Da: Defesa de direitos – Passo a Passo 45

Como se manifestar e agir para mudar situações e promover a justiça

Atuando como defensor de direitos

Leia Neemias 1-2 e Êxodo 2-5

Estas histórias sobre Neemias e Moisés mostram que há vários estágios e abordagens com que se aprender, quando atuamos como defensores de direitos.

Conscientização

Em primeiro lugar, para sermos defensores de direitos, precisamos de estar cientes das situações dos outros e precisamos de sentir compaixão por eles (Neemias 1:1-4 e Êxodo 2:11).

A preparação certa

Uma vez ciente das necessidades, pode ser tentador correr imediatamente para tentar ajudar as pessoas (Êxodo 2:11-15). Porém, somente anos mais tarde Moisés é chamado por Deus para ir a Faraó e trazer o povo de Deus, os israelitas, para fora do Egito (Êxodo 3:7-14). Moisés tem muitas perguntas, porém, no final, ele retorna para o Egito.

A abordagem de Neemias é, primeiramente, buscar o conselho de Deus, com muitos dias de oração e jejum (Neemias 1:4-6). Ao chegar a Jerusalém (Neemias 2:11-16), Neemias analisa a situação antes do trabalho começar.

Decidindo se vale a pena

Tanto Moisés quanto Neemias poderiam ter permanecido numa posição confortável, isolados das dificuldades das pessoas – Moisés, como filho da filha de Faraó (Êxodo 2:10), e Neemias, como copeiro do rei, na fortaleza de Susã (Neemias 1:1,11). Ambos abriram mão de sua própria segurança e posição confortável, para defender e ajudar aqueles, para cujas necessidades lhes havia sido chamada a atenção.

Trabalhando com os outros

Deus também prepara outras pessoas para fazerem parte do processo. Neemias é favorecido pelo rei em sua missão e recebe o auxílio que pede (Neemias 2:1-9). Uma vez que a construção dos muros começa (Neemias 3), cada grupo torna-se responsável pela construção ou reparação de uma seção.

Moisés recebe a ajuda de Aarão e o apoio dos líderes israelitas (Êxodo 4:27-31).

Lidando com a oposição

Neemias e Moisés enfrentam grande oposição ao tentarem mudar a situação das pessoas (Neemias 2:10, 19-20; Êxodo 5 em diante). Eles lidam com aqueles que têm dúvidas ou necessidades com sensibilidade. Eles reagem à frieza e ao desdém com firmeza. Deus é constantemente consultado em orações.

Expectativas e fé

Se o que estamos fazendo é o plano de Deus, teremos êxito, por mais assustadora que a tarefa pareça ser e apesar de nossas próprias fraquezas – na verdade, Deus parece preferir trabalhar em situações impossíveis, para que a glória seja dele! (Êxodo 12:50-51, 14:29-31 e Neemias 6:15-16). Nosso Senhor alcançará seus propósitos. Você acredita nisto?

Toda a glória para o seu nome!

Rose Robinson trabalhou como Funcionária Internacional da Tearfund com a MOPAWI, em Honduras.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora