Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Estudos de caso

Advocacy na Nigéria: Campanha Reiniciar a Nigéria

A Tearfund cria uma campanha nacional para fazer lobby junto ao governo em prol de políticas e práticas ambientalmente sustentáveis

2022

A Nigéria tem enfrentado muitas crises. Em primeiro lugar, a mudança climática está devastando os meios de vida de uma grande parte da população. Em segundo lugar, a pandemia de Covid-19 trouxe muitos desafios econômicos. Juntos, esses dois fatores aumentaram as tensões existentes entre as comunidades. Esses tempos sem precedentes fizeram com que o governo nigeriano buscasse soluções inovadoras para o país. Diante disso, o escritório da Tearfund Nigéria criou uma campanha nacional, chamada Reiniciar a Nigéria (ou Nigeria Reboot, em inglês). Trata-se de um chamado para que o país se reconstrua melhor após a pandemia de Covid-19.

Puede descargar este estudio de caso en el panel que aparece a continuación. Role para baixo paracontinuar lendo nesta página. 

Outros idiomas

A campanha Reiniciar a Nigéria começou com pesquisas sobre questões sociais, ambientais e econômicas, as quais são críticas para que a nação se reconstrua melhor. A organização que estava realizando a campanha reuniu uma equipe multidisciplinar de intelectuais, profissionais e ativistas, que pesquisaram, discutiram e publicaram uma coleção de documentos conhecida como “The Nigeria Green Papers”, sobre 12 questões-chave do país. A coleção também contém 30 propostas de políticas públicas relacionadas. Os documentos promovem o desenvolvimento de modelos baseados em soluções para apoiar o desenvolvimento do país e propiciam a fundamentação necessária para que denominações, organismos eclesiásticos e agências afins se unam em um trabalho conjunto de advocacy (defesa e promoção de direitos), no âmbito nacional, em torno do futuro da Nigéria após a pandemia de Covid-19. 

Logo depois da publicação da coleção de documentos, a organização Nigeria Reboot aproveitou a oportunidade para abordar essas questões críticas junto ao governo nigeriano. A Tearfund soube que haveria eventos públicos de alto nível para celebrar a independência da Nigéria em um aniversário particularmente importante. Um desses eventos contaria com a participação de formuladores de políticas públicas, jornalistas, parceiros e organizações pares.

Nesse evento, a Tearfund Nigéria apresentou publicamente, pela primeira vez, a coleção de documentos “The Nigeria Green Papers”, que foram usados pela organização Nigeria Reboot para orientar os formuladores de políticas sobre suas 30 propostas de políticas naquela ocasião. O lançamento público da coleção de documentos recebeu ampla cobertura da mídia nacional. Isso criou espaço para uma discussão mais aprofundada dessas questões para o público e os principais tomadores de decisões.

Para ampliar o engajamento do público na campanha Reiniciar a Nigéria, a organização comprou um outdoor e lançou uma campanha nas redes sociais. Foram criados uma página dedicada e 28 vídeos relacionados. Esses recursos envolveram o público, particularmente os jovens, que constituem uma grande percentagem da população. O aumento da conscientização pública alcançado pela campanha também causou mais pressão para que os formuladores de políticas do país implementassem as propostas de políticas feitas pela Nigeria Reboot.

A campanha Reiniciar a Nigéria teve um grande sucesso devido à sua estratégia abrangente. A sua equipe preparou-se antes de realizar lobby junto aos formuladores de políticas nacionais e estaduais, através de pesquisas de ponta e medidas práticas em torno de questões relevantes. Eles uniram as lideranças de igrejas influentes da Nigéria em torno das questões sobre as quais fariam lobby e planejaram bem o momento de iniciar suas conversas com os formuladores de políticas, de forma que coincidisse com a época em que a nação celebraria sua história e seu futuro. Eles também conquistaram o apoio do público por meio de suas campanhas na mídia.

A Tearfund Nigéria agora está vendo as mudanças que defende sendo realizadas no estado de Plateau, na Nigéria, e foi consultada pelo governo estadual para elaborar um projeto de lei propondo boas práticas de gestão de resíduos. A gestão de resíduos foi uma das principais propostas da coleção de documentos “The Nigeria Green Papers”. A campanha Reiniciar a Nigéria continua pressionando o estado de Plateau e o governo nacional com o apoio de igrejas e jovens nigerianos para mudar ainda mais as políticas e práticas do país em conformidade com o que foi proposto na coleção de documentos.

Este breve estudo de caso, sobre os temas: mudança climática, e sustentabilidade ambiental, mostra um exemplo do impacto da utilização das seguintes abordagens de advocacy:

  • Pesquisa e análise
  • Mobilização de igrejas e comunidades
  • Funcionários do governo: educação
  • Funcionários do governo: lobby
  • Funcionários do governo: reuniões com
  • Uso da mídia
  • Educação dos membros da comunidade
  • Mobilização de pessoas e campanhas

Os estudos de caso podem ser usados juntamente com o Kit de ferramentas de Advocacy, pois fornecem exemplos práticos para ilustrar a abordagens descritas.

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Receba nossas novidades por e-mail

Fique sabendo em primeira mão sobre nossa aprendizagem e recursos mais recentes

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.