Ir para o consentimento do cookie

Da: Assistência a órfãos – Passo a Passo 101

Estudos de casos, atividades infantis e uma entrevista comovente sobre como é crescer num centro de acolhimento infantil

As crianças com deficiência estão entre aquelas em maior risco de serem colocadas em orfanatos. Muitos pais não sabem como lidar com uma criança com deficiência, e frequentemente há muito pouco apoio comunitário disponível. A Care for Children está mudando esta realidade para as crianças com deficiência na China, com resultados incríveis.

Em 1998, o governo chinês pediu ao fundador da Care for Children, Robert Glover, que iniciasse um projeto experimental que tirasse as crianças dos orfanatos e as colocasse em famílias. Em parceria com a Tearfund, Robert mudou-se com sua família para Xangai. Nessa época, não havia sequer um termo para “famílias de acolhimento” na língua oficial da China, mandarim (semelhante à história da Casa Viva, na página 18). No entanto, dentro de três anos, 500 crianças haviam sido colocadas em famílias locais. 

Dezoito anos mais tarde, a Care for Children havia ajudado 300.000 crianças a se mudarem para lares familiares amorosos. A organização agora também está trabalhando na Tailândia e, em 2017, começará no Vietnã e na Malásia. Sua visão é tirar 1 milhão de crianças de instituições e colocá-las em famílias. 

Robert diz que há várias razões pelas quais as pessoas querem muito oferecer um acolhimento de longo prazo em suas famílias na China: 

Acolhimento familiar para crianças com deficiência

A Care for Children ajuda a encontrar novas famílias tanto para crianças não deficientes quanto para crianças com deficiência. Muitas pessoas presumem que seja muito difícil encontrar famílias de acolhimento para crianças com deficiência. Porém, na experiência da Care for Children, muitas famílias na China e Tailândia têm prazer em acolher crianças com deficiência. Isso se deve, em parte, ao modelo da Care for Children e ao apoio específico que a organização presta às famílias de crianças com deficiência.

Depois que as crianças passam do orfanato para famílias, a Care for Children ajuda a instituição a se transformar em um centro de apoio comunitário. Estes centros podem incluir programas de apoio a crianças com necessidades especiais, tais como serviços de fisioterapia. A Care for Children retreina os funcionários do orfanato para se tornarem assistentes de apoio familiar, cada um deles trabalhando com 20 famílias. Isso torna muito mais fácil para as famílias de acolhimento cuidar de uma criança com deficiência.

Com nossos agradecimentos a Robert Glover. Para assistir a um vídeo do trabalho da Care for Children, visite http://youtu.be/r5Q-AmcrHag 

Site: www.careforchildren.com
E-mail: info@careforchildren.com
 


Estudo de caso

Um povoado notável perto de kunming

Yang Jia é um pequeno povoado nas montanhas perto de Kunming, na China. Ele pode parecer um povoado normal, mas fez algo notável. Cinquenta e três famílias desta comunidade receberam 166 crianças de um orfanato próximo. Mais de 90 por cento dessas crianças têm graves deficiências mentais ou físicas.

“Este é um projeto muito especial”, diz Sun Yuan Jie, Gestor de Projetos na China da Care for Children. “As pessoas aqui dão seu coração às crianças. Elas amam as crianças e apoiam-se mutuamente.”

A Care for Children primeiro passou algum tempo no orfanato de Kunming, treinando os pais e preparando as crianças. Depois que as crianças foram colocadas em suas novas famílias, os assistentes treinados pela Care for Children ofereceram monitoramento e apoio contínuos.

“Claro que há desafios”, diz um pai de acolhimento de Yang Jia. “Mas lidamos com eles. As alegrias superam os desafios.” Com o amor e os cuidados de suas novas famílias, as crianças começam a se desenvolver e sorrir novamente.

“Nós realmente amamos estas crianças”, acrescenta uma mãe de acolhimento. “Nós as amamos como se fossem nossos próprios filhos, e elas nos amam como se fôssemos seus pais.”

Os pais em Yang Jia dizem que seu momento mais feliz nos últimos dez anos foi quando ouviram as crianças começarem a chamá-los de “mãe” e “pai” pela primeira vez.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.