Cinco etapas para fazer um ótimo composto

Passo a Passo 107 - Resíduos

A Passo a Passo 107 está repleta de conselhos práticos e histórias inspiradoras sobre como lidar com os resíduos em nossas comunidades.

Cinco etapas para fazer um ótimo composto

Os agricultores e jardineiros usam composto para melhorar seu solo e aumentar o crescimento das plantas. O composto é feito a partir de resíduos vegetais e alimentares, que são decompostos por minhocas e outros organismos. Ele precisa de oxigênio suficiente (do ar) e da quantidade certa de umidade. Abaixo está um método para fazer composto.

Cinco etapas para fazer um ótimo composto. Ilustração: Petra Röhr-Rouendaal, Where there is no artist (segunda edição)
Ilustração: Petra Röhr-Rouendaal, Where there is no artist (segunda edição)

1 faça um pilha

A pilha de composto não precisa estar contida dentro algo, mas será mais fácil manejá-la se estiver. Você pode usar um buraco, uma caixa de ripas ou malha de arame. Procure fazê-la com um mínimo de 1 metro em cada direção. É útil ter duas ou três pilhas para que se possa acrescentar materiais a uma pilha enquanto a outra estiver se decompondo. Em áreas secas, faça o composto em um buraco. Em áreas mais úmidas, faça a pilha acima do solo. Em climas mais frios, faça o composto em uma posição ensolarada. Em climas quentes e secos, faça-o longe da luz direta do sol. Faça pilhas em solo bem drenado ou na grama, evitando o concreto.

2 empilhe

Use uma boa mistura dos chamados materiais “marrons” e “verdes” (veja abaixo). Se você mora em uma área úmida, coloque uma camada de pedras e galhos como base para permitir a drenagem. Comece com uma camada de materiais marrons seguida de uma camada de materiais verdes. Se tiver disponível, você pode acrescentar uma camada fina de estrume e uma camada fina de solo superficial. Em seguida, repita essas camadas. Coloque água se os materiais estiverem secos. Não use: resíduos não orgânicos, carne, ossos, óleos, laticínios ou fezes de animais que comem carne (por exemplo, cães e gatos) ou de humanos, pois estes contêm bactérias nocivas. Evite colocar ervas daninhas recorrentes ou plantas doentes.

3 deixe aquecer

Cubra o composto com uma lona, lama ou folhas largas (por exemplo, de bananeira). Isso ajudará a manter a umidade quando estiver quente e evitará que o composto fique encharcado quando chover. Não deixe secar – coloque água, se necessário. A pilha deve ficar quente no meio.

4 revolva regularmente

Mantenha o composto oxigenado revolvendo-o a cada poucas semanas. Não há necessidade de manter as camadas separadas.

5 misture o composto no solo

Quando a mistura ficar marrom escura/preta e quebradiça, com cheiro de terra, o processo estará concluído. Isso pode levar de dois meses a um ano. Misture o composto no solo e aproveite os resultados! Você poderia tentar vender seu composto a agricultores ou lojas agrícolas (peneire-o para que ele esteja fino o suficiente).

Cinco etapas para fazer um ótimo composto. Ilustração: Petra Röhr-Rouendaal, Where there is no artist (segunda edição)
Ilustração: Petra Röhr-Rouendaal, Where there is no artist (segunda edição)

resolução de problemas

Se o composto tiver um odor ruim e estiver molhado, é porque há muito nitrogênio e/ou água.

  • Coloque mais materiais marrons. Cubra o composto para evitar que ele fique muito molhado.

Se o processo for muito lento, é porque não há nitrogênio, oxigênio ou água suficiente.

  • Coloque mais materiais verdes. Pique os materiais marrons em pedaços menores. Revolva o composto para acrescentar oxigênio. Coloque água, se necessário.

Se o seu composto estiver atraindo insetos e roedores...

  • Cubra os restos de alimentos recém-acrescentados com materiais marrons. Use tela de arame ao redor da base para evitar que os roedores entrem.
Jude Collins
Jude Collins é a Coordenadora de Informações sobre Projetos da Tearfund. E-mail: jude.collins@tearfund.org