Caprinocultura urbana

Moses Kamau Wanjiru

Nosso projeto de caprinocultura (criação de cabras) foi realizado nos assentamentos informais de Korogocho, Kibera, Kariobangi e Kawangware, em Nairóbi. Os benefícios mais importantes da criação de cabras foram o leite e o esterco produzido por elas. O excremento era usado como esterco para a agricultura orgânica, especialmente em “hortas em sacos”, as quais são muito comuns entre os habitantes das favelas de Nairóbi. Parte do esterco também era usada em projetos locais de biogás.

As cabras eram mantidas em currais ou abrigos simples. A maioria era feita de sobras de madeira e barro. Estes materiais foram escolhidos por serem fáceis de encontrar, acessíveis e baratos. As cabras eram alimentadas principalmente com forragem como, por exemplo, capim napier (nativo das pradarias tropicais da África), resíduos vegetais domésticos, pasto em terras públicas inativas, resíduos de colheitas de mercados locais e de outros agricultores urbanos.

Os motivos pelos quais as pessoas decidiram criar cabras foram vários:

  • As cabras são uma boa fonte de leite e uma boa forma de investir e economizar dinheiro. Elas são ativos que podem ser obtidos facilmente e ajudam as famílias a sobreviver em épocas de crise.
  • As cabras são detritívoros e capazes de sobreviver de restos de alimentos domésticos.
  • Elas são um bom ponto de partida para as pessoas que não possuem muito dinheiro. Investir em cabras não é excessivamente arriscado, pois elas custam menos que os animais maiores.
  • É mais fácil encontrar forragem para pequenos animais como as cabras, especialmente nos assentamentos informais, onde o espaço e as terras para pastagem são limitados. Entretanto, ainda é importante lhes dar espaço suficiente, variar o local onde elas são mantidas, se possível, e limpá-lo regularmente.
  • As cabras amadurecem rapidamente e têm um alto índice de reprodução.
  • As cabras são fortes e resilientes a vários parasitas e doenças, o que as torna fáceis de manejar (ao contrário dos bovinos, que são altamente sensíveis).
  • A criação de cabras oferece uma boa oportunidade para as pessoas aperfeiçoarem suas habilidades através de atividades de treinamento e extensão.

Há desafios na criação de cabras nas cidades:

  • Roubo de cabras.
  • Falta de capital para iniciar o projeto e falta de crédito disponível.
  • Pouca disponibilidade de treinamento em manejo animal.
  • Falta de leis municipais favoráveis que governem a agricultura urbana, especialmente a criação de animais na cidade.
  • Manejo inadequado de resíduos resultando em riscos para o meio ambiente e a saúde pública.
  • Falta de água. Nas áreas de favelas, a água tem de ser comprada de fora. Devido ao alto custo, outras fontes de água (que podem estar contaminadas) são frequentemente usadas para o consumo animal e humano.
  • Falta de saúde animal devido ao manejo inadequado e ao alto custo dos serviços veterinários e tratamentos com medicamentos. As pessoas frequentemente se voltam para os comerciantes de medicamentos para obter orientação ou usam remédios tradicionais.

A criação de cabras em assentamentos informais teve efeitos positivos na comunidade por melhorar a segurança familiar através do abastecimento regular de leite para a família, por proporcionar uma renda através da venda do leite excedente e pelo uso das cabras como garantia para empréstimos de outros participantes do projeto durante épocas de crise. Os participantes adquiriram novas habilidades e aprenderam a se apoiarem uns aos outros. O esterco das cabras ajudou as famílias a se envolverem no cultivo produtivo de “hortas em sacos” e em pequenas hortas ao redor de suas moradias. Isto garantiu um abastecimento contínuo de legumes, suficiente para as famílias bem como para a venda dos legumes excedentes.

Para ficar sabendo mais sobre este projeto, favor contatar moseskamauwanjiru@gmail.com