Da: Como aumentar o valor dos alimentos – Passo a Passo 65

Ideias práticas para agregar valor aos alimentos

Muitas pessoas têm dificuldade em se lembrar de quando as crianças devem tomar as suas vacinas, o que faz com que, freqüentemente, as crianças deixem de tomar algumas ou todas as vacinas que podem protegê-las contra a poliomielite, a hepatite B, a difteria, o tétano e outras doenças que podem ser evitadas.

A programação recomendada pela Organização Mundial da Saúde inclui pelo menos seis vacinas diferentes, as quais são administradas ao longo de 5 consultas: no nascimento e, depois, nas idades de 6 semanas, 10 semanas, 14 semanas e nove meses. Os pais que não sabem ler não se beneficiam com os lembretes escritos ou as cadernetas de saúde emitidas no nascimento dos filhos. Como podemos ajudá-los a se lembrarem de quando levar os seus bebês para serem vacinados?

Canções, mímica, teatro e jogos são boas maneiras de compartilhar informações sobre a saúde com pessoas que não sabem ler. Os treinadores, professores e facilitadores podem usá-las para ilustrar mensagens sobre a saúde, incentivar a discussão, ensinar novas habilidades aos participantes e criar formas simples de ajudar a memória.

A atividade “Use as mãos” (veja o quadro) pode ser usada num encontro de treinamento ou em sessões de educação comunitária. Os treinadores ensinam os sanitaristas, os escolares e os pais a recitarem o poema e contar as consultas necessárias na mão. Para reforçar a mensagem, foram criados um cartaz e uma apresentação no rádio. O poema pode ser traduzido, adaptado e apresentado em forma de canção, canto ou rap (tipo de música de origem negra). Isto funciona especialmente bem, se as palavras puderem ser cantadas com a melodia de uma canção local conhecida.

As pessoas podem aprender a se lembrar de mensagens usando os próprios corpos. Em Benin, os funcionários do PROSAF (Projeto de Saúde Familiar Integrado) criou uma atividade de aprendizagem chamada a “Mão das Vacinas”, a qual faz com que as pessoas usem os dedos e um poema para se lembrarem de quando as vacinas devem ser tomadas.

Use as mãos

Etapa 1 Discuta com os participantes sobre as vantagens da vacinação e os perigos de não usá-la para proteger o bebê contra as doenças infantis.

Etapa 2 Peça aos participantes para erguerem uma mão, separando o polegar e o dedo mínimo e mantendo os três dedos do meio juntos.

Etapa 3 Mostre como cada dedo pode representar uma consulta para vacinação e as vacinas que podem ser administradas*.

1 DEDO MÍNIMO PRIMEIRA CONSULTA AO NASCER
2 DEDO ANELAR SEGUNDA CONSULTA ÀS 6 SEMANAS
3 DEDO MÉDIO TERCEIRA CONSULTA ÀS 10 SEMANAS
4 DEDO INDICADOR QUARTA CONSULTA ÀS 14 SEMANAS
5 DEDO POLEGAR QUINTA CONSULTA AOS 9 MESES

Etapa 4 Peça a vários participantes e, depois, a todos eles, para repetirem a programação usando as mãos para se lembrarem.

Etapa 5 Explique que os três dedos do meio ficam juntos para representar três consultas para as mesmas vacinas. Para que elas sejam totalmente eficazes, a criança precisa fazer três consultas com apenas um mês de intervalo entre elas. O espaço maior entre o polegar e os dedos do meio representa o tempo de espera maior, até que a criança esteja com nove meses de idade para a quinta vacina.

Etapa 6 Peça aos participantes para que usem este exercício para ensinar os seus amigos e familiares.

* Os países podem seguir uma programação levemente diferente, dependendo do programa de vacinação nacional.

Poema da mão das vacinas

“Preciso de cinco sessões de vacinas contra as doenças infantis horríveis.
Logo depois do meu nascimento, dê-me a minha primeira vacina.
Quando eu estiver com seis semanas de idade, dê-me a minha segunda.
Com dois meses e meio, dê-me a minha terceira vacina.
Com três meses e meio, dê-me a minha quarta.
E quando eu estiver com nove meses de idade, dê-me a minha quinta vacina.
Muito bem! Tomei todas elas antes do meu primeiro aniversário!”

Este artigo foi escrito pela Equipe de Comunicações do PROSAF. Para obter mais informações, entre em contato com Siri Wood, PATH, 1455 NW Leary Way Seattle, Washington 98107-5136, EUA. E-mail: swood@path.org

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar