Ir para o consentimento do cookie
Membros do grupo de autoajuda entregam suas economias à líder do grupo durante uma reunião semanal. Foto: Cally Spittle/Tearfund

Da: Mobilização de recursos locais – Passo a Passo 93

Como aproveitar ao máximo, compartilhar e aumentar o que possuímos

A igreja batista de Mianmar é a maior denominação do país, formada por 18 convenções, com cerca de 4.900 igrejas. Éden é um processo de Mobilização da Igreja e da Comunidade (MIC), que teve início três anos atrás e foi implementado através de seis convenções até agora.

Para aprenderem uns com os outros, os facilitadores comunitários do processo Éden reúnem-se regularmente nas comunidades uns dos outros. A igreja da comunidade do facilitador recebe o grupo de facilitadores, oferecendo-lhes alimentação e alojamento. Dessa forma, os facilitadores põem em prática os princípios da MIC ao mobilizarem seus próprios recursos para satisfazer uma necessidade comum. Não só os custos permanecem baixos e são divididos entre os membros do grupo, mas a presença dos facilitadores na comunidade também aumenta o conhecimento das pessoas sobre o processo Éden, sendo que alguns membros da comunidade até comparecem às reuniões.

Treinamento através do compartilhamento

Naw Anthea, Coordenadora do Éden, pensou primeiro em convidar os facilitadores e dar-lhes mais treinamento, mas depois percebeu que as melhores ações e aprendizagem ocorriam quando os membros do grupo trocavam experiências, faziam perguntas e se incentivavam mutuamente. Ela viu que isso era mais poderoso e eficaz para obter resultados melhores do que receber treinamento da matriz.

Para incentivar esse estilo de aprendizagem, sempre que treinar facilitadores inclua uma seção de compartilhamento e aprendizagem e, se possível, visitas de intercâmbio. Além de serem usadas para a aprendizagem e o compartilhamento, as visitas de intercâmbio podem ser usadas para a observação e o feedback sobre o estilo de facilitação. Ao se observarem trabalhando, os facilitadores podem aprender novas ideias e sugerir o que pode ser melhorado.

Relações

As relações são vitais para o sucesso da MIC. As relações entre a igreja e a comunidade devem ser boas, pois é através do trabalho conjunto que a igreja e a comunidade podem realmente fazer a diferença. Mas e se essas relações forem difíceis? As relações fortes e encorajadoras entre os facilitadores oferecem motivação e incentivo para seguir em frente. Às vezes, as comunidades podem não querer se envolver e ficar desconfiadas da motivação da igreja. Essa situação pode ser difícil, e muita oração e perseverança serão necessárias para criar boas relações com a comunidade. Os facilitadores comunitários podem perder o incentivo e querer desistir, mas reunindo-se regularmente, eles conseguirão seguir em frente.

Compilado por Helen Gaw e Jané Mackenzie, com nossos agradecimentos a Naw Anthea e Matthew Frost.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.