Mudança de vida - Reabilitação de Drogas, Estudo de Caso 1

O dicionário descreve a palavra reabilitação como sendo 'uma maneira de restaurar à eficiência através de treinamento'. Há muitos tipos diferentes de projetos de reabilitação à disposição daqueles que estão buscando ajuda para se recuperarem da dependência de drogas.

Programa Resgate

Cairo, Egito
pelo Dr Ehab El Kharratt.

O uso de heroína tem contaminado as ruas do Cairo desde 1980. Antes disto, apenas as drogas mais leves eram usadas. O ópio e o haxixe têm sido usado por várias décadas, enquanto o uso de tranqüilizantes e benzedrina cresceu rapidamente nos anos 70.

O número de utilizadores de drogas perigosas está estimado entre 400 e 500 mil, na maioria homens jovens. Se adicionarmos os utilizadores regulares de haxixe, estaremos falando então em 2 milhões de pessoas em uma população de 58 milhões de egípcios. O problema das drogas está causando danos sérios às vidas e finanças das famílias egípcias.

Com nenhum programa de reabilitação de drogas funcionando em todo o país, os hospitais mentais privados têm um nível de sucesso de reabilitação inferior a 1%.

Pequenos passos

Muitas pessoas em nossa igreja se sentiram muito preocupadas por amigos e familiares de jovens que foram atingidos por tóxico dependência. Em 1989, Adel, um dependente de heroína, totalmente arrasado financeira e psicologicamente, me foi apresentado. Oferecemos-lhe apoio médico através de desintoxicação e um curso bíblico com jovens voluntários. Após 18 dias deste programa, Adel, nosso primeiro drogado, aceitou Jesus em lágrimas. Ele começou a orar por seus amigos e quatro drogados participaram em um acampamento cristão para jovens.

Na terceira noite deste acampamento, eu deveria pregar sobre que 'Jesus liberta de toda escravidão'. Mas será que eu realmente cria que Jesus poderia libertar estes drogados? Eu sabia que estes eram casos muito difíceis - alguns haviam sido internados mais de dez vezes e a maioria teve problemas sérios com a polícia. Não, eu admiti que não cria que estas pessoas poderiam ser libertadas. Mas como poderia pregar um evangelho no qual eu não cria? Com esforço, tomei um passo de fé em oração e preguei com confiança. O lugar estava repleto da presença do Senhor de uma maneira que eu raramente havia encontrado antes ou depois daquela noite. Três destes quatro drogados receberam o Senhor em lágrimas e uma alegria imensa tomou conta deles.

Começamos um grupo especial de terapia de discipulado diário após este acampamento. Ao retornarem para o Cairo, um quinto drogado se uniu a eles.

Um de seus primeiros passos foi devolver um carro que eles haviam roubado pouco antes do acampamento e que estavam planejando vender para comprar drogas.

O Espírito Santo ajudou a mudar totalmente a vida destes jovens. Eles nunca mais votaram ao hábito. Um deles trabalha agora conosco em período integral, um acabou de regressar de um trabalho cristão ajudando refugiados em uma área de desastres, dois trabalham em negócios e o quinto está se preparando para seu casamento e está trabalhando como farmacêutico no Kuwait.

O trabalho de reabilitação hoje

Desde de junho de 1991 alugamos um apartamento que serve como centro de reabilitação temporário para cinco residentes de cada vez. Eles, em princípio, têm oportunidade de encontrar os líderes, nossos ex-drogados e terapeutas e conhecer nosso programa. Se eles desejarem se integrar a nós , eles começam um programa de um ano. Até que o programa termine eles devem se manter distanciados de seus antigos amigos que são drogados. Em princípio eles são isolados por dois meses, ficando no apartamento, fazendo estudos bíblicos, trabalho de casa, desportos, em reuniões pessoais e em grupos com os líderes. Pouco a pouco eles passam mais e mais tempo fora. No sexto mês nós os incentivamos a começar a trabalhar ou estudar meio período.

Devido à nossa falta de espaço, apoiamos até hoje 22 drogados em nosso programa. Estas pessoas são, na maioria, aquelas que já não tinham mais saída, tinham perdido seus empregos, apoio familiar e recursos financeiros. Destes 22, 14 terminaram o programa com sucesso – hoje não usam mais drogas e tiveram suas vidas totalmente mudadas. Este nível de sucesso não é atingido em nenhum outro lugar no Egito.

Além disso também fazemos campanhas de conscientização em escolas, clubes desportivos, universidades, acampamentos de jovens e igrejas. Os testemunhos de ex-drogados são muito úteis para ajudar jovens a evitarem o caminho da destruição.

Planos futuros

Nossa visão tem sido de ter uma fazenda onde pudéssemos acomodar 100 drogados. Foram-nos concedidos 30 hectares de terra no deserto em Wadi-El-Natroon. Perfuramos um poço e instalamos irrigação. Até o momento, foram plantadas 4.000 oliveiras e 200 tamareiras. Oito hectares são utilizados para produção agrícola e já fizemos três colheitas. Começamos a construir o prédio em setembro de 1994. Boa parte do financiamento veio de fontes  locais e de dois passeios de barco que organizamos no Rio Nilo!

Além do trabalho com os drogados, planejamos apoiar a comunidade local a estabelecer um programa de cuidados de saúde primários, um programa de alfabetização e microempresa para a produção de carpetes e tapetes tradicionais da área.

Vemos a graça de Deus como sendo a fonte de toda libertação, mudança e poder. Temos a confiança de que o que está acontecendo neste trabalho dá-Lhe a glória e o louvor que Ele merece.

O Dr Ehab El Kharratt é o Diretor do Programa Resgate. PO Box 1333, Cairo, Egito.

Usos e efeitos das drogas

Substâncias

Efeitos duram

Métodos de uso

Efeitos

Sintomas de 'overdose'

Sintomas da desabituação

Narcóticos

Ópio

3-6 horas

mastigando, fumando

euforia, tontura, náusea

respiração lenta e não profunda, pele viscosa, convulsões

insônia, olhos lacrimejantes, perda de apetite, trémulo, câimbras, náuseas, vômito frieza diarréia

Heroin

3-6 horas

injetada, cheirada fumada

Calmantes

Barbituratos

1-16 horas

pela boca

fala inarticulada, comportamento de bêbado, preguiça

respiração não profunda, pele viscosa, coma, possível morte

ansiedade, insônia, trémulo, delírio, convulsões

Tranqüilizantes*

4-8 horas

pela boca

Estimulantes

Cocaína

1-2 horas

cheirada, injetada, fumada

maior agilidade, comportamento excitado, insônia, perda de apetite

agitação, aumento de temperatura, alucinações, possível morte

apatia, períodos de longos sonos, irritabilidade, depressão

Benzedrina

2-4 horas

pela boca, injetada.

Maconha

Diamba

2-4 horas

pela boca, fumado

euforia, apetite aumentado

mudança de personalidade, senso de tempo alterado, falta de interesse em alcançar alvos

insônia

Haxixe

2-4 horas

pela boca, fumado

 

 *ex: Diazepam

Algumas Definições

Desabituação - Deixar de usar drogas após o uso regular. Como o corpo se torna dependente das drogas, este é um processo doloroso.

''Cold Turkey'' - Deixar de usar drogas, sem qualquer medicação para aliviar os sintomas.

Desintoxicação - Deixar de usar drogas com a ajuda de medicação. Isto pode aliviar muito os sintomas. As drogas usadas são normalmente caras.