Foto: Jim Loring/Tearfund

Da: Famílias sob pressão – Passo a Passo 55

Ideias práticas para tornar as famílias mais fortes e saudáveis

Esly Regina Carvalho.

Foto: Jim Loring/Tearfund

Foto: Jim Loring/Tearfund

Apressão sobre a família, hoje em dia, é enorme. Tudo o que você tem de fazer é olhar à sua volta. Muitas famílias podem ter apenas um dos pais, algumas crianças não têm nenhum deles – muitas vezes, devido ao HIV/AIDS (VIH/SIDA) – e vivem em lares chefiados por crianças. Algumas famílias cuidam de órfãos. Além disso, a vida moderna, especialmente nas áreas urbanas, cria pressões enormes sobre a família e sobre os valores mantidos pela sociedade. Entre elas estão: 

Valores culturais Muitos valores e costumes, que eram aceitos até recentemente, passa-ram por grandes mudanças nas últimas décadas. Um comportamento que era completamente inaceitável, quando nossos pais e avós eram jovens, pode agora ser aceitável. O que agora é mostrado na TV ou nos filmes era abso-lutamente proibido 10 ou 20 anos atrás.

Valores sociais Procurar o prazer pessoal sem a preocupação com os efeitos causados sobre as outras pessoas é, talvez, uma das influências sociais que mais mudaram na nossa sociedade. Isto possibilitou o aumento de coisas como a pornografia, o divórcio e a exploração infantil. Embora seja difícil de medir, o egoísmo do desejo pessoal causou muitos danos, inclusive o HIV/AIDS (VIH/SIDA), as doenças transmitidas sexualmente e as gravidezes inesperadas, principalmente entre os jovens.

Valores religiosos Muitas religiões bem estabelecidas agora são capazes de compartilhar suas crenças por todo o mundo de maneira mais eficaz através da internet e da tecnologia moderna. Além disso, várias religiões ou seitas novas estão desenvolvendo-se, às vezes, com crenças que questionam ou ameaçam os valores familiares. Os valores sexuais mudaram e a pureza antes do casamento perdeu o valor que costumava ter em algumas culturas. Na tentativa de se ser “moder-no” e “atualizado”, muitos valores foram abandonados, inclusive os que eram considerados como parte de uma “cultura cristã”. Muitas pessoas, principalmente nas áreas urbanas, acham que os valores cristãos agora podem ser vistos como “antiquados”. 

Uma coisa que não mudou por milhares de anos é o pecado. Ele continua a influenciar toda a humanidade. O abuso de bebidas alcoólicas separa as famílias e pode resultar num grande dano para a vida familiar. O vício em outras drogas causa efeitos semelhantes. Aviolência no lar resulta tanto em ferimentos físicos quanto em danos emocionais e psicoló-gicos. O abuso sexual, tanto dentro quanto fora da família, pode causar danos permanentes. 

O que podemos fazer para ajudar as famílias? 

Primeiramente devemos aceitar a realidade da vida familiar e enfrentar os desafios. Muitas vezes, pode parecer mais fácil ignorar os problemas e esperar que eles desapareçam. Entretanto, os prob-lemas não desaparecem, quando são ignorados. Eles desaparecem, quando são enfrentados e resolvidos de forma apropriada. 

Esly Regina Carvalho é uma psicoterapeuta que ensina e treina na área de aconselha-mento cristão, psicoterapia e o uso da dramatização de papéis com base na Bíblia. Ela escreveu vários livros e artigos em português e espanhol sobre estes tópicos. Seu endereço é: PO Box 915, Little Elm, TX 75068, EUA. E-mail: plazadelencuentro@attglobal.net Web: www.plazadelencuentro.com 

Apoio para famílias com crianças pequenas

Idéias para ação que poderiam ampliar o papel de amor da igreja. Elas enfatizam o fortalecimento das relações entre os pais, as crianças e as comunidades.

Grupos de crianças (entre 1 e 3 anos) para que os pais e as crianças pequenas se encontrem juntos – importante principal-mente nas cidades, onde os pais podem sentir-se isolados das redes familiares.

Instalações para cuidar das crianças ou creches para permitir que os pais façam cursos de treinamento ou trabalhem. Cobrando-se uma pequena taxa, pode-se também oferecer trabalho remunerado para as pessoas que tomam conta das crianças.

Colônias de férias para crianças durante as férias escolares, quando os pais estão trabalhando.

Clubes de empréstimo de brinquedos e livros para as crianças de famílias pobres.

Cursos para pais para ajudá-los a compreender e lidar com os diferentes estágios do desenvolvimento de seus filhos.

Atividades familiares para incentivar as famílias a se divertirem juntas.

Adaptado a partir de Crianças e o Desmembramento Familiar: Diretrizes para Crianças em Risco, Tearfund.  

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar