 264 KB)

Kit de ferramentas Revelar
O Revelar é uma coletânea de ferramentas e atividades desenvolvidas para ajudar as igrejas e outras organizações a trabalhar com as comunidades. Também ajuda a tornar o processo de empoderamento comunitário ainda mais eficaz, oferecendo ferramentas que ajudam a descobrir, explorar e abordar questões ocultas, bem como oferecendo orientação e apoio técnicos para ações e projetos comunitários. O Revelar também incentiva os facilitadores a acessarem as informações localmente e a se basearem em seu próprio conhecimento comunitário.