Ir para o consentimento do cookie

Da: Motivando a mudança – Passo a Passo 43

Como apoiar os agentes de mudança em sua comunidade

Quando Rodrigo Baggio começou a falar pela primeira vez sobre começar escolas de computação nas favelas do Rio de Janeiro, as pessoas disseram-lhe que os computadores não eram para os pobres, mas sim para a classe média. Felizmente, ele não aceitou o conselho deles.

Os jovens que estão crescendo nas favelas do Rio possuem duas escolhas – ou eles se juntam aos traficantes de drogas e arriscam-se a terem uma morte precoce, ou enfrentam uma vida inteira de desemprego ou trabalho manual mal remunerado. Baggio, com uma habilidade considerável em computação, queria oferecer aos jovens pobres mais oportunidades em suas vidas. Ele começou a procurar computadores velhos de empresas que estavam atualizando seu equipamento. No final, ele convenceu uma grande empresa a lhe dar cinco computadores velhos em 1995. Ele começou a oferecer cursos de computação básicos de três meses, o suficiente para tornar os jovens aptos para serem empregados. Enquanto aprendem as habilidades, os alunos trabalham em temas como gravidez na adolescência, violência e racismo – criando cartazes e cartões sobre esses temas. A idéia não é só lhes ensinar habilidades, mas também incentivar a conscientização da comunidade. Os alunos devem ser alfabetizados e pagar um preço simbólico de 5 dólares americanos.

Cinco anos mais tarde, o Comitê para Democratização da Informática (CDI), como é chamado, iniciou 107 escolas em favelas em 13 estados brasileiros. A UNESCO descreveu Baggio como ‘um futuro líder da humanidade’. O CDI calcula que ensinou computação básica para 25.000 jovens brasileiros. Agora, eles recebem muitos pedidos de outros países, que querem iniciar projetos semelhantes.

Max Freitas tem 15 anos e, até há um ano atrás, nunca havia utilizado um computador. Agora, ele possui um emprego e freqüenta a escola à noite. Ele diz ‘O CDI não só me mostrou um caminho, ele também abriu meus horizontes.’

O endereço da website do CDI é: www.cdi.org.br © The Guardian. Adaptado de um artigo de Alex Bellos.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.