Turistas usando a passarela suspensa de Mida Creek, construída com o fim de levantar verbas para mandar as crianças para a escola secundária e para mostrar um forte compromisso com a conservação. Foto: Colin Jackson

Da: Recursos naturais – Passo a Passo 82

Como cuidar dos preciosos recursos naturais dos quais todos nós dependemos

A Granja Ecológica Lindero é um lugar lindo, com muita vegetação e um bom clima. A granja possui atividades de produção, tais como criação de gado, porquinhos-da-índia e aves, um restaurante e instalações para hospedagem.

Criação de porquinhos-da-índia

Os porquinhos-da-índia são mamíferos roedores nativos dos Andes, na América do Sul. Eles foram domesticados por civilizações antigas no Peru. A criação de porquinhos-da-índia é importante, porque a carne é rica em proteína e possui um baixo teor de colesterol. O mercado é grande, pois o consumo de porquinhos-da-índia é um costume comum na América do Sul. A criação destes animais é simples, prática e fácil de começar. Para um grupo de sete fêmeas e um macho, é necessário um viveiro de 1,5 m de comprimento, 1 m de largura e 0,5 m de profundidade.

Nós criamos porquinhos-da-índia do Tipo 1, que possuem pelo curto, liso e baixo. Eles são os mais comuns e, com eles, tivemos o melhor desempenho em termos de fertilidade, produtividade, rapidez de crescimento e renda financeira.   

Granja Ecológica Lindero. Foto José Trejo Livias José Trejo Livias

Granja Ecológica Lindero. Foto José Trejo Livias José Trejo Livias

A gravidez dos porquinhos-da-índia do Tipo 1 dura 2 meses e 1 semana. Cada ninhada produz de 2 a 5 filhotes, os quais são desmamados 15 dias após o nascimento. As fêmeas começam seu ciclo reprodutivo a partir dos três meses, com 700–800 gramas de peso vivo. O macho torna-se fértil a partir dos 3,5 meses, com 750–950 gramas de peso vivo. 

Na Granja Ecológica Lindero, nós os alimentamos com milho, sorgo, azevém, capim-elefante, alfafa e trevo. As forrageiras são ecologicamente cultivadas, e usamos fertilizantes orgânicos, tais como composto. O excremento dos porquinhos-da-índia é usado para fazer o fertilizante. A carne dos porquinhos-da-índia criados na Granja Ecológica Lindero não contém produtos químicos que afetam a saúde humana, porque minimizamos o uso de medicamentos. 

Ajudando os outros 

A granja é visitada por estudantes, famílias e habitantes locais, que querem ver as instalações para porquinhos-da-índia e os sistemas de criação e alimentação. Os visitantes, então, podem adaptar estas técnicas e colocá-las em prática no seu próprio ambiente, seja para a produção doméstica ou comercial. Tanto as pessoas que vivem nas cidades quanto as que vivem no campo podem criar porquinhos-da-índia. Outras pessoas visitam o restaurante da granja, que serve pratos tradicionais feitos com porquinhos-da-índia. 

Usamos parte dos lucros da criação de porquinhos-da-índia para manter e melhorar sua produtividade. O restante é usado para oferecer cuidados a meninos, meninas e adolescentes vítimas de abuso sexual, bem como a mulheres vítimas de violência doméstica, que são hospedados no nosso alojamento temporariamente. Um novo abrigo está sendo construído no momento, e a granja desempenhará um importante papel para o seu sustento. Ao mesmo tempo, os jovens abrigados estão envolvidos em atividades produtivas. Ao retornarem às suas casas, eles poderão ensinar às suas famílias as habilidades que aprenderam na criação de porquinhos-da-índia e em outras atividades. Desta maneira, eles podem aumentar a produção agrícola das suas famílias. 

Julio de la Cruz Torreblanca é o gerente da Granja Ecológica Lindero. 

Paz y Esperanza-Huánuco
Dámaso Beraún No 1124
Huánuco Peru

E-mail: pazhuanuco@pazyesperanza.org Por favor, escreva e-mails em espanhol.
 


Os animais de pequeno porte podem ser criados de forma sustentável, sem exigir muito dos recursos naturais. Sua carne é uma fonte de proteína, a qual é importante para a saúde. 

Para obter mais informações sobre como criar porquinhos-da-índia e outros animais de pequeno porte, como coelhos e aves, consulte a Passo a Passo 10.

Porquinhos-da-índia andinos. Foto José Trejo Livias

Porquinhos-da-índia andinos. Foto José Trejo Livias

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora