Da: Treinamento – Passo a Passo 22

Diferentes abordagens de treinamento e facilitação

A abordagem da AAILD.

A AAILD (Associação de Apoio a Iniciativas Locais de Desenvolvimento) é uma organização sem fins lucrativos em Burkina Faso, África Ocidental, com mais de 200 membros. A AAILD funciona para incentivar e apoiar iniciativas locais em desenvolvimento.

Os seus objetivos principais são…

A associação não pertence a nenhuma denominação política ou religiosa. Funciona em cooperação estreita com grupos de aldeias, organizações de desenvolvimento, comités comunitários e várias outras organizações não governamentais em Burkina Faso. Eles também têm ligações com vários grupos de publicações através dos quais produzem e distribuem revistas.

Poder para os agricultores

O ponto principal da abordagem da AAILD quanto a desenvolvimento é a sua determinação em fazer os agricultores se tornarem mestres de seu próprio desenvolvimento. Ela faz isto realizando reuniões de conscientização e dando treinamento. Ajuda assim os agricultores a obterem resultados que trazem aumento em colheitas e melhoria da qualidade de vida.

Esta abordagem é baseada na compreensão de que as soluções estão com os agricultores. Os agricultores são ajudados a compreenderem melhor a sua situação e problemas. A AAILD ajuda-os a entenderem que soluções prontas não podem ser encontradas em nenhum outro lugar. Soluções virão através do trabalho de suas próprias mãos. Os agricultores podem e devem mudar a sua situação em seu próprio ambiente local. Assim começa um compromisso responsável e isto explica o sucesso da AAILD.

Apoio onde é necessário

Com o seu sucesso em treinamento e apoio a projectos, a membrazia da AAILD tem aumentado, bem como o número de necessidades e desejos dos membros. A AAILD escolhe onde conceder apoio, levando em consideração os seguintes factores…

Ao se fornecer treinamento e supervisão aos aldeões através de seus líderes, bons resultados são alcançados a este nível. Para ser convencido da eficácia destes métodos, é preciso apenas estar presente numa reunião onde são feitos preparativos para actividades específicas.

Trabalho em parceria

A AAILD está comprometida a trabalhar em parceria em todos os níveis. A idéia de se trabalhar em parceria inclui todas as relações políticas, económicas ou privadas. A AAILD está comprometida em aumentar contactos de parceria para o seguinte…

Eles apreciariam receber contatos de outros grupos em Burkina Faso ou países vizinhos.

Conscientização e treinamento desempenham um papel importante nos projectos com os quais a AAILD trabalha. O seu interesse pelos agricultores com os quais trabalham é um ponto chave do seu sucesso.

AAILD, 01 BP 3368, Ouagadougou, Burkina Faso.

O Projecto de Diobass

por Nohoune Lèye

Tenho trabalhado numa área rural durante quase 20 anos. Diobass é o nome de uma área contendo 20 povoações situadas ao sul de Thies, no Senegal. Começamos usando métodos procurando restaurar a relação entre os técnicos e agricultores desta área. Em vez dos técnicos trazerem um conjunto de técnicas para os agricultores, eles próprios se envolveram nas pesquisas. Desta maneira eles aprendem acerca do potencial de suas terras. Começamos usando o nome ‘Educação Diobass’ para descrever nossos métodos de trabalho. A nossa esperança era fazer o melhor uso possível dos recursos da área e da capacidade dos agricultores locais. O conhecimento dos agricultores é valorizado.

O nome ‘Educação Diobass’ descreve agora a nossa abordagem de treinamento em todas as áreas rurais. Precisamos de entender os fatos antes de propormos soluções. Um provérbio local – ‘aprender a conhecer o vento antes de lutar contra ele’ – traduz a nossa primeira prioridade. Os participantes são solicitados a fazerem uma análise das suas comunidades e áreas.

Aprendendo com maquetes

Usamos técnicas de treinamento que reúnem grupos com experiências, capacidades e classes sociais diferentes. Os alunos são incentivados a fazerem uma maquete envolvendo todos os participantes. Eles reúnem todas as suas observações, idéias e quaisquer conclusões a que tenham chegado. Um líder ajuda-os a acompanhar este processo. Uma maquete ajuda a mostrar numa pequena escala o que pode ser visto na vida real. Por exemplo, uma cerca ou quebra-vento podem ser representados por galhos pequenos plantados bem juntos. Um desfiladeiro fundo pode ser representado por um canal pequeno.

As maquetes também ajudam os agricultores a compreenderem o que pode acontecer. Por exemplo, para se mostrar como a água da chuva pode destruir o solo e os nutrientes das plantas, o líder faz uma maquete para demonstrar o que acontece quando chove. Faz-se uma maquete de um campo inclinado com uma valeta num dos lados. O líder pega então numa vasilha com água e derrama a água na parte superior do campo. A água desce pelo campo para dentro da valeta. Os agricultores examinam a água na valeta para ver a quantidade de solo que ela contém.

Compreensão

Acreditamos que seja qual for o assunto que esteja a ser discutido, deve sê-lo à vista de todos. Por isso mudamo-nos de um lugar para outro! As maquetes e demonstrações práticas estimulam a discussão entre os participantes. Elas ajudam as pessoas a pensarem em maneiras criativas de se encontrarem soluções para os seus problemas. O seu uso introduz novos elementos no método de ensino. Este método de aprendizagem ajuda os agricultores a pensarem sobre maneiras práticas de colocarem os seus conhecimentos em acção quando eles voltam para as suas povoações.

Nas palavras dos próprios agricultores: ‘Nós agricultores não compreendemos muito bem com os nossos ouvidos. Compreendemos melhor com nossos olhos!’ O nosso treinamento procura acrescentar palavras às acções realizadas pelos próprios agricultores no treinamento.

Nohoune Lèye é o Director do Projecto Diobass, BP 10, Khombole, Region Thies, Senegal, África Ocidental. O seu trabalho foi abordado também em outros documentos como o IIED Notes No. 45 – Setembro 1993.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhar este recurso

Equipar pessoas que trabalham ao redor do mundo para erradicar a pobreza e a injustiça