Da: Viver com deficiência – Passo a Passo 108

Orientações práticas sobre como tornar nossas igrejas e comunidades mais inclusivas para as pessoas com deficiência

Karla (nome fictício) era uma líder em sua igreja, ensinando na escola dominical e ajudando a organizar muitas atividades da igreja. Aos poucos, ela começou a perder a mobilidade e achou que não podia mais ser uma líder. Desanimada, ela ficou em casa. De que servia ir à igreja? Ela não sentia mais que as pessoas desejavam sua presença na congregação e ficou deprimida.

Não era só porque ela precisava usar uma cadeira de rodas. O que mais afetou Karla foi que ela se sentiu posta de lado.  

Levou três anos para que ela descobrisse que o amor de Deus por cada pessoa, com ou sem deficiência, é o mesmo. Depois que percebeu isso, ela sentiu que tinha algo a oferecer. Ela começou a frequentar a igreja novamente e ensinar. Ela começou a trabalhar com outras pessoas com deficiência, compartilhando o amor de Deus e ajudando-as a ver que são importantes e necessárias na comunidade de Deus. 

Como podemos facilitar para que as pessoas com diferentes tipos de deficiência participem plenamente da vida da igreja e da comunidade? Abaixo estão algumas coisas que podemos fazer.

Estude a Bíblia para descobrir verdades importantes

Saiba mais sobre a deficiência

Apoie a lei

Durante a última década, a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência foi adotada pela maioria dos países do mundo. As leis nacionais baseadas na convenção devem proteger os direitos das pessoas com deficiência.

Seja respeitoso

A convenção da ONU ajuda-nos a entender o tipo de linguagem que devemos usar. A maioria das pessoas que vive com deficiência não se importa em reconhecer que seu corpo não funciona da forma como elas gostariam, mas preferem que os outros as aceitem como são. Concentre-se em como responder a elas como pessoas, satisfazendo sua necessidade de amizade.

Mostre amor

Há várias maneiras de mostrar um cuidado atencioso e carinhoso para com as pessoas que vivem com uma deficiência. Elas não querem pena, mas, sim, oportunidade e, às vezes, ajuda prática.

Cuide das famílias

As famílias de pessoas com deficiência grave frequentemente ficam muito cansadas e têm dificuldade para lidar com a situação. Elas cuidam de seus entes queridos diariamente, o dia inteiro, e podem receber muito pouca ajuda do Estado.  

É aqui que as igrejas podem fazer uma diferença significativa, alcançando essas famílias e dando-lhes apoio extra.


Deficiência intelectual

Uma deficiência intelectual é causada pela forma como o cérebro se desenvolve antes, durante ou logo após o parto. As pessoas com deficiência intelectual geralmente levam mais tempo para aprender e podem precisar de apoio para desenvolver novas habilidades, entender informações e interagir com outras pessoas.  

O nível de apoio necessário varia. Por exemplo, uma pessoa com uma deficiência intelectual leve pode precisar apenas de ajuda com certas coisas, tais como conseguir um emprego. Porém, uma pessoa com uma deficiência intelectual grave pode precisar de cuidados em tempo integral. Com o apoio certo, muitas pessoas com deficiência intelectual podem levar uma vida independente.


Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência

Este é um acordo legal internacional, cujo objetivo é proteger e promover os direitos humanos das pessoas com deficiência. Desde 2006, ele foi assinado pela maioria das nações do mundo. Ele reconhece “a importância da acessibilidade ao ambiente físico, social, econômico e cultural, à saúde e à educação e à informação e à comunicação, permitindo que as pessoas com deficiência usufruam plenamente de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais”.

Acesse www.un.org para ver se o seu país assinou este acordo. A convenção pode ser baixada em vários idiomas, em letras grandes e em forma de vídeo na língua de sinais.

Escrito por

Escrito por Brenda Darke

Brenda Darke formou-se como professora de crianças com deficiência intelectual grave. Atualmente, ela dá cursos sobre deficiência em institutos bíblicos e trabalha com diferentes grupos por toda a América Latina para incentivar a inclusão de pessoas com deficiência na igreja. Ela é a autora do livro premiado Un camino compartido (Um caminho compartilhado). E-mail: brenda@letraviva.com Endereço: c/o Latin Link, 87 London Street, Reading, RG1 4QA, Reino Unido. Telefone: +44 (0)118 957 7100

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

As igrejas podem oferecer apoio crucial às famílias que cuidam de entes queridos com deficiências graves. Foto: Brenda Darke

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora