Ir para o consentimento do cookie

Da: Direito á terra– Passo a Passo 105

Por que o direito à terra é importante, e o que podemos fazer para protegê-lo

Descobrindo leis pertinentes relativas à terra, as comunidades podem fortalecer seu trabalho de defesa e promoção de direitos e responsabilizar os que estão no poder. Mas onde podemos encontrar essas leis e políticas?

Os governos nacionais assinam “instrumentos” internacionais sobre questões como a terra (“instrumentos”, neste contexto, significa tratados e outros documentos, que podem ou não ser juridicamente vinculativos). Normalmente, os governos, então, devem integrar esses instrumentos nas leis nacionais, as quais devem ser colocadas em prática em âmbito comunitário.

acordos internacionais

Alguns instrumentos internacionais são:

leis e políticas nacionais

As leis e políticas de um país relativas à terra podem incluir:

Onde procurar

Internet. A constituição do seu país e vários instrumentos internacionais podem estar disponíveis on-line. Encontrar as leis nacionais específicas do seu país pode ser mais difícil. Há vários sites que reúnem leis e políticas de diferentes países:

Bibliotecas. Um bibliotecário talvez possa ajudá-lo a localizar o que você precisa.

Universidades. Você talvez possa obter acesso a recursos jurídicos por meio de universidades e suas bibliotecas. 

Órgãos governamentais (municipais, nacionais e institutos de estatística). Entre em contato com os órgãos do governo para solicitar cópias de leis e políticas. 

Outras organizações. Outras agências talvez tenham cópias de documentos ou conheçam alguém que as tenha.

um exemplo da índia

Na Índia, há uma lei nacional que garante aos cidadãos o acesso gratuito a informações governamentais sobre seus direitos legais. Uma das organizações parceiras da Tearfund, a Emmanuel Hospital Association (EHA), procura conscientizar as pessoas que vivem em favelas sobre essa lei. A EHA mostrou à comunidade de uma das favelas de Deli como solicitar informações sobre os serviços a que ela tinha direito. Como resultado, a comunidade descobriu que tinha o direito a uma rua asfaltada, ligação elétrica, água, saneamento, posto de saúde, escola e muito mais.

A EHA ensinou aos moradores como escrever às autoridades do governo local, cobrando a prestação desses serviços. O resultado foi uma série de reuniões entre a comunidade e as autoridades. Nem sempre foi fácil, pelo fato de a favela ter se erguido em um terreno pertencente ao governo e de as autoridades temerem perder a propriedade. No entanto, a comunidade persistiu, pois conhecia os seus direitos garantidos por lei. O governo acabou concordando em pagar pelos serviços solicitados.


Compilado a partir do Kit de ferramentas de Advocacy, da Tearfund, escrito por Joanna Watson. Veja www.tearfund.org/advocacytoolkit

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.