Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie
Foto: Scott Harrison / charity

Da: Saneamento – Passo a Passo 73

Como promover e apoiar o saneamento seguro para todos

 Ao considerar o saneamento e a higiene, é importante considerar as diferentes necessidades e preferências tanto dos homens quanto das mulheres. 

As mulheres principalmente são afetadas pela falta de latrinas adequadas.

  • Se as mulheres tiverem de defecar a céu aberto, elas estarão vulneráveis a ataques e estupros.
  • Se as mulheres não puderem ter privacidade para defecar, elas podem esperar até escurecer. Adiar a defecação ou beber menos água pode causar problemas de saúde.
  • As adolescentes geralmente não vão à escola se não houver latrinas ou latrinas separadas dos rapazes, especialmente durante a menstruação.
  • As mulheres geralmente são as principais prestadoras de cuidados para membros doentes da família, o que as expõe a problemas de saúde, especialmente quando lidam com as fezes dos parentes que sofrem de infecções diarréicas.
  • Às vezes, os homens e as mulheres preferem tipos diferentes de latrina. Por exemplo, os homens podem querer que algumas das latrinas públicas sejam mictórios, que não podem ser usados pelas mulheres. As mulheres podem não gostar das latrinas com descarga, porque assim, terão mais trabalho buscando água.
Foto: Sarah Dodd, Tearfund

Foto: Sarah Dodd, Tearfund

É necessário que tanto as mulheres quanto os homens tenham bons hábitos de higiene, como lavar as mãos depois de defecar. Porém, em locais onde a higiene é vista apenas como manter a área de preparação de alimentos limpa, ela será considerada como algo relativo às mulheres.

A análise de gênero é essencial em qualquer trabalho de melhoria do saneamento e da higiene. Aqui estão algumas perguntas, que poderiam ser feitas numa análise de gênero.

  • Os homens e as mulheres costumam usar a mesma latrina?
  • Quais são as preferências dos homens e das mulheres em termos de tecnologias de saneamento e sua localização?
  • Quem será responsável por construir e manter a latrina?
  • Nos casos em que as pessoas têm de pagar para usar a latrina, quem controla a renda familiar?
  • Quais são os hábitos de higiene dos homens e das mulheres?
  • Que métodos as mulheres e os homens preferem para serem educados sobre a higiene?

As respostas adequadas poderiam ser:

  • identificar uma tecnologia de saneamento que seja adequada tanto para os homens quanto para as mulheres
  • construir as latrinas em locais onde os homens e as mulheres passem a maior parte do tempo, com iluminação noturna adequada
  • encontrar maneiras de envolver tanto os homens quanto as mulheres na construção da latrina, para que as pessoas de ambos os sexos a valorizem
  • se as mulheres forem ser as responsáveis pela manutenção da latrina, fazer com que os homens lhes dêem o tempo e o apoio financeiro para isto
  • garantir que as mulheres possam pagar as taxas para usar as latrinas, como, por exemplo, oferecendo empréstimos para que elas possam gerar sua própria renda
  • educar de uma forma que seja sensível às necessidades e à disponibilidade dos homens e das mulheres. As pessoas podem achar constrangedor participar de encontros ou treinamento para discutir questões de higiene, se houver pessoas do sexo oposto presentes. Podem ser necessários encontros separados para os homens e para as mulheres. Os homens podem não participar destes encontros se não compreenderem que é importante que tenham bons hábitos de higiene. Pode ser necessário conscientizá-los primeiros, através de métodos que os alcancem.

Alguns indicadores do trabalho de saneamento e higiene sensível à questão do gênero seriam:

  • a freqüência dos homens e das mulheres nos encontros e treinamentos
  • a participação dos homens e das mulheres na construção e na manutenção das latrinas
  • a utilização das latrinas por parte das mulheres e dos homens
  • a participação dos homens e das mulheres na promoção da higiene
  • a presença de homens e mulheres num comitê que controle o recolhimento de taxas da utilização da latrina.

As mulheres e a menstruação

As pessoas geralmente acham constrangedor falar sobre a menstruação, mas os métodos de proteção menstrual são importantes. As perguntas poderiam ser:

  • Que método de proteção menstrual as mulheres usam?
  • Se forem usadas roupas especiais, com que freqüência elas são lavadas? Como elas são lavadas? Como elas são secas?

É importante que as roupas sejam trocadas regularmente, bem lavadas e secas ao sol para que elas não fiquem mofadas. Muitas vezes, as mulheres sentem-se constrangidas quanto a lavar e dependurar suas roupas em áreas públicas. Incentive a comunidade a reservar uma área separada para que as mulheres lavem e sequem suas roupas sem constrangimento.

É importante confrontar as crenças de que o sangue da menstruação é impuro ou contaminado. A menstruação é natural e normal.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.