Ir para o consentimento do cookie
Foto: Marcus Perkins

Da: Saúde sexual – Passo a Passo 69

Como iniciar a conversa sobre questões sexuais

Etienne Kiemdé  

Foto: Jim Loring

Foto: Jim Loring

A mutilação genital feminina (MGF) é uma prática tradicional em Burquina Faso e em muitos outros países. Às vezes, ela é chamada de corte genital feminino, circuncisão feminina ou excisão (Passo a Passo 24). Ela consiste em cortar parte ou toda a parte externa dos grandes lábios e o clitóris de uma menina. Geralmente, as meninas são muito pequenas e não têm opção quanto à questão.

A MGF é muito dolorosa e não traz nenhum benefício para a saúde da mulher. Entretanto, apesar dos esforços das autoridades para acabar com isto, a prática continua. Em muitos países, não fazer a MGF pode ter consequências sociais negativas para as mulheres, tais como as dificuldades para encontrar um marido. Isto faz com que haja uma grande pressão para que a práctica continue. A realidade é que a MGF traz muitas conseqüências prejudiciais. Os efeitos imediatos são a dor e sangramento forte. Muitas vezes, os cortes são feitos com facas ou lâminas não limpas, assim, podem ocorrer infecções como o HIV. A longo prazo, as mulheres podem ter sérias dificuldades nas relações sexuais e complicações nos partos, as quais podem ser fatais.

Diante deste sério problema de direitos humanos, o governo de Burquina Faso está a trabalhar conjuntamente com organizações da área da saúde, líderes religiosos, ONGs, associações de mulheres e líderes comunitários tradicionais para tentar mudar as atitudes das pessoas. Eles pretendem acelerar o processo de mudança social através da utilização dos meios de comunicação popular, tais como o rádio, como um instrumento para divulgar amplamente a sua mensagem.

Há alguns anos, o Development Gospel Radio trabalha no combate à prática da MGF através das suas estações de rádio e actividades de desenvolvimento locais. Este programa usa as suas transmissões para consciencializar as pessoas sobre os perigos da MGF. As equipes radiofônicas visitam os povoados locais, usando o teatro, entrevistas e discussão, para apresentar os factos e desafiar as atitudes tradicionais. A seguir, são formados grupos de acompanhamento posterior nos povoados para darem continuidade à consciencialização.

Etienne Kiemdé é o Director Geral do Development Gospel Radio. Development Gospel Radio, 04 BP 8050, Ougadougou, Burquina Faso. E-mail: ekiem1@laposte.net

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.