Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Estudos de caso

Advocacy na Etiópia: Grupos de autoajuda mantidos durante a pandemia de Covid-19

Os grupos de autoajuda estabelecidos pela organização parceira da Tearfund, EKHCDC, fazem lobby junto ao governo para garantir seu direito de continuarem se reunindo com segurança apesar da Covid-19

2022

O parceiro da Tearfund, Ethiopia Kale Heywot Church Development Commission (EKHCDC), criou quase 15 mil grupos de autoajuda (GAA) em toda a Etiópia. Esses GAA reúnem-se para discutir questões da comunidade, fornecer empréstimos e muito mais. A EKHCDC também forneceu treinamento em advocacy (defesa e promoção de direitos) a seus GAA ao longo de muitos anos. Devido a esse treinamento, os GAA vêm construindo estrategicamente relacionamentos de longo prazo com funcionários do governo. O governo também está bem ciente do importante papel que os GAA desempenham em suas comunidades.

Puede descargar este estudio de caso en el panel que aparece a continuación. Role para baixo paracontinuar lendo nesta página. 

Outros idiomas

A propagação da pandemia na Etiópia e as medidas de lockdown do governo afetaram muito os GAA e suas atividades. As medidas de lockdown na Etiópia interromperam as fontes de sustento de muitas pessoas, colocando-as em risco de pobreza extrema. Assim, o país poderia ter voltado a depender de ajuda externa. No entanto, os GAA da Etiópia desempenharam um papel importante no apoio às suas comunidades durante o lockdown. Por exemplo, os funcionários do governo viram a importância dos GAA quando esses foram capazes de fornecer sabão e higienizadores de mãos a milhares de pessoas em Adama Nazareth, na região de Oromia, na Etiópia. Além disso, devido ao treinamento em advocacy que os GAA haviam recebido da EKHCDC, os grupos sabiam como verificar se poderiam continuar seu importante trabalho, bem como desafiar os funcionários do governo em questões em torno da terra, apesar das restrições de lockdown da pandemia de Covid-19.

Os líderes dos GAA foram até os funcionários do governo no escritório regional do Ministério de Assuntos da Mulher, com quem haviam construído relacionamentos por muitos anos, a fim de realizar lobby para obter permissão para se reunirem mediante o cumprimento de todas as medidas preventivas adotadas durante a pandemia de Covid-19. Devido ao treinamento em advocacy dos GAA, à construção de relacionamentos e à demonstração de que os grupos eram necessários em suas comunidades, os funcionários do governo concederam aos GAA permissão para se reunirem ao ar livre com um número máximo de 20 pessoas.

No entanto, os GAA tiveram algumas dificuldades em relação à permissão para se reunirem. Em alguns municípios, os funcionários do governo local proibiram os grupos de se reunirem, apesar da permissão do Ministério de Assuntos da Mulher. Em resposta a isso, a estrutura abrangente dos GAA notificou o problema a funcionários do governo de um nível mais alto do que os funcionários municipais e, em seguida, os GAA afetados receberam um local seguro para suas reuniões. Além disso, o governo regional de Oromia reconheceu oficialmente os GAA como entidades jurídicas, diferentes de associações ou cooperativas, sendo que essa era a primeira vez que os GAA da EKHCDC eram reconhecidos como tais. Esse reconhecimento legal garante aos GAA direitos que protegem seus membros e comunidades.

Os GAA da EKHCDC colheram os frutos do desenvolvimento da sua capacidade de se engajar no trabalho de advocacy, construir relacionamentos com os funcionários do governo e provar seu impacto positivo nas comunidades em suas respostas rápidas à Covid-19. Apesar das rígidas medidas de lockdown da pandemia de Covid-19 na Etiópia, os GAA conseguiram continuar atendendo e apoiando suas comunidades durante a pandemia.

Este breve estudo de caso, sobre o tema: meios de vida, mostra um exemplo do impacto da utilização das seguintes abordagens de advocacy:

  • Mobilização de igrejas e comunidades
  • Construção de relacionamentos
  • Demonstração de boas práticas
  • Funcionários do governo: reuniões com
  • Funcionários do governo: lobby

Os estudos de caso podem ser usados juntamente com o Kit de ferramentas de Advocacy, pois fornecem exemplos práticos para ilustrar a abordagens descritas.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Receba nossas novidades por e-mail

Fique sabendo em primeira mão sobre nossa aprendizagem e recursos mais recentes

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.