Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie
Revistas Passo a Passo em francês, espanhol, português e inglês, espalhadas sobre uma mesa de madeira

Da: Acção e aprendizagem participativa – Passo a Passo 29

Como garantir que todos tenham a oportunidade de contribuir para as decisões locais

por Maylaine P Tabasa.

Nas filipinas, é muito comum ver os vizinhos ajudando uma família a consertar a sua casa ou preparando comida para o casamento de um filho ou filha. Os filipinos estão sempre prontos a ajudarem-se uns aos outros em tempos de necessidade, celebração ou tristeza. Esta prontidão para oferecer tempo e apoio aos outros é conhecida como alayon (um grupo de trabalho voluntário) nas Filipinas. O propósito principal em formar um alayon é simplesmente ajudarem-se uns aos outros em um tarefa pesada. As pessoas organizam alayons para ajudar em trabalhos agro-pecuários, em colheitas, na construção ou conserto de casas ou na prepararação de comida durante casamentos, festas e enterros.

Mag-uugmad é uma organização que faz uso do sistema alayon de trabalho em grupo e o usa para realizar programas de conservação do solo e da água. Os agricultores aprendem novas tecnologias e técnicas de conservação para ajudá-los a desenvolver um sistema agrário sustentável e ao mesmo tempo, aumentar a produção agrária.

Os agricultores que estão interessados em aprender sobre a conservação do solo e da água formam pequenos grupos e discutem os seus planos com um agricultor instrutor. Normalmente, o grupo alayon reúne-se duas vezes por semana para trabalharem nos sítios (quintas) uns dos outros. Eles usam um sistema rotativo para garantir que o sítio (quinta) de cada agricultor receba a mesma atenção.

Durante os dias de alayon, o agricultor instrutor compartilha seus conhecimentos com os membros do alayon em seus próprios sítios (quintas). Eles aprendem a construir canais de irrigação, terraços em degraus, curvas de nível, paredes de pedras e muitas outras idéias dependendo das necessidades de cada sítio. Os membros do alayon colocam imediatamente em prática o que aprendem. Cada membro do alayon também é incentivado a treinar e apoiar novos membros a aprenderem as tecnologias. No final de um dia de alayon, os membros reveem e refletem sobre as suas atividades durante o dia.

O número ideal de pessoas para um alayon é entre cinco e oito. Com mais de oito membros no alayon, o processo de rotação é muito lento.

Grupos de vizinhos, parentes, mulheres ou jovens podem formar o seu próprio grupo de alayon. Os fatores mais importantes são o interesse em aprender a tecnologia e a vontade de trabalhar. O estabelecimento de novas tecnologias de conservação do solo e da água pode ser um trabalho duro e não há lugar para pessoas preguiçosas!

Vantagens do sistema

Há muitas vantagens para a Mag-uugmad em usar os grupos de alayon:

  • Este método reduz a carga e o trabalho envolvido – mais pessoas ajudam cada agricultor a terminar as tarefas em seu sítio(quinta).
  • Este sistema permite a partilha de animais de tração, materiais para plantio e outros recursos que tornam as atividades agro-pecuárias e o cultivo da terra muito mais fáceis.
  • Há a oportunidade de se formar amizade e realizar trabalho em equipe – as pessoas compartilham suas idéias, experiências e problemas.
  • O grupo de alayon também pode realizar atividades fora dos sítios (quintas), tais como construir canais de alimentação e cavar coletores de água. O programa de saúde tem grupos alayon de mulheres para o trabalho de jardinagem e atividades de saneamento comunitário.

Problemas encontrados

Tal como qualquer outro grupo comunitário, os Alayons não estão livres de problemas. No começo do programa, muitos problemas podem acontecer.

  • O problema mais comum é a prática de preparar refeições durante os dias de trabalho. Um membro de um alayon começou o costume de servir almoço para o grupo que trabalhava em seu sítio (quinta). Depois de algum tempo, outros membros fizeram a mesma coisa. Antes que todo o mundo percebesse, esta prática criou competição entre os membros do alayon. Tornou-se em um campeonato de quem tinha condições de servir almoço para cinco ou mais pessoas! As pessoas tornaram-se menos ativas e finalmente saíram do grupo.
  • Um segundo problema foi o atraso dos membros. Alguns membros sempre chegavam tarde às reuniões.
  • A substituição foi um terceiro problema. Os membros do alayon enviavam, ás vezes, suas crianças como substitutas. As crianças não eram capazes de fazer o trabalho agrícola pesado. O resulto foi um progresso mais lento do trabalho do alayon e a diminuição de entusiasmo dos membros pelo trabalho duro.

Soluções

Os problemas dos alayons foram resolvidos pelos próprios agricultores com a ajuda do agricultor instrutor. Os grupos alayon têm reuniões mensais regulares. O agricultor instrutor nunca menciona o problema logo no começo da reunião. Em lugar disto, ele utiliza o método de auto-avaliação, perguntando que problemas os agricultores encontraram no alayon. Os agricultores começam, então, a compartilhar seus problemas e a discutí-los um por um.

Na discussão, o agricultor instrutor é muito cuidadoso para não ofender os membros envolvidos – por exemplo, aqueles que estão sempre atrasados e ausentes do trabalho em alayon. Quando todos os problemas estão escritos no quadro, os agricultores buscam suas próprias soluções fazendo perguntas como ‘O que você acha que é a melhor coisa a fazer para evitar a ausência contínua dos membros?’em vez de dizer, ‘Isto é o que você deve fazer.’

As soluções de alguns problemas acima mencionados, por exemplo, são as seguintes:

  • Os agricultores concordaram que todos, incluindo o agricultor instrutor, deveriam trazer sua própria comida quando trabalhassem no alayon.
  • Os grupos de alayon impuseram uma multa para os atrasados.
  • Os membros do alayon deixaram de enviar seus filhos como substitutos. Em lugar disto, começaram a enviar alguém mais velho que era capaz de fazer as tarefas nos sítios (quintas).
  • Os agricultores concordaram em ser honestos e dedicados em suas tarefas de alayon.

Maylaine P Tabasa trabalha para a Fundação Mag-uugmad como Assistente de Produções de Midia. O endereço deles é: PO Box 286, 6000 Cebu City, Filipinas.

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.