Ir para o consentimento do cookie
Foto: Jim Loring/Tearfund

Da: Poluição – Passo a Passo 59

Todos nós temos um papel a desempenhar na redução dos efeitos prejudiciais da poluição

Os sacos (sacolas) de plástico são facilmente carregados pelo vento. Eles ficam dependuradas nos arbustos, flutuam nos rios, sacodem nas cercas, entopem os esgotos, sufocam animais e afetam a paisagem. Poucos sacos de plástico são recicláveis, e a maioria dos tipos de sacos de plástico levam centenas de anos para se decomporem. Na África do Sul, os sacos de plástico são tão comuns, que são chamados de “a flor nacional”. Na Índia, cerca de 100 vacas morrem por dia por comerem sacos de plásticos atirados pelas ruas. 

Em algum países, recentemente tem-se procurado diminuir o uso de sacos de plástico. 

Irlanda
AÇÃO Os fregueses das lojas têm de pagar um imposto de 15 cêntimos por saco de plástico.
RESULTADOS

Bangladesh
AÇÃO Os sacos de politeno foram proibidos.
PENA 10 anos de prisão ou uma multa de $17.000 dólares americanos para qualquer um que fizer sacos de politeno e $9 dólares americanos para qualquer um pego usando um.
RESULTADO Os sacos de juta estão agora sendo mais usados, o que incentivou a indústria da juta.
 
Taiwan
AÇÃO O fornecimento gratuito de sacos de plástico pelas lojas foi proibido.
PENA Até $8.600 dólares americanos para as lojas.
RESULTADOS

África do Sul
AÇÃO O uso de sacos de plástico finos foi proibido.
PENA Até dez anos na prisão ou multa de $13.800 dólares americanos para as lojas que usarem sacos de plástico finos.
RESULTADO

Índia
AÇÃO A produção, o estoque, o uso, a venda e a distribuição de sacos de politeno foram proibidos em estados como Himachal Pradesh, Goa, Kerala e Maharashtra.
PENA Em Himachal Pradesh, até sete anos de prisão ou $2.000 dólares americanos para qualquer pessoa que estiver usando um saco de politeno.
RESULTADO O impacto é limitado, porque a proibição não é imposta devidamente.

Questões para discussão 

Baseado em informações dos websites da BBC e do jornal britânico Guardian e de Ravi Agarwal, da Toxic Links, Índia www.toxicslink.org

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.