Estudo bíblico: Investindo nossas vidas com sabedoria

Investindo nossas vidas com sabedoria 

Podemos fazer três coisas com nossas vidas. Podemos desperdiçá-las, podemos gastá-las ou podemos investi-las. A Bíblia ensina-nos a investir nossas vidas, para fazermos algo de construtivo para a eternidade. Não devemos viver nesta terra como consumidores. Ao invés disso, devemos contribuir com nossas vidas. Teremos de prestar contas a Deus sobre como investimos nossas vidas. Passemos algum tempo refletindo sobre como usamos nossas habilidades, recursos, tempo e experiência.

Leia Mateus 25:14-30

  • Discuta o que o homem, o servo e a propriedade representam nesta parábola.
  • Os servos têm alguma influência sobre o que lhes é dado?

Tudo o que possuímos pertence a Deus. Temos a permissão de tomar-mos coisas emprestadas por um certo número de anos. Não trouxemos nada para este mundo e não levaremos nada deste mundo conosco, quando partirmos. Estamos aqui para administrarmos os recursos de Deus.

Versículo 15 Deus deu a cada um de nós talentos únicos. Discuta todos os talentos ou dons que lhe vierem a mente. As pessoas recebem talentos diferentes, mas não há ninguém que não os possua.

Versículos 16-18 Deus espera que usemos nossos talentos. Um dia Ele nos perguntará, “O que você fez com o que recebeu?”.

  • Por que está errado enterrar o que Deus nos deu? O que nos faria agir assim?

Versículos 19-23 Se usarmos nossos dons e talentos para servir as outras pessoas, começaremos a crescer. Deus incentiva-nos a nos lançarmos a isto com fé. Se usarmos nossos talentos com sabedoria, sere-mos recompensados.

  • Como podemos usar mais nossos talentos ou dons?
  • O que Deus disse a seus administradores? Qual foi sua recompensa?

Versículos 24-30

  • Quais foram os motivos que este administrador deu por não usar seu talento?
  • Quanto ele respeitava seu mestre?

O medo muitas vezes impede que as pessoas usem seus talentos. Há três tipos de medo: dúvida quanto a si próprio (falta de autoconfiança), constrangimento (medo do que os outros irão pensar) e auto-piedade. Lembre-se de que Deus gosta de usar pessoas imperfeitas. Uma nota de 100 dólares, por mais suja ou rasgada que esteja, ainda vale 100 dólares. Aos olhos de Deus, nunca perdemos nosso valor!

  • Como podemos lidar com os medos que nos impedem de servir a Deus?
  • O que motiva nosso próprio desejo de servir a Deus?

Discuta o versículo 29, o qual é muito desafiador.

  • Já observamos isto em nossas próprias vidas ou nas vidas dos outros?

Deixemo-nos ser incentivados a investir nossos talentos com sabedoria. Precisamos pegar o pouco que temos e começar a usá-lo para servir as outras pessoas. Então, talvez, possamos ver Deus multiplicando nossos talentos também!

De Keve Társaság, uma associação de pessoas profissionais e de negócios cristãs, 1091 Budapest, Kálvin tér 7, Hungria.