Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Artigos

Entrevista: Do lixo eletrônico à eletricidade

Jovens na Nigéria gerando eletricidade a partir de resíduos eletrônicos

2021

Página do artigo de uma revista, aberta sobre uma mesa de madeira
Lameck Chibago, na Tanzânia, segurando um painel solar em direção ao sol no telhado da sua casa

Da: Energia sustentável - Passo a Passo 114

Exemplos práticos de como a energia sustentável fora da rede pode melhorar a vida diária das pessoas.

Ben Osawe é o gerente de Advocacy da Tearfund, sediado em Jos, na Nigéria. Aqui, ele explica como um projeto local está ajudando a resolver o problema crescente do lixo eletrônico (também conhecido como “e-waste”) ao mesmo tempo que cria empregos e uma fonte sustentável de eletricidade.

Como esse projeto começou?

Em 2015, convidamos alguns jovens para uma noite de música que incluía uma palestra de um conhecido ativista ambiental. O objetivo era introduzir os jovens às questões ambientais e incentivá-los a pensar sobre como responder.

Foi perguntado aos participantes do evento se eles gostariam de fazer um curso chamado Viva com Justiça. Este curso examina dez áreas principais, entre elas: defesa de direitos, oração, justiça bíblica, generosidade, relacionamentos e cuidado com a criação. Os estudos têm como objetivo ajudar os jovens a aprender como viver com justiça na igreja, no trabalho e em suas comunidades.

Antes mesmo de o curso terminar, os jovens já estavam pedindo mais treinamento! Eles queriam que nós os equipássemos com as ferramentas de defesa de direitos de que precisavam para construir um movimento. A Tearfund forneceu esse treinamento e os jovens formaram o Jos Green Centre.

Seu lema é “Consertar o que está estragado” e eles se uniram em torno de uma visão para a Nigéria, onde todos têm o suficiente e a natureza é protegida.

O Jos Green Centre tornou-se um centro de ecoempreendedorismo: negócios que visam operar de forma sustentável e ajudar a resolver problemas ambientais. Muitas de suas iniciativas baseiam-se em uma forma de pensar chamada “economia circular”.

A forma atual como fazemos as coisas é linear: pegamos recursos naturais, produzimos artigos, usamos esses artigos e, depois, nós os jogamos fora. Nesse ponto final, toda a energia, a água e os materiais usados na fabricação desses artigos também são jogados fora.

A economia circular mantém os recursos em uso pelo maior tempo possível. Muitos produtos, como computadores, telefones e outros artigos elétricos, podem ser consertados ou as peças podem ser reutilizadas para outra finalidade quando eles estragam. Isso cria oportunidades de emprego e reduz o desperdício que é prejudicial tanto para a saúde das pessoas quanto para o meio ambiente.

Você pode nos contar sobre o projeto de lixo eletrônico?

Ao reciclar o lixo eletrônico transformando-o em unidades solares e baterias, os jovens estão tornando a energia renovável mais acessível para as pessoas que vivem na pobreza e reduzindo o uso de combustíveis como o querosene e o diesel. Eles também estão oferecendo treinamento e novas oportunidades em uma região onde o desemprego juvenil é muito alto.

Por exemplo, Tina é cabeleireira, mas ela não estava conseguindo administrar bem o seu salão sem eletricidade. No final, ela comprou um gerador, mas o custo operacional era muito alto e era impossível para ela ter lucro.

Ela participou de um curso de treinamento no Jos Green Centre e aprendeu a fazer e instalar um sistema de energia solar, o qual ela, então, colocou no telhado do seu salão. Agora, o salão de Tina é o único no local com eletricidade confiável e ela recebe muito mais clientes diariamente. Ela não precisa mais do gerador e usa o dinheiro que costumava gastar com o diesel para comprar produtos de beleza para seu negócio. Ela agora ganha o suficiente para economizar e planejar o futuro.

No momento, a Nigéria produz 1,1 milhão de toneladas de lixo eletrônico a cada ano. Mundialmente, esse número é de 50 milhões de toneladas. Projetos como esse têm o potencial de reduzir drasticamente esse nível de desperdício, com vários benefícios ambientais, econômicos e sociais.

O Jos Green Centre recebeu o Prêmio “Green Heart Hero” (Herói do Coração Verde) da Coalizão pelo Clima por esse projeto, e seu trabalho levou a mudanças nas políticas e práticas ambientais do governo local.

E-mail: benjamin.osawe@tearfund.org

www.josgreencentre.wixsite.com/mysite

www.theclimatecoalition.org

Leitura adicional

Why advocate on waste and a circular economy?

Por Julia Kendal

Esta brochura explica por que a defesa e promoção de direitos em questões relacionadas aos resíduos é importante e sugere estratégias para serem usadas em âmbito local e nacional por indivíduos e organizações. Faça o download em learn.tearfund.org ou entre em contato conosco para solicitar exemplares impressos em português ou inglês.

Viva com justiça

Editado por Jason Fileta

Uma série de estudos bíblicos e práticos aprofundados que cobrem várias áreas fundamentais, tais como defesa de direitos e cuidado com a criação. A edição global foi publicada em 2017 pelo Desafio Miqueias USA e pela Tearfund. Faça o download em learn.tearfund.org ou entre em contato conosco para solicitar exemplares impressos em português ou inglês.

Kit de ferramentas de advocacy

Por Joanna Watson

Um guia abrangente, prático e acessível sobre a teoria e a prática da defesa e promoção de direitos (ou advocacy). Faça o download em learn.tearfund.org ou entre em contato conosco para solicitar exemplares impressos em português ou inglês.

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.