Da: Direitos humanos – Passo a Passo 66

Respeitar e defender nossos próprios direitos e os direitos dos outros

O Small World Theatre é uma instituição de benefi cência educacional, que usa as artes dramáticas no desenvolvimento comunitário, na defesa de direitos e na consciencialização das pessoas. Eles treinam grupos teatrais locais em métodos participativos de teatro e trabalham com as comunidades para debaterem questões de governação, direitos e meio ambiente. O uso de métodos participativos de teatro faz com que as peças sejam interactivas, criadas com a participação da comunidade e baseadas nas tradições culturais.

Usando as situações locais

Podem-se dramatizar situações e opiniões locais específicas. Também podem ser usados provérbios, histórias, jogos ou danças populares. Isto ajuda a fortalecer o senso de propriedade e ajuda a sustentar qualquer ação social que possa resultar do evento. Facilitar estes processos participativos pode ser difícil, mesmo para atores experientes. Nem sempre é fácil expressar as idéias em palavras, e, muitas vezes, é difícil para as pessoas compartilharem os seus pensamentos em público. O ato de falar já é um empoderamento por si próprio.

Direitos dos eleitores na Tanzânia

O Small World Theatre treinou um grupo de atores tanzanianos para que realizassem uma pesquisa e, então dramatizassem uma peça, que informasse as pessoas sobre os seus direitos e incentivasse-as a votarem nas eleições parlamentares da Tanzânia em 2000. Foi mostrado aos actores como usar marionetes realistas de mulheres de tamanho natural para fazer uma pesquisa nas comunidades locais. Quando as pessoas se juntavam ao redor da marionete, os actores faziam perguntas sobre a marionete, tais como o seu nome, idade, status civil e situação, a fim de criar uma história para ela. Depois, eles faziam perguntas às pessoas sobre a marionete, tais como no que ela trabalhava, se ela havia votado nas últimas eleições, por que ela havia votado e o que havia feito com que ela votasse, até se criar uma idéia imaginária desta “mulher”.

Envolvimento dos espectadores

O processo foi repetido em outras favelas, até que 300 pessoas haviam contribuído com esta pesquisa sobre os motivos pelos quais as mulheres das comunidades pobres não haviam votado nas eleições anteriores. Foi escrita uma peça, com base nas questões que as pessoas haviam salientado na pesquisa, e esta foi desempenhada. Os actores incentivaram os espectadores da comunidade a reagir às questões levantadas na peça. Eles usaram uma abordagem participativa para incentivar os espectadores a resolverem os seus próprios problemas. Muitas vezes, o debate continuava por tanto tempo, que era difícil para os actores irem embora. Cada vez que a peça era desempenhada, o roteiro era adaptado para refletir as informações e as atitudes expressas na peça anterior. Na última apreesntação da peça, aparecia uma grande marionete do Sr. Democracia, como um tipo de presidente da reunião. Ele foi usado para compartilhar informações sobre questões práticas, tais como onde e quando votar.

O autor, Bill Hamblett, é o Diretor de Artes do Small World Theatre. PO Box 45, Cardigan, SA43 1WT, Reino Unido
E-mail:
info@smallworld.org.uk
Website: www.smallworld.org.uk

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora