Da: Saúde e fé – Passo a Passo 102

Dicas de primeiros socorros, histórias de profissionais da saúde, um estudo bíblico sobre a cura e muito mais

Deus dá-nos a responsabilidade de buscarmos tratamento médico, além de orarmos pela cura. Ilustração: Petra Röhr-Rouendaal

Deus dá-nos a responsabilidade de buscarmos tratamento médico, além de orarmos pela cura. Ilustração: Petra Röhr-Rouendaal

Alguns cristãos acreditam que procurar ajuda médica mostra a falta de fé em Deus. Alguns cristãos pensam erroneamente que devem jogar fora seus remédios e apenas orar pela cura.

Quando pensamos em como nos comportamos em outras áreas de nossas vidas, vemos que essa não é uma visão lógica. Quando a sua bicicleta estraga, você a leva a um mecânico ou espera que Deus realize um milagre e a conserte? Quando o telhado da sua casa começar a vazar, você espera que Deus o conserte ou conserta-o você mesmo? Deus é tão capaz de consertar uma bicicleta ou um telhado quanto de curar nosso corpo. O fato de que Deus pode fazer e faz milagres de cura não significa que sempre devamos esperar por um milagre. Devemos procurar a ajuda de pessoas com o conhecimento e a habilidade para nos ajudar.

O que a bíblia diz sobre os médicos? 

Muitos versículos da Bíblia falam do uso de tratamentos médicos que eram comuns na época. Estes incluem:

Sabemos que Lucas, o autor de Atos e do Evangelho de Lucas, era médico (Colossenses 4:14). E Paulo, uma vez deu conselhos a Timóteo sobre tratamento médico (1 Timóteo 5:23).

A Bíblia menciona médicos cerca de 12 vezes. O único versículo que poderia ser erroneamente usado para ensinar que não devemos consultar médicos é 2 Crônicas 16:12: “No trigésimo nono ano de seu reinado, Asa foi atacado por uma doença nos pés. Embora a sua doença fosse grave, não buscou ajuda do Senhor, mas só dos médicos”.

O problema não foi que Asa tivesse consultado os médicos, mas que “ele não buscou ajuda do Senhor” também. Devemos sempre buscar a ajuda de Deus, além do tratamento médico adequado – não ao invés dele.

Em Mateus 9, os fariseus perguntaram a Jesus por que ele passava seu tempo com os pecadores. Ele respondeu: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes.” (Mateus 9:12). Jesus reconheceu que as pessoas doentes precisam de médicos. Ele não condenou o uso de médicos e remédios “terrenos”. Sim, Jesus realizou muitos milagres de cura enquanto estava na Terra. Mas estes foram, em parte, para mostrar às pessoas que ele era o Messias prometido (Lucas 4:18).

Como devemos responder?

Então, os cristãos devem ir ao médico? Sim, sem dúvida alguma. Deus criou-nos como seres inteligentes. Ele nos deu a capacidade de criar medicamentos e aprender a sanar nosso corpo. Os médicos são uma das maneiras através das quais Deus traz a cura e a recuperação.

No entanto, nossa experiência é que, neste mundo caído, nem todos são curados, e não entendemos o porquê. Sabemos que Paulo lutou com um problema que ele chamou de “espinho na [sua] carne” (2 Coríntios 12:7). Fosse qual fosse o problema, Deus não o removeu, mas, em vez disso, deu a Paulo a força para suportá-lo. Será somente no fim dos tempos que Deus “enxugará dos [nossos] olhos toda lágrima”. Então, “não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor” (Apocalipse 21:4). Enquanto isso, sabemos que Deus nos fortalecerá e nos ajudará com qualquer problema que tivermos.


Questões para discussão


Este estudo bíblico foi adaptado de um artigo do site “Got questions?” (www.gotquestions.org). Observe que as opiniões expressas em outros artigos desse site não refletem necessariamente as opiniões da Tearfund.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora