Membros do grupo de autoajuda entregam suas economias à líder do grupo durante uma reunião semanal. Foto: Cally Spittle/Tearfund
Membros do grupo de autoajuda entregam suas economias à líder do grupo durante uma reunião semanal. Foto: Cally Spittle/Tearfund

MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS LOCAIS

Helen Gaw Editora

A “mobilização de recursos locais” é outra forma de dizer “começa conosco”. A mobilização de recursos locais começa ao reconhecermos e percebermos o que podemos fazer com o que temos.

Nossas habilidades e nossos conhecimentos são “recursos locais” fantásticos que podem permanecer ocultos. Nas páginas 4 e 5, compartilhamos uma abordagem para pequenas empresas que visa aproveitar ao máximo as habilidades das pessoas, e, na página 15, perguntamos como podemos aprender com os conhecimentos das pessoas mais idosas.

Uma vez que reconhecemos os recursos que possuímos, podemos compartilhá-los generosamente com os outros (página 7). As igrejas locais estão numa boa posição para servir e dar autonomia a outras pessoas dessa maneira (página 14), acreditando e confiando em Deus como a fonte de todas as coisas boas.

Com confiança e esperança, também podemos aumentar o que possuímos através da geração de renda (página 5) e trabalhando com o governo e outros para obter serviços locais de melhor qualidade (páginas 8-11).

Porém, dinheiro ainda é apenas um aspecto do quadro geral. A mudança mais significativa frequentemente vem com o trabalho árduo para desenvolver boas relações. A amizade em si libera recursos, como, por exemplo, através do compartilhamento do know-how, mas possui uma importância muito mais profunda na nossa vida do que apenas satisfazer nossas necessidades materiais – ela nos dá amor e aceitação (páginas 1–3).

Portanto, mobilizar recursos locais significa aproveitar ao máximo, aumentar e compartilhar o que temos. Devemos abrir os olhos para ver não apenas as oportunidades e os recursos que já possuímos, mas também o valor das pessoas à nossa volta.

Abaixo estão os artigos da edição 93 da Passo a Passo em html. 

Para baixar uma versão pdf da edição 93 da Passo a Passo, clique aqui (PDF 859 KB).


  • “O 1º dia afeta o 100º dia”

    De acordo com Don Cormack, autor de Killing Fields, Living Fields, a Igreja Protestante cresceu no Camboja, nos anos 50 e no início dos anos 60, para duas mil pessoas...

    leia mais
  • Aproveitando ao máximo as reuniões com os tomadores de decisões

    Uma forma de mobilizar recursos é trabalhar em parceria com os tomadores de decisões locais. O governo local frequentemente tem verbas para gastar na área local, e as comunidades podem desejar influenciar a forma como essas verbas são gastas. As seguintes diretrizes servem para quando organizarmos uma reunião com um tomador de decisões, como, por exemplo, um funcionário do governo local, um líder comercial ou um líder religioso, e quisermos desenvolver uma relação com ele, onde possamos fazer pedidos e oferecer incentivo e apoio...

    leia mais
  • Cartas

    Usando a Passo a Passo para apoiar o trabalho ambiental Saudações da Women in Struggle (WIS) Paquistão. A WIS é uma organização voltada para a comunidade, que trabalha no Paquistão desde 1994 para animar as mulheres, os jovens e as crianças através de alternativas para o desenvolvimento. Trabalhamos no âmbito de base e recebemos algumas publicações da Passo a Passo. Uma delas foi a Passo a Passo 85, sobre árvores, que traz conhecimentos práticos e maravilhosos sobre o reflorestamento comunitário. A WIS fica muito agradecida a toda a equipe e aos colaboradores da Passo a Passo, que trabalham juntos para oferecer ideias práticas. A WIS não tem condições de pagar pelas publicações, mas os seus materiais sempre nos dão uma melhor compreensão de diferentes tópicos. Queremos manter essas publicações em nossa biblioteca para que outras pessoas também possam se beneficiar com elas. Estou enviando uma foto de uma iniciativa juvenil para salvar o meio ambiente. Seria ótimo se vocês pudessem…

    leia mais
  • Conhecimentos locais

    Dentro da comunidade local, frequentemente há várias fontes de informações valiosas. As pessoas mais idosas, em particular, frequentemente são fontes enormes de informações sobre o meio ambiente local, tradições culturais e costumes e como usar as plantas e os animais locais, especialmente no que diz respeito às suas propriedades medicinais...

    leia mais
  • Economizando juntos, alcançando o sucesso juntos

    “Você nunca vai conseguir” são as palavras que Zenebech Tesfaye, de 30 anos, lembra-se de ouvir quando entrou para o grupo de autoajuda Yenegefire (O Fruto do Amanhã) e planejou economizar 1 birr (US$ 0,05) por semana. “Eles riram, fizeram troça e tudo que foi tipo de comentário engraçado, mas eu decidi não prestar atenção e, sim, continuar economizando.”...

    leia mais
  • Facilitadores aprendendo juntos

    A igreja batista de Mianmar é a maior denominação do país, formada por 18 convenções, com cerca de 4.900 igrejas. Éden é um processo de Mobilização da Igreja e da Comunidade (MIC), que teve início três anos atrás e foi implementado através de seis convenções até agora...

    leia mais
  • Mobilização da igreja

    As igrejas, assim como outras comunidades religiosas, estão numa ótima posição para mobilizar recursos locais para seu próprio benefício e o benefício de outros...

    leia mais
  • O Processo de Planejamento Participativo compensa

    Como as ideias dos membros da comunidade podem afetar o que um governo faz? No Nepal, assim como em muitos países em desenvolvimento, existem políticas e leis excelentes que protegem as pessoas pobres e envolvem as comunidades nos processos políticos. O difícil é torná-las realidade...

    leia mais
  • Recursos

    ROOTS 6 – Captação de recursos Rachel Blackman ISBN 1 904364 37 3 Este livro explica como desenvolver uma estratégia de captação de recursos e traz ideias para ajudar organizações a captar recursos de diferentes formas. Muitas organizações de desenvolvimento dependem muito de um pequeno número de doadores de grande porte de fora das suas comunidades, porém isso causa problemas. Em primeiro lugar, elas ficam numa situação vulnerável. Se um desses doadores decidir retirar seu financiamento, a organização talvez precise fazer cortes em termos de funcionários e atividades. Em segundo lugar, elas talvez sigam a estratégia do doador para garantir futuro financiamento, o que pode desviá-las de sua visão e missão. É importante desenvolver outros tipos de apoio, inclusive apoio local. Todos os livros da Tearfund desta página podem ser baixados gratuitamente no site TILZ. Eles também estão disponíveis em inglês, francês e espanhol. Para encomendar exemplares, envie um e-mail para…

    leia mais
  • Sem dar as respostas

    Quando ensinamos, treinamos e facilitamos sobre um tópico, pode ser muito tentador dar todas as respostas. Porém, quando não damos as respostas, damos às pessoas com quem estamos trabalhando algo ainda mais importante: a oportunidade de descobrir o que elas já sabem e crescer em autoconfiança. Dessa forma, ajudamos as pessoas a mobilizar seus próprios recursos...

    leia mais
  • Vida generosa

    Uma reflexão bíblica do Dr. Sas Conradie. Eu tenho um sonho que me dá esperança para o futuro – uma cultura cristã global de mordomia bíblica e de viver, doar e captar recursos de forma generosa...

    leia mais