Ir para o consentimento do cookie

Da: Tecnologias adequadas – Passo a Passo 46

Como testar e adaptar ideias para atender às necessidades locais

Administração: usando os recursos que recebemos

Leia Mateus 25:14-30

Um homem, partindo de viagem, chama os seus servos e pede-lhes que cuidem de seus bens, enquanto ele estiver fora.

Os servos com cinco e dois talentos usam o que lhes é dado, dobrando-o, mas o servo com um talento enterra-o na terra.

O mestre julga o servo por suas próprias palavras. Se ele sabia que o mestre ceifava onde não havia semeado, ele deveria ter dado o dinheiro ao banco, para devolver o que lhe fora dado com juros. Este escravo recebeu muito pouco. Ele também decidiu não usar o que lhe fora dado. Ele é julgado por preferir ignorar o que lhe é dado – mesmo que seja pouco em comparação ao que os outros servos receberam. Seu mestre chama-o de mau e negligente, e ele é lançado às trevas.

Os dois escravos que usaram bem o que lhes havia sido dado permanecem com o mestre e compartilham o seu gozo. Porque eles foram fiéis sobre o pouco, são colocados sobre muito.

Tudo o que possuímos vem de Deus. Ele confia em nós para cuidarmos do que ele nos dá (Gênesis 2:15, Gênesis 9:3) e para o usarmos bem (1 Pedro 4:10).

Rose Robinson trabalhou com a MOPAWI em Honduras por quatro anos como funcionária internacional da Tearfund.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.