Às vezes, de repente, as pessoas acabam tendo bem mais dinheiro do que tinham antes. Por exemplo, a migração pode levar a um aumento repentino e dramático nos rendimentos, bem além do que era normal para a família. Os migrantes que conseguem encontrar trabalho remunerado frequentemente enviam grande parte do dinheiro às suas famílias (estes pagamentos são muitas vezes chamados de “remessas”) ou regressam ao seu povoado ou cidade mais ricos. Dinheiro é dinheiro – venha de onde vier! Por isso, geralmente não é necessário ou útil pensar sobre de onde ele vem, se ele foi ganho localmente ou através de trabalho migratório. Esta ferramenta ajuda as pessoas e as famílias a pensar sobre os princípios que elas gostariam que orientassem suas próprias decisões sobre como gastar seu dinheiro.

Ver ou baixar este recurso

Obter este recurso

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar